sábado, 23 de julho de 2016


A quarta etapa do Superbike Brasil em Interlagos teve de tudo para alegria do público presente no autódromo. Boas disputas, quedas e um final de tirar o fôlego. Diego Faustino venceu por apenas quatro centésimos de vantagem para Danilo Lewis. Os dois disputaram posição lá embaixo na junção e subiram a reta dos boxes lado a lado e cruzaram a linha de chegada lado a lado. Segue abaixo o relato da etapa:

Diego Faustino, o pole, não largou, pois a pedaleira dele quebrou durante a volta de apresentação. Na largada José Luiz Cachorrão pulou na ponta seguido de Sebastiano Zerbo. No complemento da primeira volta Cachorrão também foi superado por Danilo Lewis. Lewis seguiu avançando e passou por Sebastiano Zerbo na sequência, para liderar a corrida. Cachorrão acabou superado também por Maico Teixeira e Wesley Gutierrez.

Maico Teixeira e Sebastiano Zerbo caíram na terceira volta, deixaram óleo na pista e vários outros pilotos caíram. A bandeira vermelha foi acionada. No recomeço Wesley Gutierrez pulou para ponta com Cachorrão em segundo. No giro seguinte Cachorrão assumiu a ponta, mas levou o troco na abertura da volta seguinte. Danilo Lewis também passou Cachorrão, que caiu assim pra terceiro.

Com quatro voltas para o fim Lewis assumiu a liderança da corrida depois de superar Gutierrez. Ele foi embora e a briga pela segunda colocação pegou fogo entre Cachorrão, Gutierrez e Faustino. Os três chegaram a ficar lado a lado na abertura da penúltima volta. Nos últimos metros da corrida Faustino foi pra cima de Lewis, passou, mas tomou o troco. Os dois subiram a reta lado a lado e Faustino venceu por apenas quatro centésimos.

segunda-feira, 18 de julho de 2016

A etapa da Alemanha da Moto2 foi excelente para o francês Johann Zarco. Além de vencer a corrida ele viu os dois principais rivais na luta pelo título caírem. Com isto o atual campeão, que tenta chegar ao bi, disparou na tabela. Zarco chegou aos 151 pontos contra apenas 126 de Alex Rins e 121 de Sam Lowes, os dois não completaram a prova. A corrida foi disputada com pista molhada, que foi aos poucos secando e ficou muito perigosa para os pilotos que tentavam tirar um pouco mais de velocidade das motos.

Na largada Johann Zarco passou Takaaki Nakagami pela ponta e Alex Rins foi junto, jogando o japonês para terceiro. Mas ainda no primeiro giro Nakagami deu o troco nos dois numa mesma manobra. Ratthapark Wilairot foi punido com um ride-through por queima de largada. Zarco seguiu perdendo posições e foi superado tanto por Jonas Folger quanto por Marcel Schrotter. Na quarta volta Miguel Oliveira caiu e abandonou num ponto da pista e Schrotter fez o mesmo em outra curva.

Simone Corsi foi a vítima seguinte da pista molhada, caindo no quinto giro. Na mesma volta Nakagami, líder da corrida, também caiu. Com isto Rins pulou para a ponta. No sétimo giro, no entanto, ele foi superado por Folger. O festival de tombos continuou e Sam Lowes caiu na oito. Na briga pela ponta Rins deu o troco em Folger na nove e Zarco colou nos dois seguido de Franco Morbidelli e Alex Marquez. Na 12 o francês conseguiu passar pelo alemão e o italiano foi junto.

O próximo a cair foi Alex Marquez, na metade da corrida. Lá na frente Morbidelli passou por Zarco na 15 para assumir a segunda colocação. No giro seguinte ele fez o mesmo com o Rins. Os dois chegaram a se tocar, mas não caíram. Zarco foi junto e Rins caiu para terceiro. Com sete para o fim Morbidelli também caiu e a liderança caiu no colo do Zarco. Com três voltas para o fim Rins também caiu, deixando Zarco muito bem no campeonato. Na última volta Folger foi pra cima de Zarco, os dois cruzaram separados apenas por 59 milésimos com o francês na frente.

Confira abaixo o resultado final da corrida:

1
5Johann ZARCOFRA
Kalex
47'18.646
2
94Jonas FOLGERGER
Kalex
+0.059
3
60Julian SIMONSPA
Speed Up
+20.433
4
54Mattia PASINIITA
Kalex
+30.455
5
7Lorenzo BALDASSARRIITA
Kalex
+31.771
6
10Luca MARINIITA
Kalex
+34.201
7
55Hafizh SYAHRINMAL
Kalex
+41.942
8
2Jesko RAFFINSWI
Kalex
+47.955
9
32Isaac VIÑALESSPA
Tech 3
+49.759
10
77Dominique AEGERTERSWI
Kalex
+51.047
11
30Takaaki NAKAGAMIJPN
Kalex
+1'05.386
12
87Remy GARDNERAUS
Kalex
+1'13.865
13
70Robin MULHAUSERSWI
Kalex
+1'19.545
14
57Edgar PONSSPA
Kalex
+1'30.502
15
11Sandro CORTESEGER
Kalex
2 Laps
Not Classified


40Alex RINSSPA
Kalex
3 Laps


21Franco MORBIDELLIITA
Kalex
3 Laps


22Sam LOWESGBR
Kalex
4 Laps


73Alex MARQUEZSPA
Kalex
5 Laps


19Xavier SIMEONBEL
Speed Up
7 Laps


12Thomas LUTHISWI
Kalex
12 Laps


49Axel PONSSPA
Kalex
19 Laps


14Ratthapark WILAIROTTHA
Kalex
21 Laps


24Simone CORSIITA
Speed Up
24 Laps


97Xavi VIERGESPA
Tech 3
24 Laps


23Marcel SCHROTTERGER
Kalex
25 Laps


44Miguel OLIVEIRAPOR
Kalex
26 Laps

Já dissemos em outras oportunidades, mas vamos repetir. As corridas da Moto3 são tão perfeitas, tão movimentadas e alucinantes que sempre um fator externo, que geralmente movimenta as outras categorias aparece, mais atrapalha que ajuda. Foi o que aconteceu no último domingo em Sachsenring com a chuva. Os pilotos acabaram se separando na pista e o malaio Khairul Idham Pawi, senhor das águas da categoria, venceu com tranquilidade.

Os pilotos largaram com muita chuva e pista molhada e Enea Bastianini manteve a ponta. Joan Mir foi a primeira vítima das condições meteorológicas e foi ao chão. Na abertura da segunda volta Bo Bendsneyder superou Bastianini para liderar a corrida. No giro seguinte foi a vez de Andrea Locatelli comandar o pelotão depois de passar Bendsneyder. John McPhee foi junto e pulou para segundo e no decorrer da volta passou também por Locatelli.

Outro que apareceu na primeira colocação foi Pawi. No oitavo giro Hiroki Ono, que figurava entre os ponteiro, escapou da pista. Conseguiu ficar em cima da moto, mas perdeu várias posições. No meio da corrida quem foi ao chão foi Nicolo Bulega. Daí para frente Pawi mostrou que manda muito bem na chuva e abriu uma grande vantagem para os rivais. E assim como na Argentina, outra corrida com chuva, ele confirmou a vitória com muita tranquilidade.

Confira abaixo o resultado final da corrida:

1
89Khairul Idham PAWIMAL
Honda
47'07.763
2
55Andrea LOCATELLIITA
KTM
+11.131
3
33Enea BASTIANINIITA
Honda
+13.359
4
84Jakub KORNFEILCZE
Honda
+18.541
5
4Fabio DI GIANNANTONIOITA
Honda
+20.620
6
17John MCPHEEGBR
Peugeot
+20.698
7
9Jorge NAVARROSPA
Honda
+20.910
8
41Brad BINDERRSA
KTM
+23.333
9
95Jules DANILOFRA
Honda
+30.318
10
21Francesco BAGNAIAITA
Mahindra
+31.095
11
24Tatsuki SUZUKIJPN
Mahindra
+37.688
12
64Bo BENDSNEYDERNED
KTM
+45.005
13
19Gabriel RODRIGOARG
KTM
+47.793
14
11Livio LOIBEL
Honda
+48.073
15
44Aron CANETSPA
Honda
+56.921
16
10Alexis MASBOUFRA
Peugeot
+1'10.787
17
65Philipp OETTLGER
KTM
+1'13.873
18
5Romano FENATIITA
KTM
+1'14.813
19
97Maximillian KAPPLERGER
KTM
+1'15.203
20
43Stefano VALTULINIITA
Mahindra
+1'15.434
21
27Tim GEORGIGER
KTM
+1'23.906
22
22Danny WEBBGBR
Mahindra
+1'38.548
23
20Fabio QUARTARAROFRA
KTM
1 Lap
Not Classified


8Nicolo BULEGAITA
KTM
13 Laps


7Adam NORRODINMAL
Honda
15 Laps


76Hiroki ONOJPN
Honda
16 Laps


88Jorge MARTINSPA
Mahindra
17 Laps


16Andrea MIGNOITA
KTM
17 Laps


40Darryn BINDERRSA
Mahindra
19 Laps


58Juanfran GUEVARASPA
KTM
19 Laps


77Lorenzo PETRARCAITA
Mahindra
20 Laps
Not Finished 1st Lap


36Joan MIRSPA
KTM
0 Lap

domingo, 17 de julho de 2016


A corrida da MotoGP na Alemanha neste final de semana foi maluca. A pista começou molhada e tiveram todos que largar com pneus de chuva. Mas na metade das voltas um trilho começou a se formar e os pilotos tiveram que arriscar a hora certa de parar e trocar de moto. Marc Marquez, que não fazia uma boa corrida, arriscou parar bem cedo e colheu os frutos da aposta. Voltou voando e quando os outros pararam, ele pulou pra ponta e venceu. Segue abaixo o relato da etapa de Sachsenring.

Na largada Marc Marquez manteve a ponta seguido de Valentino Rossi e Danilo Petrucci em terceiro. Ainda no primeiro giro Rossi passou Marquez e assumiu a ponta. Andrea Dovizioso e Petrucci foram juntos e Marquez caiu para quarto. Na terceira volta Dovizioso e Petrucci também deixaram Rossi para tráz. Petrucci passou por Dovi na sequência para liderar a corrida. Jack Miller, vencedor de Assen, estava novamente muito bem e passou Marquez pela quarta colocação nos giros seguintes.

Na oito foi a vez de Hector Barbera passar por Marquez. Na volta nove Petrucci caiu e deixou a liderança de graça para Dovizioso. Marquez deu uma escapada da pista e perdeu várias posições na 10. Na 15 Barbera, que já havia se livrado de Miller, passou por Rossi para ocupar a segunda colocação. Com 13 voltas para o fim Marquez parou para trocar de moto. No mesmo giro Rossi deu o troco em Barbera pela P2. Rossi e vários outros pilotos pararam nos pits com cerca de sete voltas para o fim.

Depois que todos pararam Marquez assumiu a liderança. Cal Crutchlow, que estava em quarto, passou Dovizioso e Scott Redding nos últimos giros para chegar a segunda colocação. Daí para frente não houve mais mudanças e Marquez venceu. Dos postulantes ao título, Rossi foi apenas o oitavo colocado e Jorge Lorenzo, que teve um péssimo final de semana e que em situações de chuva, some, o 15º e marcou apenas um ponto. Com isto Marquez disparou no campeonato com 170 pontos seguido de Lorenzo com 122 e Rossi 111.

Confira abaixo o resultado final da corrida:

1
93Marc MARQUEZSPA
Honda
47'03.239
2
35Cal CRUTCHLOWGBR
Honda
+9.857
3
4Andrea DOVIZIOSOITA
Ducati
+11.613
4
45Scott REDDINGGBR
Ducati
+11.992
5
29Andrea IANNONEITA
Ducati
+22.755
6
26Dani PEDROSASPA
Honda
+25.920
7
43Jack MILLERAUS
Honda
+26.043
8
46Valentino ROSSIITA
Yamaha
+26.449
9
8Hector BARBERASPA
Ducati
+26.614
10
19Alvaro BAUTISTASPA
Aprilia
+31.274
11
50Eugene LAVERTYIRL
Ducati
+41.208
12
25Maverick VIÑALESSPA
Suzuki
+42.158
13
38Bradley SMITHGBR
Yamaha
+1'03.129
14
41Aleix ESPARGAROSPA
Suzuki
+1'06.091
15
99Jorge LORENZOSPA
Yamaha
+1'17.694
16
53Tito RABATSPA
Honda
1 Lap
17
76Loris BAZFRA
Ducati
2 Laps
18
68Yonny HERNANDEZCOL
Ducati
3 Laps
Not Classified


44Pol ESPARGAROSPA
Yamaha
13 Laps


9Danilo PETRUCCIITA
Ducati
18 Laps

domingo, 10 de julho de 2016


Os pilotos do Mundial de Superbike desembarcaram neste último final de semana em Laguna Seca, nos Estados Unidos, para a nona etapa da temporada. E mais uma vez a Kawasaki dominou o rodada. No sábado foi dobradinha com Jonathan Rea em primeiro e Tom Sykes em segundo. Já no domingo Rea abandonou depois de 17 pódios consecutivos na temporada. Mas Sykes representou a montadora japonesa com uma vitória. Segue abaixo um relato das duas corridas:

Corrida 1

Na largada Jonathan Rea tracionou melhor, passou Tom Sykes, mas levou o troco logo em seguida. Chaz Davies que vinha atrás aproveitou e também passou por Rea. Na terceira volta Davies passou por Sykes e Rea foi junto, mas o inglês da Ducati caiu e deixou o caminho livre para as Kawazaki. Na 13 foi a vez da outra Ducati, de Davide Giugliano ir ao chão e abandonar. Ele estava na terceira colocação e com isto Nicky Hayden assumiu a posição.

Na 16 Sykes conseguiu passar Rea depois que ele errou no saca-rolha e recuperou a liderança da corrida. Rea não largou o "osso" e na 19 passou mais uma vez o rival e pulou para primeira colocação. A briga pela terceira colocação também pegava fogo com Alex Lowes e Michael Van der Mark pressionando Hayden. No fim Rea confirmou a vitória seguido de Sykes e Hayden. Van der Mark ainda passou Lowes no fim pra ficar com a quarta colocação.  

Corrida 2

Na largada Tom Sykes manteve a ponta seguido de Davide Giugliano e Jonathan Rea caiu para terceiro. Michael Van de Mark escapou no início da segunda volta, foi na brita e caiu. Ainda na segunda volta Leon Camier parou com problemas na moto e abandonou. Mudança na liderança da corrida na terceira volta com Giugliano deixando Sykes para trás.

Na volta cinco a bandeira vermelha foi acionada devido a queda de Paweł Szkopek que necessitou atendimento médico. Na segunda largada Jonathan Rea largou melhor, mas foi superado na primeira curva por Giugliano, Sykes e Nicky Hayden. No segundo giro, no entanto, Rea conseguiu dar o troco em Hayden e recuperou a terceira colocação.

No terceiro giro foi a vez de Lorenzo Savadori cair e dar adeus a disputa. Na quatro Rea, numa manobra só no saca-rolha, passou por Sykes e Giugliano. Sykes, no entanto, conseguiu dar o troco no primeiro momento, mas no complemento da volta Rea retornou a liderança. Mas ele escapou da pista e despencou para a 10ª colocação. No giro seguinte ele teve que abandonar com problemas na moto.

Com quatro voltas para o fim Chaz Davies chegou em Giugliano e os dois começaram a duelar pela segunda colocação. O inglês passou o italiano até com certa tranquilidade. Giugliano, no entanto, conseguiu dar o troco e começou a atacar Sykes pela vitória. Os dois cruzaram a linha separados apenas por 209    milésimos com Sykes em primeiro e Giugliano em segundo.

Confira abaixo como ficou a classificação do campeonato:

1 United KingdomRea Kawasaki 368
2 United KingdomSykes Kawasaki 297
3 United Kingdom Davies Ducati 244
4 Netherlandsvan der Mark Honda 176
5 ItalyGiugliano Ducati 165
6 United States Hayden Honda 162
7 SpainTorres BMW 145
8 United KingdomCamier
MV Agusta
110
9 ItalySavadori Aprilia 110
10 United Kingdom Lowes Yamaha 92

domingo, 3 de julho de 2016


O sul-africano Steven Odendaal voltou a vencer na Euro Moto2 neste final de semana em Albacete. Foi a quarta vitória do piloto da AGR Team que lidera o campeonato. Foi o reencontro de Odendaal com o ponto mais alto do pódio depois da rodada dupla de Barcelona, em que ele viu os rivais vencendo. Ele tem 136 pontos no campeonato contra 88 de Alan Techer. Eric Granado está em quarto com 79 pontos. Segue abaixo o relado da corrida:

Na largada Steven Odendaal manteve a ponta seguido de Iker Lecuona e Augusto Fernandez. Mas ainda no primeiro giro Lecuona passou por Odendaal. Na abertura do terceiro giro Odendaal retomou a ponta. Fernandez acompanhava tudo de perto, colado nos dois. No quarto giro Fernandez também passou por Lecuona. E ele seguiu perdendo posições. Na volta seis foi a vez de Alan Techer deixá-lo para trás e assumiu a terceira colocação.

Augusto Fernandez, que estava em segundo, caiu na sete e saiu da briga pela vitória. Tetsuta Nagashima colou em Techer e os dois deram início a uma bela disputa pela segunda colocação. Mas na nove Techer perdeu o ponto de freada e voltou na quarta colocação, atrás de Eric Granado que subiu para terceiro. Techer começou a recuperação e na volta 10 passou o brasileiro. No fim não teve mais mudanças e Odendaal confirmou a vitória.

Confira abaixo o resultado final da corrida:



Albacete foi o palco da quinta etapa da Euro Moto3 neste final de semana e o italiano Lorenzo Dalla Porta a bordo de sua Husqvarna segue imbatível. Ele chegou a terceira vitória seguida no campeonato, quarta na temporada. Desta forma ele chegou aos 143 pontos no campeonato contra apenas 107 do segundo colocado, o espanhol Marcos Ramírez. Confira abaixo o relato da corrida:

Na largada Lorenzo Dalla Porta manteve a ponta seguido de Alonso López e Marcos Ramírez. Na terceira volta Lopez perdeu a moto sozinho e caiu, saindo da briga pela vitória. Makar Yurchenko foi punido por queima de largada. No quinto giro Kaito Toba fez duas importantes ultrapassagens para cima de Andi Farid e Karel Hanika para chegar a quarta colocação.

Raúl Fernández passou Marcos Ramírez na briga pela vice-liderança na volta sete. Daí foi Hanika que começou a andar forte. Deu o troco em Toba e também passou por Ramírez para chegou ao terceiro posto. Filippo Fuligni caiu na 13. Lá na frente Hanika passou por Fernández para ocupar a segunda colocação. Na 14 foi Farid que caiu.

Na 15 Hanika passou por Lorenzo Dalla Porta na briga pela ponta, mas levou o troco. Ramírez, Toba e Fernández não desgrudaram dos ponteiros e na parte final passaram por Hanika que caiu para quinto. Daí par frente não houve mais mudanças entre os ponteiros e e Dalla Porta venceu mais uma, a terceira seguida e quarta da temporada. Ramírez foi segundo e Toba em terceiro.

Confira abaixo o resultado final da corrida:


domingo, 26 de junho de 2016


O australiano Jack Miller, que está no segundo ano na MotoGP, viu a sorte sorrir para o lado dele neste domingo em Assen, na Holanda, e venceu a corrida. Em uma temporada e meia na categoria o melhor que ele havia conseguido tinha sido um 10º lugar, justamente na última prova em Barcelona. Mas nas mudanças climáticas na catedral, ele acabou se dando melhor e recebeu a quadriculada na primeira colocação.

Na largada Scott Redding pulou na ponta, mas espalhou na primeira curva e perdeu várias posições. Valentino Rossi assumiu a liderança seguido de Andrea Dovizioso e Aleix Espargaró em terceiro. Quem começou a se destacar no cenário de pista molhada foi Yonny Hernandez de Ducati. Passou por Dovizioso e Rossi na volta dois para assumir a liderança da corrida.

Na décima volta foi a vez de Dovizioso deixar Rossi para trás na briga pela segunda colocação. Na 11 Hernandez abusou do acelerador e caiu, perdendo a liderança para Dovizioso. Na 13 foi Andrea Iannone que caiu. No mesmo giro Danilo Petrucci passou por Rossi pela segunda colocação e Scott Redding chegou neles na briga pelo pódio. A chuva apertou e a direção de prova deu bandeira vermelha.

Na nova relargada Dovizioso pulou na ponta com Rossi em segundo e Marquez em terceiro. Ainda no primeiro giro Rossi passou Dovizioso pela ponta. Daí aconteceu um festival de quedas: Dani Pedrosa na primeira volta, Cal Crutchlow na seguinte, Petrucci e Dovizioso, Valentino Rossi e Tito Rabat. Jack Miller, sobreviveu a pista, passou Marc Marquez pra assumir a ponta com oito para o fim. Daí para frente não foi mais superado e confirmou a vitória.

Confira abaixo o resultado final da corrida:

1
43Jack MILLERAUS
Honda146.722'17.447
2
93Marc MARQUEZSPA
Honda146.4+1.991
3
45Scott REDDINGGBR
Ducati146.0+5.906
4
44Pol ESPARGAROSPA
Yamaha145.6+9.812
5
29Andrea IANNONEITA
Ducati144.7+17.835
6
8Hector BARBERASPA
Ducati144.6+18.692
7
50Eugene LAVERTYIRL
Ducati144.2+22.605
8
6Stefan BRADLGER
Aprilia144.1+23.603
9
25Maverick VIÑALESSPA
Suzuki143.8+26.148
10
99Jorge LORENZOSPA
Yamaha143.7+27.604
11
53Tito RABATSPA
Honda138.2+1'21.830
12
26Dani PEDROSASPA
Honda135.1+1'54.369
13
38Bradley SMITHGBR
Yamaha104.03 Laps
Not Classified


19Alvaro BAUTISTASPA
Aprilia144.51 Lap


51Michele PIRROITA
Ducati142.07 Laps


46Valentino ROSSIITA
Yamaha145.110 Laps


41Aleix ESPARGAROSPA
Suzuki136.810 Laps


4Andrea DOVIZIOSOITA
Ducati140.811 Laps


9Danilo PETRUCCIITA
Ducati138.811 Laps
Not Finished 1st Lap


35Cal CRUTCHLOWGBR
Honda
0 Lap
Not Starting


68Yonny HERNANDEZCOL
Ducati
0 Lap

Neste domingo foi a vez de ouvir o hino japonês na Moto2. Takaaki Nakagami, que já havia beliscado várias vezes esta primeira vitória, comemorou bastante o feito. Ele brigou diretamente contra grandes nomes da categoria como Johann Zarco, Thomas Luthi, Franco Morbidelli e Sam Lowes. Levou a melhor e no fim, beneficiado pela chuva que caiu e levou a interrupção por bandeira vermelha, e ficou com a vitória.

Na largada Thomas Luthi manteve a ponta seguido de Dominique Aegerter e Sam Lowes. No segundo giro Aegerter passou por Luthi, mas levou o troco e acabou perdendo também a posição para Lowes. No fim da volta, no entanto, ele conseguiu dar o troco no inglês. Johann Zarco, que largou em segundo, caiu para quarto no primeiro momento, mas não estava num bom ritmo e nos giros seguintes foi superado por Takaaki Nakagami, Franco Morbidelli e Lorenzo Baldassarri, caindo pra sétimo.

Morbidelli seguiu progredindo, passou por Nakagami, Aegerter e Luthi para liderar a corrida. Outro que não teve um bom início de prova foi Alex Rins que na volta cinco andava na nona colocação. Nakagami chegou em Morbidelli e os dois começaram a duelar pela primeira colocação. O italiano acabou perdendo o "fôlego", foi superado pelo japonês e também por Luthi e Zarco, caindo para quarto. Com seis voltas para o fim começou a pingar na pista e Thomas Luthi foi a primeira vitima, caindo e abandonando. A bandeira vermelha foi acionada com duas voltas para o fim e Nakagami levou.

Confira abaixo o resultado final da corrida:

1
30Takaaki NAKAGAMIJPN
Kalex165.534'33.948
2
5Johann ZARCOFRA
Kalex165.3+2.435
3
21Franco MORBIDELLIITA
Kalex165.1+5.670
4
22Sam LOWESGBR
Kalex165.0+7.069
5
7Lorenzo BALDASSARRIITA
Kalex164.9+7.883
6
40Alex RINSSPA
Kalex164.8+9.215
7
24Simone CORSIITA
Speed Up164.8+9.482
8
73Alex MARQUEZSPA
Kalex164.3+15.004
9
77Dominique AEGERTERSWI
Kalex164.3+15.227
10
94Jonas FOLGERGER
Kalex164.3+15.404
11
19Xavier SIMEONBEL
Speed Up164.2+16.374
12
11Sandro CORTESEGER
Kalex164.2+16.567
13
23Marcel SCHROTTERGER
Kalex163.6+24.770
14
52Danny KENTGBR
Kalex163.5+25.017
15
44Miguel OLIVEIRAPOR
Kalex163.5+25.542
16
60Julian SIMONSPA
Speed Up163.5+25.729
17
97Xavi VIERGESPA
Tech 3162.8+34.115
18
2Jesko RAFFINSWI
Kalex162.8+34.180
19
54Mattia PASINIITA
Kalex162.8+34.764
20
87Remy GARDNERAUS
Kalex162.3+41.438
21
32Isaac VIÑALESSPA
Tech 3162.2+42.058
22
70Robin MULHAUSERSWI
Kalex161.7+48.683
23
57Edgar PONSSPA
Kalex161.2+56.096
Not Classified


12Thomas LUTHISWI
Kalex164.83 Laps


10Luca MARINIITA
Kalex155.44 Laps


55Hafizh SYAHRINMAL
Kalex161.87 Laps


49Axel PONSSPA
Kalex135.717 Laps


Água mole e pedra dura, tanto bate até que fura. O velho ditado pôde ser conferido neste domingo em Assen na prova da Moto3. O italiano Francesco Bagnaia, que já havia batido tanto na porta, com três pódios na temporada, enfim, conseguiu vencer. O mesmo pode-se dizer para a montadora indiana Mahindra, que já está a algum tempo no Mundial de Moto-Velocidade, mas que ainda não havia vencido. Segue abaixo o relato da prova:

Na largada Romano Fenati assumiu a ponta seguido de Brad Binder e o pole Enea Bastianini caiu para terceiro. Albert Arenas caiu no fim da primeira volta. No segundo giro foi a vez Francesco Bagnaia assumir a liderança. O argentino Gabriel Rodrigo perdeu o controle da moto, caiu e levou junto Fabio Quartararo. No quinto giro Fabio di Giannantonio passou por Bagnaia para liderar o comboio.

Na sete Aron Canet e Juanfran Guevara também foram ao chão e ambos abandonaram. O pelotão pela briga pela vitória tinha 13 motos no meio da corrida. Com seis voltas para o fim Binder cometeu um erro, escapou da pista, foi na grama, mas conseguiu controlar a moto e não cair. Mas, despencou para a 13ª colocação. Duas voltas depois Bastianini forçou para cima do Nicolo Bulega, tocou nele e caiu.

Na abertura da última volta Bagnaia liderava, mas foi superado por Niccolo Antoneli na primeira curva. Fenati foi junto e Bagnaia caiu para terceiro. Fenati assumiu a ponta no meio da volta. Nas curvas finais Andrea Migno passou os três numa mesma manobra. Mas na última curva Bagnaia tirou forças sabe lá de onde, passou e venceu a corrida, primeira vitória da Mahindra na categoria.

Segue abaixo o resultado final da corrida:

1
21Francesco BAGNAIAITA
Mahindra156.938'11.535
2
4Fabio DI GIANNANTONIOITA
Honda156.9+0.039
3
16Andrea MIGNOITA
KTM156.9+0.018
4
5Romano FENATIITA
KTM156.9+0.084
5
23Niccolò ANTONELLIITA
Honda156.9+0.136
6
95Jules DANILOFRA
Honda156.9+0.161
7
8Nicolo BULEGAITA
KTM156.9+0.826
8
36Joan MIRSPA
KTM156.9+0.839
9
64Bo BENDSNEYDERNED
KTM156.9+1.023
10
48Lorenzo DALLA PORTAITA
Honda156.9+1.038
11
65Philipp OETTLGER
KTM156.9+1.153
12
41Brad BINDERRSA
KTM156.1+12.169
13
84Jakub KORNFEILCZE
Honda155.9+15.641
14
6Maria HERRERASPA
KTM155.7+18.518
15
11Livio LOIBEL
Honda155.7+18.549
16
17John MCPHEEGBR
Peugeot155.7+18.602
17
40Darryn BINDERRSA
Mahindra154.4+36.919
18
43Stefano VALTULINIITA
Mahindra154.1+41.562
19
7Adam NORRODINMAL
Honda154.1+41.647
20
77Lorenzo PETRARCAITA
Mahindra153.3+54.639
21
3Fabio SPIRANELLIITA
Mahindra153.2+55.295
22
22Danny WEBBGBR
Mahindra152.6+1'04.271
Not Classified


33Enea BASTIANINIITA
Honda156.84 Laps


55Andrea LOCATELLIITA
KTM153.94 Laps


10Alexis MASBOUFRA
Peugeot155.210 Laps


24Tatsuki SUZUKIJPN
Mahindra155.210 Laps


58Juanfran GUEVARASPA
KTM152.715 Laps


44Aron CANETSPA
Honda155.716 Laps


19Gabriel RODRIGOARG
KTM147.721 Laps


20Fabio QUARTARAROFRA
KTM147.121 Laps


89Khairul Idham PAWIMAL
Honda143.521 Laps