domingo, 22 de maio de 2016



A MotoGP foi até a Itália, mas quem deram as cartas foram os espanhóis. Valentino Rossi até começou muito bem o final de semana, marcando a pole-position. Mas durante a corrida o Doutor sofreu com uma quebra de motor e abandonou a briga. Jorge Lorenzo e Marc Marquez deram início então a um duelo impressionante. Na última volta os dois pararam de medir consequências e duelaram como se não houvesse mais amanhã. E por muito pouco deu Yamaha. Segue abaixo o relato:

Jorge Lorenzo largou muito bem e pulou da quinta para a primeira colocação seguido de Valentino Rossi e Aleix Espargaró. Alvaro Bautista, Loris Baz e Jack Miller se envolveram num acidente na primeira curva e caíram. Rossi até passou Lorenzo no início da segunda volta, mas espalhou na curva e tomou o troco. Yonny Hernandez tomou um ride-through por queima de largada. Na terceira volta Marc Marquez passou por Aleix pela terceira colocação.

Na volta sete o motor da moto de Rossi estourou e ele abandonou a corrida. Com sete voltas para o fim, na briga interna da Ducati, Andrea Iannone passou Andrea Dovizioso pelo terceiro posto. Dovizioso tentou dar o troco, mas espalhou e perdeu a posição para Dani Pedrosa. Com três voltas para o fim Pedrosa passou Iannone pela última colocação do pódio, mas levou o troco. Lá na frente Marquez chegou em Lorenzo e os dois digladiaram pela vitória. Marquez foi ultrapassado pelo rival em cima da linha de chegara e terminou em segundo por apenas 19 milésimos.

Segue abaixo o resultado final da corrida:

1
99Jorge LORENZOSPA
Yamaha
41'36.535
2
93Marc MARQUEZSPA
Honda
+0.019
3
29Andrea IANNONEITA
Ducati
+4.742
4
26Dani PEDROSASPA
Honda
+4.910
5
4Andrea DOVIZIOSOITA
Ducati
+6.256
6
25Maverick VIÑALESSPA
Suzuki
+8.670
7
38Bradley SMITHGBR
Yamaha
+13.340
8
9Danilo PETRUCCIITA
Ducati
+14.598
9
41Aleix ESPARGAROSPA
Suzuki
+18.643
10
51Michele PIRROITA
Ducati
+22.298
11
35Cal CRUTCHLOWGBR
Honda
+27.936
12
8Hector BARBERASPA
Ducati
+35.712
13
50Eugene LAVERTYIRL
Ducati
+38.032
14
6Stefan BRADLGER
Aprilia
+40.094
15
44Pol ESPARGAROSPA
Yamaha
+59.811
16
68Yonny HERNANDEZCOL
Ducati
+1'04.397
Not Classified


46Valentino ROSSIITA
Yamaha
15 Laps


45Scott REDDINGGBR
Ducati
15 Laps
Not Finished 1st Lap


43Jack MILLERAUS
Honda
0 Lap


19Alvaro BAUTISTASPA
Aprilia
0 Lap


76Loris BAZFRA
Ducati
0 Lap


A Moto2 aprontou novamente. Não bastasse aquele papelão na abertura do campeonato no Qatar, em que vários pilotos foram punidos por queima de largada e que as punições foram sendo anunciadas até as últimas voltas, em Mugello causaram novamente. Teve uma bandeira vermelha no meio devido a um acidente e se embananaram todos com os procedimentos de relargada e perderam muito tempo. No fim Johann Zarco venceu novamente. Segue abaixo o relato:

A largada foi bem confusa, com várias trocas de posições, até que Takaaki Nakagami se manteve na ponta. No fim do primeiro giro, no entanto, Sam Lowes, que largou da pole, recuperou a liderança com Lorenzo Baldassarri em segundo. Na segunda volta Thomas Luthi passou tanto por Nakagami quanto por Baldassarri para ocupar a vice-liderança. Lá atrás Alex Marquez e Luca Marini se envolveram num acidente e abandonaram. No terceiro giro foi a vez de Lowes perder a ponta para Luthi.

Alex Rins chegou na briga pela ponta contra Luthi, Lowes, Baldassarri e Nakagami na quarta volta. Xavi Vierge caiu na quinta volta e acabou danificando um colchão de segurança. Por isto a direção de prova teve que chamar a bandeira vermelha. Axel Pons, Rins, Simone Corsi, Xavier Simeon, Ratthapark Wilairot, Julian Simon, Federico Fuligni e Nakagami foram penalizados por perderam a janela de realinhamento da moto no grid. Estavam todos no grid já e tiveram todos que retornar aos pits por esta confusão.

Quando a prova enfim começou, Luthi pulou na frente seguido de Baldassarri e Hafizh Syahrin. Baldassarri assumiu a ponta no giro seguinte, mas tomou o troco de Luthi na abertura na terceira volta. Os dois seguiram alternando de posição volta a volta até que Johann Zarco chegou nos dois e pulou para segunda no quarto giro. Na cinco Zarco assumiu a liderança da corrida.

Zarco e Baldassarri começaram a dar um espetáculo na briga pela vitória. Alternaram de posição várias vezes, fizeram diversas curvas lado a lado. A última volta abriu com Baldassarri passando Zarco no fim da grande reta. No meio da volta Zarco reassumiu a posição. Dai não houve mais mudanças e Zarco venceu por apenas 30 milésimos. Atrás deles Lowes passou Luthi no último giro pelo terceiro posto.

Confira abaixo o resultado final da corrida:

1
5Johann ZARCOFRA
Kalex
18'59.391
2
7Lorenzo BALDASSARRIITA
Kalex
+0.030
3
22Sam LOWESGBR
Kalex
+1.096
4
12Thomas LUTHISWI
Kalex
+1.215
5
55Hafizh SYAHRINMAL
Kalex
+1.653
6
49Axel PONSSPA
Kalex
+2.110
7
40Alex RINSSPA
Kalex
+5.649
8
21Franco MORBIDELLIITA
Kalex
+6.249
9
30Takaaki NAKAGAMIJPN
Kalex
+6.280
10
77Dominique AEGERTERSWI
Kalex
+6.322
11
11Sandro CORTESEGER
Kalex
+6.720
12
24Simone CORSIITA
Speed Up
+7.659
13
44Miguel OLIVEIRAPOR
Kalex
+7.718
14
52Danny KENTGBR
Kalex
+7.745
15
94Jonas FOLGERGER
Kalex
+8.046
16
73Alex MARQUEZSPA
Kalex
+9.300
17
60Julian SIMONSPA
Speed Up
+10.410
18
23Marcel SCHROTTERGER
Kalex
+11.585
19
88Ricard CARDUSSPA
Suter
+11.654
20
42Federico FULIGNIITA
Kalex
+14.739
21
70Robin MULHAUSERSWI
Kalex
+15.089
22
14Ratthapark WILAIROTTHA
Kalex
+15.098
23
57Edgar PONSSPA
Kalex
+21.012
24
32Isaac VIÑALESSPA
Tech 3
+21.734
25
33Alessandro TONUCCIITA
Kalex
+30.005
26
2Jesko RAFFINSWI
Kalex
+50.423
Not Classified


39Luis SALOMSPA
Kalex
2 Laps


54Mattia PASINIITA
Kalex
9 Laps
Not Starting


19Xavier SIMEONBEL
Speed Up
0 Lap


10Luca MARINIITA
Kalex
0 Lap


97Xavi VIERGESPA
Tech 3
0 Lap


O sul-africano Brad Binder tomou gosto pela vitória na Moto3. Neste domingo em Mugello, Itália, o piloto da Red Bull KTM Ajo chegou a marca da terceira vitória seguida. São seis pódios nas seis etapas da temporada o que o coloca na liderança disparada do campeonato. Ele tem 127 pontos contra 78 do espanhol Jorge Navarro. Mas, a prova foi longe de ser fácil para ele. Os cinco primeiros cruzaram a linha de chegada separados por menos de um segundo. Confira abaixo o relato da corrida:

Romano Fenati manteve a ponta seguido de Andrea Migno e Brad Binder. No complemento da primeira volta Migno assumiu a ponta, mas foi superado por Jorge Navarro no mesmo giro. O pelotão pela briga pela ponta tinha mais de 10 voltas, com mudanças constantes de posições. Fenati retornou a primeira posição na volta três depois de Francesco Bagnaia também passar por lá.

Outro que chegou a liderar foi Fabio Di Giannantonio por alguns instantes. Fabio Quartararo foi outro a passar pela ponta da corrida na volta nove. Romano Fenati, um dos destaques da corrida, abandonou com problemas na moto no meio da prova. Navarro acabou caindo na parte final e deu adeus a briga pela vitória. Com cinco voltas para o fim Brad Binder voltou para liderança.

Nada definido na corrida com três voltas para o fim, com mais de 10 motos andando no mesmo segundo. Di Giannantonio passou Binder para ocupar o primeiro posto. Na abertura da última volta Binder pulou pra primeiro com Bagnaia e Quartararo atrás brigando pela segunda colocação. No fim Binder venceu com 38 milésios de vantagem para Di Giannantonio e 69 para Bagnaia.

Confira abaixo o resultado final da corrida:

12541Brad BINDERRSA
KTM
39'49.382
2204Fabio DI GIANNANTONIOITA
Honda
+0.038
31621Francesco BAGNAIAITA
Mahindra
+0.069
41323Niccolò ANTONELLIITA
Honda
+0.075
51120Fabio QUARTARAROFRA
KTM
+0.077
61076Hiroki ONOJPN
Honda
+1.037
7936Joan MIRSPA
KTM
+1.532
888Nicolo BULEGAITA
KTM
+1.538
9758Juanfran GUEVARASPA
KTM
+1.567
10616Andrea MIGNOITA
KTM
+1.762
11595Jules DANILOFRA
Honda
+1.791
12433Enea BASTIANINIITA
Honda
+1.792
13319Gabriel RODRIGOARG
KTM
+1.933
14288Jorge MARTINSPA
Mahindra
+2.011
15148Lorenzo DALLA PORTAITA
KTM
+2.041
16
11Livio LOIBEL
Honda
+2.391
17
84Jakub KORNFEILCZE
Honda
+2.434
18
64Bo BENDSNEYDERNED
KTM
+2.577
19
24Tatsuki SUZUKIJPN
Mahindra
+2.775
20
98Karel HANIKACZE
Mahindra
+4.289
21
6Maria HERRERASPA
KTM
+4.916
22
7Adam NORRODINMAL
Honda
+34.654
23
17John MCPHEEGBR
Peugeot
+34.692
24
43Stefano VALTULINIITA
Mahindra
+34.739
25
77Lorenzo PETRARCAITA
Mahindra
+42.628
Not Classified


44Aron CANETSPA
Honda
1 Lap


89Khairul Idham PAWIMAL
Honda
1 Lap


3Fabio SPIRANELLIITA
Mahindra
1 Lap


55Andrea LOCATELLIITA
KTM
7 Laps


9Jorge NAVARROSPA
Honda
9 Laps


5Romano FENATIITA
KTM
11 Laps


40Darryn BINDERRSA
Mahindra
13 Laps


10Alexis MASBOUFRA
Peugeot
17 Laps
 
A segunda etapa da temporada do Superbike Brasil foi realizada neste domingo em Interlagos e Danilo Lewis (BMW) foi o grande vencedor. Ele assumiu a ponta já na largada, de onde não mais saiu. Com a classificação foi disputada como muita chuva, a pole acabou ficando com o argentino Marco Solorza (Kawasaki) que fez a estreia dele no campeonato. Mas na hora da corrida, com pista seca, Lewis se sobressaiu. Segue abaixo um relato da etapa:

Danilo Lewis largou muito bem e assumiu a ponta seguido de Wesley Gutierrez (Kawasaki). O pole Marco Solorza caiu para a terceira colocação. No segundo giro foi a vez de Sebastiano Zerbo (BMW) superar Solorza e assumir o terceiro posto. Na volta seguinte Maico Teixeira (Honda) partiu para cima de Solorza, passou, mas levou o troco. Na quarta volta, no entanto, ele conseguiu a ultrapassagem definitiva.

Enquanto Lewis sumia na liderança, na briga pelo segundo posto Zerbo passava por Gutierrez pra ficar com a posição. Gutierrez, no entanto, conseguiu dar o troco e Maico Teixeira foi junto, assumindo a terceira colocação. Na volta seis Teixeira deixou Gutierrez para trás pelo segundo posto, mas levou o troco em seguida. Zerbo estava colado nos dois, só observando.

Diego Faustino (Honda), que não se classificou muito bem, partiu para a prova de recuperação e na volta sete já era o quinto colocado depois de passar por Marco Solorza. Teixeira conseguiu passar Gutierrez mais uma vez pelo vice-liderança e evitou o troco do rival. Lá na frente, com quase 10 segundos de vantagem, Danilo Lewis confirmou a vitória.

Confira abaixo o resultado final da corrida:

 1  17  Danilo Lewis  P  14  23:11.586   




 2  36  Maico Teixeira  P  14  23:21.544  9.958 




 3  134  Wesley Gutierrez  P  14  23:23.537  11.951 




 4  81  Sebastiano Zerbo  P  14  23:24.304  12.718 




 5  68  Diego Faustino  P  14  23:24.658  13.072 




 6  55  Marco Solorza  P  14  23:29.696  18.110 




 7  51  José Luiz T. Cachorrão  P  14  23:40.238  28.652 




 8  5  Mauro Thomassini  P  14  23:58.385  46.799 




 9  88  Diego Pretel  P  14  23:58.407  46.821 




 10  26  Sebastian L. Martinez  P  14  24:00.503  48.917 




 11  34  Bruno Corano  P  14  24:00.833  49.247 




 12  56  Juracy Rodrigues Black  PE  14  24:12.324  1:00.738 




 13  44  Alex Borges  PA  14  24:12.526  1:00.940 




 14  72  Juninho Trudes  P  14  24:13.035  1:01.449 




 15  47  Fabio Nallin  PA  14  24:13.817  1:02.231 




 16  77  Luciano Pokemon  PE  14  24:20.639  1:09.053 




 17  6  Jeferson M. Friche  PA  14  24:21.381  1:09.795 




 18  8  Daniel Gurgel  P  14  24:21.594  1:10.008 




 19  23  Sharbel El Hajjar  PA  14  24:31.708  1:20.122 




 20  137  James Michael  PA  14  24:43.991  1:32.405 




 21  777  Pablo Nunes  P  14  24:46.668  1:35.082 




 22  75  Fabricio de Castro  PA  14  24:51.602  1:40.016 




 23  80  Mauricio Paludete Lingüiça  P  13  23:25.529  -- 1 lap -- 




 24  100  Jirios Semaan Abboud  PM  13  24:08.423  -- 1 lap -- 




 25  2  Elson Tenebra Otero  PM  13  24:20.048  -- 1 lap -- 




 26  78  Rui Luiz Alves M Cardoso  PA  10  18:00.721  -- 4 laps -- 




 27  177  Marcelo Skaf  P  10  18:29.136  -- 4 laps -- 




 28  41  Massao Nishimoto  P  9  15:33.851  -- 5 laps -- 




 29  913  Fernando Guerra  P  6  10:11.656  -- 8 laps -- 




 30  3  Daniel Toloni  PA  1  2:00.521  -- 13 laps - 




Foto: Anderson Romão

sábado, 14 de maio de 2016


O Mundial de Superbike embarcou para a Malásia para a sexta etapa da temporada e na primeira corrida do final de semana o inglês Tom Sykes da Kawasaki dominou com sobras. Ele largou da pole e foi momentaneamente superado, mas rapidamente retomou a liderança e foi embora, fazendo uma corrida tranquila na frente até receber a bandeira quadriculada.

Alex Lowes pulou melhor na largada e assumiu a ponta seguido de Jonathan Rea e Tom Sykes. Os dois pilotos da Kawasaki, no entanto, acabaram alternando a posição já na segunda curva depois de um pequeno erro do atual campeão. No fim do primeiro giro foi a vez de Lowes ser superado por Sykes. Rea e Chaz Davies foram juntos e o piloto da Yamaha caiu para a quarta colocação.

As posições se estabilizaram e pouca coisa aconteceu nos giros seguintes. Após a metade da prova Lowes perdeu mais um pouco de terreno. Foi superado por Markus Reiterberger, que fazia uma boa prova e chegava a quarta colocação depois de também superar Jordi Torres, Michael Van der Mark, Davide Giugliano e Nick Hayden. Lorenzo Savadori, que fazia boa corida entre os 10 primeiros, caiu na volta 10.

Com quatro voltas para o fim, no entanto, a BMW de Reiterberger deixou ele na mão e ele ficou lento pela pista. Torres, em outra BMW, pulou para quarta colocação. No fim não houve mais mudanças entre os três primeiros colocados e Tom Sykes venceu com muito tranquilidade, com mais de cinco segundos de vantagem para Rea. Davies fechou o pódio na terceira colocação.

Confira abaixo o resultado final da corrida:

domingo, 8 de maio de 2016



O espanhol Jorge Lorenzo foi o grande nome da etapa da França da MotoGP neste final de semana em Le Mans. Ele largou da pole e dominou toda a corrida, sem dar chances aos rivais e com o resultado assumiu a liderança do campeonato. Marc Marquez, que chegou a etapa na ponta da tabela, caiu e marcou apenas três pontos e agora eles estão separados por cinco. Segue abaixo um relato da prova:

Jorge Lorenzo manteve a ponta na largada e Andrea Dovizioso pulou para segundo com Pol Espargaro em terceiro. Valentino Rossi, que não largou bem, começou a se recuperar ainda no início. Pol Espargaró não aguentou muito tempo na frente e ainda nos primeiros giros foi superado por Andrea Iannone, Marc Marquez e Rossi. Na quarta volta, na briga interna da Ducati, Iannone deu um "passão" para cima de Dovizioso e assumiu a segunda colocação.

No giro seguinte, no entanto, Iannone caiu, mais uma vez na temporada. Cal Crutchlow, outro que também cai muito, foi ao chão em outro ponto da pista. Na volta nove Rossi passou Marquez e no giro seguinte foi a vez de Dovizioso ser superado pelo Doutor. Na 15 tanto Dovizioso quanto Marquez caíram juntos e com isto Maverick Viñales foi alçado ao terceiro posto. Daí não teve mais mudanças e a Yamaha garantiu a dobradinha com o piloto da Suzuki em terceiro.

Confira abaixo o resultado final da corrida:

1
99Jorge LORENZOSPA
Yamaha
43'51.290
2
46Valentino ROSSIITA
Yamaha
+10.654
3
25Maverick VIÑALESSPA
Suzuki
+14.177
4
26Dani PEDROSASPA
Honda
+18.719
5
44Pol ESPARGAROSPA
Yamaha
+24.931
6
41Aleix ESPARGAROSPA
Suzuki
+32.921
7
9Danilo PETRUCCIITA
Ducati
+38.251
8
8Hector BARBERASPA
Ducati
+38.504
9
19Alvaro BAUTISTASPA
Aprilia
+48.536
10
6Stefan BRADLGER
Aprilia
+54.502
11
50Eugene LAVERTYIRL
Ducati
+1'02.677
12
76Loris BAZFRA
Ducati
+1'07.658
13
93Marc MARQUEZSPA
Honda
1 Lap
Not Classified


38Bradley SMITHGBR
Yamaha
9 Laps


43Jack MILLERAUS
Honda
11 Laps


4Andrea DOVIZIOSOITA
Ducati
13 Laps


29Andrea IANNONEITA
Ducati
17 Laps


53Tito RABATSPA
Honda
21 Laps


35Cal CRUTCHLOWGBR
Honda
22 Laps


68Yonny HERNANDEZCOL
Ducati
22 Laps


45Scott REDDINGGBR
Ducati
23 Laps

Depois de vencer nos Estados Unidos, o espanhol Álex Rins parece ter pegado gosto pelo ponto mais alto do pódio e repetiu a dose neste domingo na França. O piloto da Paginas Amarillas HP 40 largou em segundo, mas não demorou a assumir a liderança. Daí imprimiu um ritmo forte e não deu chance aos concorrentes. Com isto ele foi 87 pontos no campeonato contra 82 de Sam Lowes. Segue abaixo um relato da corrida:

Thoma Luthi manteve a ponta na largada seguido de Franco Morbidelli, que pulou bem de quinto para segundo. Ainda na primeira volta Jonas Folger caiu e saiu da briga pela vitória. Alex Rins, que havia caído para quarto após a largada, conseguiu dar o troco em Takaaki Nakagami e Morbidelli ainda no primeira giro e voltou ao segundo posto. Na terceira volta foi a vez de Luthi ser superado por Rins na briga pela liderança. No entanto, o suíço deu o troco,

No giro seguinte Rins passou novamente e daí conseguiu manter a posição. Na seis foi a vez de Corsi e Lorenzo Baldassarri passarem por Luthi, que caiu para quarto. Na 12 Alex Marquez caiu, mais uma vez na temporada. Na 14 o campeão Johann Zarco, que não fazia uma boa corrida, caiu e até conseguiu voltar, mas nas últimas colocações. Baldassarri, que fazia uma bela corrida, caiu sozinho com cinco voltas para o fim. Com isto Morbidelli subiu para a quarta colocação. Não houve mais mudança entre os ponteiros e Rins confirmou a vitória.

Confira abaixo o resultado final da corrida:

1
40Alex RINSSPA
Kalex
42'27.312
2
24Simone CORSIITA
Speed Up
+1.802
3
12Thomas LUTHISWI
Kalex
+4.608
4
21Franco MORBIDELLIITA
Kalex
+9.148
5
30Takaaki NAKAGAMIJPN
Kalex
+9.828
6
22Sam LOWESGBR
Kalex
+10.626
7
49Axel PONSSPA
Kalex
+25.477
8
55Hafizh SYAHRINMAL
Kalex
+25.961
9
44Miguel OLIVEIRAPOR
Kalex
+29.481
10
39Luis SALOMSPA
Kalex
+29.368
11
19Xavier SIMEONBEL
Speed Up
+29.573
12
10Luca MARINIITA
Kalex
+29.773
13
77Dominique AEGERTERSWI
Kalex
+30.183
14
23Marcel SCHROTTERGER
Kalex
+30.244
15
97Xavi VIERGESPA
Tech 3
+36.538
16
54Mattia PASINIITA
Kalex
+38.602
17
7Lorenzo BALDASSARRIITA
Kalex
+44.911
18
70Robin MULHAUSERSWI
Kalex
+45.297
19
52Danny KENTGBR
Kalex
+45.755
20
32Isaac VIÑALESSPA
Tech 3
+50.278
21
14Ratthapark WILAIROTTHA
Kalex
+55.773
22
33Alessandro TONUCCIITA
Kalex
+1'01.790
23
2Jesko RAFFINSWI
Kalex
+1'02.201
24
5Johann ZARCOFRA
Kalex
+1'02.484
25
69Danny ESLICKUSA
Suter
+1'39.502
Not Classified


73Alex MARQUEZSPA
Kalex
13 Laps


60Julian SIMONSPA
Speed Up
19 Laps


94Jonas FOLGERGER
Kalex
25 Laps


O italiano Antonio Cairoli foi o grande nome da sétima etapa da temporada 2016 do MXGP em Teutschenthal, na Alemanha. Na primeira corrida ele teve bastante trabalho para defender a posição dos ataques do esloveno Tim Gajser. Conseguiu com louvor e venceu. Já na segunda a vida dele foi um pouco mais facilitada. Os rivais não conseguiram se aproximar e ele levou com quase três segundos de vantagem. Segue abaixo um relato da etapa:

Corrida 1

O "holeshot" ficou com o italiano Antonio Cairoli seguido de Christophe Charlier e Maximilian Nagl. Romain Febvre caiu na primeira volta e teve que partir para a recuperação. Na segunda volta Tim Gajser conseguiu passar Nagl pelo terceiro posto e foi a caça de Charlier. Na volta quatro ele chegou no rival e conseguiu a ultrapassagem, ocupando a vice-liderança.

Na volta sete foi a vez de Cairoli ser superado por Gajser, numa bela ultrapassagem. O italiano, no entanto, não deixou barato e deu o troco. Daí para frente o italiano apertou o ritmo para não dar mais chances a Gajser e conseguiu manter uma boa distância e no fim cruzou a linha de chegada 4,991 segundos a frente do esloveno. Nagl completou o pódio em terceiro.

Corrida 2

Antonio Cairoli fez o "holeshot" seguido de Evgeny Bobryshev. Vários pilotos caíram na primeira curva incluindo Steven Lenoir, Charlier Christophe e Milko Potisek. Na segunda volta Tim Gajser passou Maximilian Nagl pela terceira colocação e foi atrás dos ponteiros. Gajser, no entanto, mais uma vez quis andar mais que a moto e caiu quando atacava Bobryshev pela segunda colocação.

Valentin Guillod começou a se destacar na volta quatro, passou tanto Romain Febvre quanto Jeremy Van Horebeek pela quarta colocação. Febvre conseguiu dar o troco dele no giro seguinte. Na nove Nagl caiu e perdeu a posição para Febvre. Gajser, que vinha numa recuperação impressionante, já era o sétimo colocado com 10 minutos para zerar o relógio na regressiva.

Van Horebeek também caiu na volta 9, um tombo até feio, mas por sorte nada sofreu. Com tudo isto Febvre pulou para terceiro com Guillod em quarto e Gajser em quinto. Com cinco minutos para o fim Gajser passou Guillod pela quarta colocação. As últimas voltas foram marcadas por uma pressão absurda de Febvre para cima de Bobryshev pela segunda colocação, mas o russo não cedeu a posição. Lá na frente Cairoli venceu com facilidade.

Confira abaixo como está a classificação do campeonato:

1243Gajser, TimSLO HON299

















2461Febvre, RomainFRA YAM291

















3222Cairoli, A.ITA KTM263

















412Nagl, M.GER HUS238

















5777Bobryshev, E.RUS HON232

















689Van Horebeek, J.BEL YAM215

















722Strijbos, K.BEL SUZ169

















824Simpson, ShaunGBR KTM168

















992Guillod, V.SUI YAM139

















10259Coldenhoff, G.NED KTM136

















11100Searle, TommyGBR KAW130

















1223Charlier, C.FRA HUS124

















138Townley, BenNZL SUZ99

















1432Potisek, MilkoFRA YAM88

















1525Desalle, C.BEL KAW82


















O sul-africano Brad Binder parece ter tomado gosto pelas vitórias. Depois de vencer em Jerez duas semanas atrás, ele repetiu o feito em Le Mans. Desta forma ele começou a sobrar no campeonato, pois vinha de três outros pódios (segundo no Qatar e terceiro na Argentina e nos Estados Unidos). A briga, no entanto, foi dura, principalmente contra Romano Fenati, outro piloto que já venceu na temporada. No fim Binder venceu por 99 milésimos.

Na largada Brad Binder partiu melhor e assumiu a ponta seguido de Niccolò Antonelli e Romano Fenati. Na segunda volta, no entanto, tudo mudou. Fenati passou os dois para assumir a ponta. O espanhol Joan Mir e o argentino Gabriel Rodrigo foram punidos por queima de largada. A briga lá na frente pela vitória continuava dura num pelotão com cerca de 10 motos. Binder retornou a frente na quarta volta e Jorge Navarro foi junto.

Depois da metade da corrida os quatro primeiros conseguiram se desgarrar do rest do pelotão. Fenati liderava com Binder em segundo, Navarro em terceiro e Aron Canet em quarto. Navarro chegou a passar Binder pelo segundo posto, mas levou o troco com duas voltas para o fim. Binder foi então pra cima de Fenati e tomou a ponta na fim da penúltima volta. Navarro tentou ir junto, mas o italiano não deixou.

Nos últimos giros Canet tentou forçar para cima de Navarro, os dois quase se tocaram, mas Canet colocou a cabeça no lugar e recolheu para não tocar no companheiro de equipe. A frente deles Fenati até tentou, mas Binder cruzou na ponta com 99 milésimos de vantagem para o italiano. Com o resultado Binder saltou para 102 pontos no campeonato contra 87 de Navarro e 76 de Fenati.

Confira abaixo o resultado final da corrida:

12541Brad BINDERRSA
KTM
41'31.041
2205Romano FENATIITA
KTM
+0.099
3169Jorge NAVARROSPA
Honda
+0.387
41344Aron CANETSPA
Honda
+1.354
5118Nicolo BULEGAITA
KTM
+7.147
61020Fabio QUARTARAROFRA
KTM
+7.616
7916Andrea MIGNOITA
KTM
+8.016
8823Niccolò ANTONELLIITA
Honda
+8.457
9784Jakub KORNFEILCZE
Honda
+9.850
10655Andrea LOCATELLIITA
KTM
+9.926
11511Livio LOIBEL
Honda
+12.293
12421Francesco BAGNAIAITA
Mahindra
+13.738
13358Juanfran GUEVARASPA
KTM
+13.511
14289Khairul Idham PAWIMAL
Honda
+13.907
15124Tatsuki SUZUKIJPN
Mahindra
+14.382
16
64Bo BENDSNEYDERNED
KTM
+20.915
17
4Fabio DI GIANNANTONIOITA
Honda
+21.229
18
88Jorge MARTINSPA
Mahindra
+24.091
19
10Alexis MASBOUFRA
Peugeot
+38.782
20
17John MCPHEEGBR
Peugeot
+38.852
21
6Maria HERRERASPA
KTM
+38.986
22
43Stefano VALTULINIITA
Mahindra
+54.550
23
3Fabio SPIRANELLIITA
Mahindra
+1'03.526
24
77Lorenzo PETRARCAITA
Mahindra
+1'03.593
25
36Joan MIRSPA
KTM
+1'05.491
Not Classified


19Gabriel RODRIGOARG
KTM
1 Lap


99Enzo BOULOMFRA
KTM
8 Laps


76Hiroki ONOJPN
Honda
9 Laps


40Darryn BINDERRSA
Mahindra
14 Laps


65Philipp OETTLGER
KTM
21 Laps


95Jules DANILOFRA
Honda
22 Laps
Not Finished 1st Lap


7Adam NORRODINMAL
Honda
0 Lap


98Karel HANIKACZE
Mahindra
0 Lap

domingo, 1 de maio de 2016


Ímola recebeu o Mundial de Superbike neste final de semana para a quinta etapa da temporada. E mais uma vez a Ducati conseguiu quebrar a sequência da Kawasaki. Assim como em Aragão, na terceira etapa, só deu Chaz Davies. Ele fez a pole position, manteve a ponta na largada das duas corridas e foi embora rumo a vitória, sem ser incomodado pelos rivais.

As duas corridas foram muito semelhantes, quase o replay uma da outra. Enquanto Davies se mandava, as duas Kawasaki superavam Davide Giugliano pela segundo colocação. Sempre com Jonathan Rea a frente de Tom Sykes. Os dois andavam juntos durante toda a prova, mas o atual campeão conseguia evitar o ataque do companheiro de equipe e terminou as duas provas em segundo com Sykes em terceiro.

Só mesmo da quarta colocação para trás que tivemos algumas diferenças entre a corrida um e dois. No sábado Giugliano perdeu ainda o quarto posto para Jordi Torres e terminou só em quinto. No domingo Giugliano também perdeu a posição para Lorenzo Savadori, da Aprilia, mas conseguiu dar o troco e terminou em quarto com Leon Camier em quinto.

O Mundial retorna a ação no final de semana dos dias 14 e 15 de maio em Sepang, na Malásia. Confira abaixo como ficou a classificação do campeonato:

1. J. REA KAWASAKI 221
2. C. DAVIES DUCATI 186
3. T. SYKES KAWASAKI 154
4. M. VAN DER MARK HONDA 106
5. D. GIUGLIANO DUCATI 88
6. J. TORRES BMW 87
7. N. HAYDEN HONDA 82
8. L. SAVADORI APRILIA 64
9. L. CAMIER MV AGUSTA 60
10. A. LOWES YAMAHA 59