terça-feira, 23 de agosto de 2016


No mundo da ficção os Super Heróis usam seus poderes para voar, subir paredes e lutar aplicando golpes jamais vistos no mundo real. Mas você sabia que em algumas circunstancias a moto também é fundamental para eles? Sim, de nada adianta ter super poderes se eles não possuem um meio de locomoção rápido para combater a criminalidade nas grandes metrópoles.

Quem assistiu o filme: Batman: O Cavaleiro das Trevas, sabe que sem a moto invocada o Homem Morcego mais famoso do cinema, jamais iria conseguir por um fim nos planos do Coringa e sua corja de malfeitores.

Hoje vamos revelar um pouco desse universo curioso de alguns personagens da Liga da Justiça e Marvel que fazem uso da motoca para conseguir prender seus inimigos. Elaboramos uma lista de 5 Jogos Online de motos bem divertidos no qual o Super Homem, Batman, Hulk, Wolverine e Homem Aranha precisam mostrar toda suas habilidades sobre duas rodas, fazendo altas manobras para atingir seus objetivos.

Segue a lista.

Batman The Dark Ride – A cidade de Gotham City mais uma vez está em perigo, pois o Coringa junto com os terroristas pretendem lançar um gás para transformar as pessoas em zumbis. Somente o Batman é capaz de deter esses malfeitores que amedrontam e espalham violência por todos os cantos que passam. Junte-se ao herói mascarado e ajude ela a pilotar sua moto pegando as moedas para somar pontos e assim enfrentar a criminalidade.

Wolverine Bike Ride – O anti-herói dos quadrinhos da Marvel Comics e principal personagem do filme X Men Origens não poderia ficar de fora dessa seleção. Seu objetivo nesse game é ajudar ele a pilotar a moto em alta velocidade passando por obstáculos dos mais variados tipos. Acelere o máximo que puder nessa corrida e faça o seu melhor para desbloquear as demais fases desse joguinho irado. Quem é fã desse clássico herói dos filmes de ação e aventura vai curtir muito!

Ultimate Spider Cycle – Peter Parker mal sabe andar de bicicleta, mas quando ele se transforma no Homem Aranha ele capaz de habilidades incríveis! Com seus poderes de lançar teias e voar entre os prédios, ele sozinho é capaz de neutralizar muitos inimigos. Acontece que nesse game, ele tem a missão de entregar o soro anti-veneno para libertar Harry das garras tóxicas de Venom. Nessa hora não basta apenas usar os poderes, ele vai ter que pilotar a motocicleta desafiando a gravidade para conseguir salva Nova York mais uma vez. Ajude ele a completar o percurso com segurança e atingir os objetivos da missão.

Batman Vs Superman Race – Lex Luthor é o inimigo numero 1 do Superman e seu sonho de acabar com o Homem de Aço pode estar próximo nessa corrida que ele organizou secretamente, entre o Batman e o Super Homem. Junte-se aos heróis mais famosos do cinema e participe de uma corrida radical no qual quem perder o equilíbrio morre. Eles não podem usar seus poderes e vão ter que mostrar habilidade provando ser veloz e cuidadoso. Mas tome cuidado nas curvas se você representar o Super-Man, pois alguns parafusos foram removidos da suspensão justamente para ele cair e morrer.

Hulk ATV – Apesar de ser muito forte o Incrível Hulk não é muito veloz e quando precisa capturar os inimigos ele conta com ajuda motorizada. Junte-se a ele nesse joguinho irado de quadriciclo online e faça ele correr passando por cima de todos os obstáculos. Composto por 8 níveis de dificuldade esse game vai testar todas suas habilidades para acelerar e frear na hora certa evitando quedas. A missão do Hulk é apenas treinar, para quando ele precisar realmente perseguir seus adversários. A jogabilidade é fácil, use apenas as setas do teclado para mover ele e sua motoca envenenada.

domingo, 21 de agosto de 2016


A Inglaterra não vencia na MotoGP desde 1981, mas neste domingo este jejum teve fim. Com pista molhada Cal Crutchlow foi o melhor no circuito Tcheco de Brno neste domingo. A corrida começou com um domínio das Ducatis, mas com o decorrer da volta e com a secagem da pista, o inglês começou a levar vantagem sobre os rivais e venceu. Segue abaixo um breve relato da etapa.

Na largada Andrea Iannone assumiu a ponta, mas espalhou na primeira curva e tomou o troco de Marc Marquez. Andrea Dovizioso foi junto e Iannone caiu para terceiro. Na segunda volta as duas Ducati passaram pelo Marquez e Scott Redding foi junto, com isto Marquez caiu para quarto. Na terceira volta Iannone superou Dovizioso para liderar a corrida. Redding foi junto e Dovi caiu para terceiro.

Marquez seguiu perdendo posições e na sete foi superado por Hector Barbera. No meio da corrida a Ducati de Dovizioso teve problemas e ele ficou lento na pista. Bradley Smith foi o primeiro dos pilotos da ponta a troca de moto com nove voltas para o fim. A Suzuki de Aleix Espargaró também se entregou e ele teve que abandonar.

Cal Crutchlow começou a escalar o pelotão. Com nove para o fim passou Redding pela segunda colocação e no giro seguinte começou a atacar Iannone pela liderança. Com sete para o fim Crutchlow passou e pulou para ponta. Um pouco mais atrás Rossi deixou Marquez para trás na briga pela quarta colocação. O Doutro passou pelo Barbera na sequência e assegurou uma posição no pódio.

Com cinco para o fim foi a vez de Iannone perder a posição para Rossi. O pneu de Iannone começou a se entregar e com isto Marquez assumiu a terceira colocação. Loris Baz chego lá na frente na briga e passou Barbera com duas voltas para o fim para chegar ao quarto posto. Daí para o fim não houve mais mudanças e Cal Crutchlow confirmou a vitória.

Confira abaixo o resultado final da corrida:

1
35Cal CRUTCHLOWGBR
Honda
47'44.290
2
46Valentino ROSSIITA
Yamaha
+7.298
3
93Marc MARQUEZSPA
Honda
+9.587
4
76Loris BAZFRA
Ducati
+12.558
5
8Hector BARBERASPA
Ducati
+13.093
6
50Eugene LAVERTYIRL
Ducati
+13.812
7
9Danilo PETRUCCIITA
Ducati
+23.414
8
29Andrea IANNONEITA
Ducati
+24.562
9
25Maverick VIÑALESSPA
Suzuki
+24.581
10
53Tito RABATSPA
Honda
+37.131
11
68Yonny HERNANDEZCOL
Ducati
+39.911
12
26Dani PEDROSASPA
Honda
+41.097
13
44Pol ESPARGAROSPA
Yamaha
+43.202
14
6Stefan BRADLGER
Aprilia
+45.687
15
45Scott REDDINGGBR
Ducati
+1'02.201
16
19Alvaro BAUTISTASPA
Aprilia
+1'18.841
17
99Jorge LORENZOSPA
Yamaha
1 Lap
Not Classified


4Andrea DOVIZIOSOITA
Ducati
7 Laps


38Bradley SMITHGBR
Yamaha
8 Laps


41Aleix ESPARGAROSPA
Suzuki
9 Laps

O alemão Jonas Folger foi o grande nome da etapa de Brno da Moto2. Ele largou na oitava colocação, mas já na primeira curva assumiu a liderança e daí para frente não foi incomodado por mais ninguém e venceu de ponta a ponta. Foi uma corrida interessante para o campeonato já que Johann Zarco terminou lá atrás e Alex Rix e Sam Lowes completaram o pódio, marcando bons pontos. Segue abaixo o relato da corrida:

Na largada Jonas Folger assumiu a ponta seguido de Takaaki Nakagami e Alex Rins. O espanhol passou o japonês ainda no primeiro giro. Johann Zarco, que largou da pole, caiu para a quinta colocação. Ao fim da primeira volta o francês líder do campeonato já havia sido rebaixado para a 11ª colocação. Na terceira volta Sam Lowes deixou Nakagami para trás para assumir a terceira colocação. Com cinco voltas Zarco já estava em 16º.

Nakagami seguiu perdendo posições nos giros seguintes e foi superado tanto por Hafizh Syahrin quanto por Mattia Pasini. Na volta 10 o japonês caiu e deu adeus a corrida depois de ser tocado por Simoni Corsi. Luca Marini também caiu no mesmo giro. Corsi sofreu um ride-through pelo toque no rival. Enquanto isto lá na frente Jonas Folger andava sozinho e venceu com muita tranquilidade seguido de Rins e Lowes.

Confira abaixo o resultado final da corrida:

1
94Jonas FOLGERGER
Kalex
45'30.342
2
40Alex RINSSPA
Kalex
+5.175
3
22Sam LOWESGBR
Kalex
+9.021
4
54Mattia PASINIITA
Kalex
+14.763
5
73Alex MARQUEZSPA
Kalex
+17.959
6
55Hafizh SYAHRINMAL
Kalex
+24.247
7
52Danny KENTGBR
Kalex
+25.696
8
21Franco MORBIDELLIITA
Kalex
+25.916
9
44Miguel OLIVEIRAPOR
Kalex
+27.199
10
95Anthony WESTAUS
Suter
+36.340
11
5Johann ZARCOFRA
Kalex
+36.754
12
97Xavi VIERGESPA
Tech 3
+37.377
13
60Julian SIMONSPA
Speed Up
+37.456
14
32Isaac VIÑALESSPA
Tech 3
+37.579
15
19Xavier SIMEONBEL
Speed Up
+37.776
16
7Lorenzo BALDASSARRIITA
Kalex
+49.011
17
77Dominique AEGERTERSWI
Kalex
+1'01.767
18
23Marcel SCHROTTERGER
Kalex
+1'08.803
19
24Simone CORSIITA
Speed Up
+1'09.535
20
57Edgar PONSSPA
Kalex
+1'09.554
21
87Remy GARDNERAUS
Kalex
+1'16.694
22
70Robin MULHAUSERSWI
Kalex
+1'16.851
23
11Sandro CORTESEGER
Kalex
+1'17.235
24
2Jesko RAFFINSWI
Kalex
+1'43.708
25
14Ratthapark WILAIROTTHA
Kalex
1 Lap
Not Classified


30Takaaki NAKAGAMIJPN
Kalex
9 Laps


10Luca MARINIITA
Kalex
10 Laps
Not Finished 1st Lap


49Axel PONSSPA
Kalex
0 Lap

A chuva caiu forte nesta manhã na República Tcheca e a prova da Moto3 foi embaixo de muita água. E neste cenário muitos pilotos foram ao chão, incluindo aí alguns de ponta como Brad Binder. Khairul Idham Pawi, piloto que sempre aparece neste tipo de cenário, estava já entre os primeiros e também caiu. Quem sobreviveu a tudo isto por John McPhee que desta forma venceu a corrida.

Na largada Brad Binder manteve a ponta seguido de Enea Bastianini e Jorge Martin. Mas ainda nas primeiras curvas Martin assumiu a ponta e abriu para os demais. Bastianini e Jakub Kornfeil foram juntos e Binder caiu para quarta colocação. Na quarta volta, no entanto, Binder já estava novamente na segunda colocação. Gabriel Rodrigo foi a primeira vítima da pista molhada e caiu na volta quatro, mas conseguiu levantar e continuar na disputa.

Na quinta volta Binder passou Martin e voltou para a primeira colocação e levou junto John McPhee e com isto o espanhol da Mahindra caiu para terceiro. Aron Canet, que vinha andando na quarta colocação, caiu na oito e deu adeus a briga pela vitória. Lá na frente McPhee começou a atacar Binder pela ponta. Quem sempre cresce com pista molhada é Khairul Idham Pawi e não foi diferente na república Tcheca e no meio da corrida ele assumiu o terceiro posto.

Com sete voltas para o fim foi a vez de Livio Loi cair e logo em seguida Francesco Bagnaia também foi ao chão. Com cinco voltas para o fim o líder Brad Binder caiu e abandonou a corrida. Com isto McPhee assumiu a ponta. A sequência de quedas não parou por aí e no giro seguinte Pawi também foi ao chão. Daí para frente não houve mais mudanças e McPhee venceu a primeira na categoria.

Confira abaixo o resultado final da corrida:
1
17John MCPHEEGBR
Peugeot
45'36.087
2
88Jorge MARTINSPA
Mahindra
+8.806
3
4Fabio DI GIANNANTONIOITA
Honda
+9.777
4
33Enea BASTIANINIITA
Honda
+10.654
5
23Niccolò ANTONELLIITA
Honda
+13.872
6
84Jakub KORNFEILCZE
Honda
+15.533
7
64Bo BENDSNEYDERNED
KTM
+15.819
8
36Joan MIRSPA
KTM
+16.289
9
8Nicolo BULEGAITA
KTM
+16.473
10
9Jorge NAVARROSPA
Honda
+16.681
11
95Jules DANILOFRA
Honda
+18.198
12
16Andrea MIGNOITA
KTM
+21.640
13
24Tatsuki SUZUKIJPN
Mahindra
+31.007
14
11Livio LOIBEL
Honda
+36.895
15
65Philipp OETTLGER
KTM
+43.651
16
98Karel HANIKACZE
KTM
+57.814
17
19Gabriel RODRIGOARG
KTM
+1'01.428
18
42Marcos RAMIREZSPA
Mahindra
+1'04.134
19
6Maria HERRERASPA
KTM
+1'27.585
20
76Hiroki ONOJPN
Honda
+1'27.997
21
20Fabio QUARTARAROFRA
KTM
+1'33.942
22
3Fabio SPIRANELLIITA
Mahindra
+1'34.610
23
58Juanfran GUEVARASPA
KTM
+1'34.942
24
77Lorenzo PETRARCAITA
Mahindra
+2'08.319
Not Classified


55Andrea LOCATELLIITA
KTM
3 Laps


41Brad BINDERRSA
KTM
5 Laps


89Khairul Idham PAWIMAL
Honda
5 Laps


43Stefano VALTULINIITA
Mahindra
5 Laps


40Darryn BINDERRSA
Mahindra
6 Laps


21Francesco BAGNAIAITA
Mahindra
7 Laps


12Albert ARENASSPA
Peugeot
8 Laps


7Adam NORRODINMAL
Honda
10 Laps


44Aron CANETSPA
Honda
11 Laps

domingo, 14 de agosto de 2016


O retorno da MotoGP a Áustria marcou também o retorno da Ducati ao ponto mais alto do pódio. Já se passavam seis anos desde a última vitória, ainda com o australiano Casey Stoner. Mas o italiano Andrea Iannone pôs fim ao jejum e numa bela apresentação, venceu a prova. E foi com dobradinha, já que Andrea Dovizioso terminou logo em seguida, em segundo.

Na largada Andrea Iannone manteve a ponta seguido de Andrea Dovizioso que passou por Valentino Rossi. Mas ainda no primeiro giro Rossi deu o troco em Dovi para reassumir o segundo posto. No complemento da volta ele passou Iannone, mas tomou o troco em seguida. Dovi tentou dar o troco em Rossi, os dois acabaram se atrapalhando e Jorge Lorenzo passou os dois.

Na quinta volta Lorenzo passou Iannone na curva dois, mas tomou o troco. Atrás Rossi espalhou na curva e perdeu a posição para Marc Marquez. Na sete Marquez também errou na curva e Rossi deu o troco nele. Lá na frente Dovi passou por Lorenzo, colocando as Ducatis nas duas primeiras colocações. Alvaro Bautista, Stefan Bradl, Yonny Hernandez e Cal Crutchlow foram punidos por queima de largada.

Na 11 Dovi passou por Iannone para assumir a liderança. Após a metade da corrida o pelotão acabou se separando. As duas Ducastis e as duas Yamahas foram emboras enquanto Marquez e Maverik Viñales ficaram para trás. Com sete voltas para o fim Iannone retomou a ponta e acelerou forte para não permitir mais a aproximação do rival até a quadriculada, quando confirmou a vitória.

Confira abaixo o resultado final da corrida:

1
29Andrea IANNONEITA
Ducati
39'46.255
2
4Andrea DOVIZIOSOITA
Ducati
+0.938
3
99Jorge LORENZOSPA
Yamaha
+3.389
4
46Valentino ROSSIITA
Yamaha
+3.815
5
93Marc MARQUEZSPA
Honda
+11.813
6
25Maverick VIÑALESSPA
Suzuki
+14.341
7
26Dani PEDROSASPA
Honda
+17.063
8
45Scott REDDINGGBR
Ducati
+29.437
9
38Bradley SMITHGBR
Yamaha
+29.785
10
44Pol ESPARGAROSPA
Yamaha
+37.094
11
9Danilo PETRUCCIITA
Ducati
+39.765
12
51Michele PIRROITA
Ducati
+39.766
13
76Loris BAZFRA
Ducati
+44.284
14
53Tito RABATSPA
Honda
+45.004
15
35Cal CRUTCHLOWGBR
Honda
+1'03.246
16
19Alvaro BAUTISTASPA
Aprilia
+1'12.448
17
68Yonny HERNANDEZCOL
Ducati
+1'14.517
18
50Eugene LAVERTYIRL
Ducati
+1'36.510
19
6Stefan BRADLGER
Aprilia
1 Lap
Not Classified


41Aleix ESPARGAROSPA
Suzuki
4 Laps


8Hector BARBERASPA
Ducati
0 Lap

O francês Johann Zarco segue firme em busca do bicampeonato da Moto2. Neste final de semana na Áustria ele cravou a quinta vitória na temporada, segunda seguida e quarta nas ultimas cinco provas. Com isto ele chegou aos 176 pontos no campeonato e já abriu 34 para Alex Rins, segundo na tabela. No Red Bull Ring ele largou na pole, mas caiu para quinto e teve que partir para a recuperação. Mas foi passando os rivais um a uma até chegar a ponta e vencer.

Na largada Franco Morbidelli pulou na ponta seguido de Alex Marquez numa dobradinha da Marc VDS. Na terceira volta, no entanto, Marcel Schrotter deixou Marquez para trás para assumir a vice-liderança. Johann Zarco, que largou da pole e caiu para quinto, começou a se recuperar nos primeiros giros e na terceira volta já estava em quarto. Jonas Folger caiu no mesmo giro e deu adeus a corrida.

Marquez seguiu perdendo posições e na volta quatro foi superado tanto por Thomas Luthi quanto por Zarco e Alex Rins e caiu para sexto. Sam Lowes, um dos postulantes a briga pelo título, caiu na volta cinco e prejudicou bastante a luta pelo campeonato. Na volta 10 foi a vez de Luthi perder a posição para Zarco na briga pelo terceiro posto. Três voltas depois foi a vez de Schrotter ser superado pelo francês.

Com nove voltas para o fim Zarco assumiu a ponta com uma bela ultrapassagem para cima de Morbidelli. Luthi fez o mesmo no giro seguinte e o italiano caiu para a terceira colocação. Na volta final, no entanto, Morbidelli partiu para cima do suíço disposto a recuperar a posição. Numa bela manobra conseguiu voltar para segundo e Alex Rins que vinha atrás, foi junto e terminou em terceiro. Lá na frente Zarco confirmou a vitória.

Confira abaixo o resultado da corrida:

1
5Johann ZARCOFRA
Kalex
37'34.180
2
21Franco MORBIDELLIITA
Kalex
+3.058
3
40Alex RINSSPA
Kalex
+3.376
4
12Thomas LUTHISWI
Kalex
+3.467
5
23Marcel SCHROTTERGER
Kalex
+4.740
6
73Alex MARQUEZSPA
Kalex
+9.416
7
30Takaaki NAKAGAMIJPN
Kalex
+10.178
8
7Lorenzo BALDASSARRIITA
Kalex
+11.951
9
49Axel PONSSPA
Kalex
+12.801
10
77Dominique AEGERTERSWI
Kalex
+13.977
11
11Sandro CORTESEGER
Kalex
+18.046
12
52Danny KENTGBR
Kalex
+18.284
13
54Mattia PASINIITA
Kalex
+18.424
14
44Miguel OLIVEIRAPOR
Kalex
+18.830
15
60Julian SIMONSPA
Speed Up
+20.022
16
97Xavi VIERGESPA
Tech 3
+28.885
17
10Luca MARINIITA
Kalex
+28.970
18
32Isaac VIÑALESSPA
Tech 3
+29.032
19
87Remy GARDNERAUS
Kalex
+29.115
20
57Edgar PONSSPA
Kalex
+29.424
21
55Hafizh SYAHRINMAL
Kalex
+29.977
22
14Ratthapark WILAIROTTHA
Kalex
+37.935
23
19Xavier SIMEONBEL
Speed Up
+43.276
24
2Jesko RAFFINSWI
Kalex
+44.206
25
70Robin MULHAUSERSWI
Kalex
+48.835
26
94Jonas FOLGERGER
Kalex
+1'12.148
Not Classified


24Simone CORSIITA
Speed Up
13 Laps


22Sam LOWESGBR
Kalex
16 Laps


Depois de muitos anos sem sediar uma etapa do Mundial de Motovelocidade a Áustria voltou a receber as categorias. E neste retorno a Moto3 viu um piloto vencer pela primeira vez da categoria. O espanhol Joan Mir da Leopard Racing andou forte o fim de semana inteiro, largou da pole, esteve sempre no pelotão dianteiro e na volta final, numa bela batalha com outros quatro pilotos, conseguiu se colocar na frente e venceu a etapa.

Na largada Brad Binder tomou a ponta de Joan Mir e Enea Bastianini, que largou em terceiro, foi junto. Na curva dois, no entanto, Bastianini superou Binder para liderar a corrida e foi a vez de Mir ir junto, jogando Binder pra terceiro. Na abertura da segunda volta Mir recuperou a primeira colocação. Os três acabaram se desgarrando do resto do pelotão e a alternância de posições continuaram insanas entre eles.

Na quarta volta Fabio Quartararo conseguiu se juntar aos três e entrou na briga pela vitória. Duas voltas depois foi a vez de Philipp Oettl se juntar ao grupo e um outro pelotão formado por Jorge Martin, Fabio di GiannAntonio e Francesco Bagnaia se aproximava. Após a metade da corrida Brad Binder começou a se distanciar na frente, mas Oettl, Quartararo e Mir lutavam para não deixá-lo escapar.

O argentino Gabriel Rodrigo, que estava entre os 10 primeiros, acabou caindo com oito voltas para o fim. No mesmo momento o pelotão (de quatro motos) alcançou Binder e reiniciaram a briga pela vitória. Com cinco para o fim foi a vez de Jorge Navarro ir ao chão. Na abertura da última volta Mir liderava com Bastianini em segundo. Na curva dois Binder passou os dois, mas Mir conseguiu dar o troco e venceu com Binder 221 milésimos atrás.

Confira abaixo o resultado final da corrida:

1
36Joan MIRSPA
KTM
37'23.325
2
41Brad BINDERRSA
KTM
+0.279
3
33Enea BASTIANINIITA
Honda
+0.431
4
20Fabio QUARTARAROFRA
KTM
+0.439
5
65Philipp OETTLGER
KTM
+0.600
6
88Jorge MARTINSPA
Mahindra
+4.134
7
64Bo BENDSNEYDERNED
KTM
+4.161
8
4Fabio DI GIANNANTONIOITA
Honda
+4.970
9
8Nicolo BULEGAITA
KTM
+4.972
10
11Livio LOIBEL
Honda
+5.262
11
21Francesco BAGNAIAITA
Mahindra
+5.415
12
58Juanfran GUEVARASPA
KTM
+5.871
13
55Andrea LOCATELLIITA
KTM
+5.905
14
6Maria HERRERASPA
KTM
+12.775
15
76Hiroki ONOJPN
Honda
+12.839
16
95Jules DANILOFRA
Honda
+12.942
17
40Darryn BINDERRSA
Mahindra
+14.090
18
23Niccolò ANTONELLIITA
Honda
+14.406
19
84Jakub KORNFEILCZE
Honda
+14.517
20
62Stefano MANZIITA
Mahindra
+14.545
21
44Aron CANETSPA
Honda
+14.663
22
12Albert ARENASSPA
Peugeot
+17.132
23
7Adam NORRODINMAL
Honda
+17.443
24
17John MCPHEEGBR
Peugeot
+28.306
25
16Andrea MIGNOITA
KTM
+28.405
26
42Marcos RAMIREZSPA
Mahindra
+40.213
27
89Khairul Idham PAWIMAL
Honda
+40.361
28
43Stefano VALTULINIITA
Mahindra
+1'04.040
29
3Fabio SPIRANELLIITA
Mahindra
+1'04.058
30
77Lorenzo PETRARCAITA
Mahindra
+1'04.513
Not Classified


9Jorge NAVARROSPA
Honda
5 Laps


19Gabriel RODRIGOARG
KTM
9 Laps


53Marco BEZZECCHIITA
Mahindra
18 Laps


24Tatsuki SUZUKIJPN
Mahindra
18 Laps

sábado, 13 de agosto de 2016


O esloveno Tim Gajser ficou muito próximo do título do MXGP logo em sua primeira temporada após a vitória de uma das corridas na Suíça. Novamente ele e Antonio Cairoli dominaram a cena e protagonizaram um belo show na pista num duelo franco pela vitória. Cairoli levou a melhor na primeira, depois de fazer o "holeshot". Ele contou com uma queda do rival da Honda para vencer.

Mas na segunda corrida Gajser não deu chances ao azar. Fez o "holeshot" e esteve o tempo todo entre os primeiros. Teve que suportar a forte pressão do italiano da KTM, mas conseguiu segurar bem a posição e venceu. Com isto a diferença de Gajser para Cairoli no campeonato subiu para 99 pontos e dependendo dos resultados na próxima etapa na Holanda, ele já saíram como campeão, restando ainda duas provas para o fim da temporada.

Corrida 1

Gautier Paulin fez o "holeshot", mas foi superado por Antonio Cairoli na sequência. Tim Gajser caiu na primeira volta e teve que partir para a recuperação. Clement Desalle, que fechou a primeira volta em sexto, passou por Tommy Searle na abertura do segundo giro e foi para cima de Jeremy Van Horebeek. Era a briga da corrida nos minutos iniciais. Na volta seis, enfim, ele conseguiu passar pelo piloto da Yamaha.

Depois da metade da corrida a briga era pela segunda colocação com Febvre pressionando Paulin. O piloto da Honda acabou cometendo um erro e o da Yamaha assumiu a posição. Mas Febvre caiu na parte final da corrida e perdeu algumas posições. Cairoli seguia supremo na liderança e venceu com com cerca de sete segundos de vantagem para Gautier Paulin. Clement Desalle completou o pódio em terceiro e Gajser foi o nono.

Corrida 2

Tim Gajse fez o "holeshot", mas Antonio Cairoli deu o troco na segunda curva para liderar a corrida. Romain Febvre caiu na primeira volta e perdeu várias posições. Na quinta volta Gajser, que não saiu da cola do italiano na briga pela ponta, o superou e pulo para primeiro. Mas daí foi Cairoli que não desistiu e ficou atacando o jovem piloto da Honda.

Febvre, numa recuperação impressionante, passou por Glenn Coldenhoff na sete pela terceira colocação. Na volta 10 Febvre alcançou Cairoli e passou o italiano para ficar com a segunda colocação. Na parte final ele colou em Gajser e os dois começaram um duelo pela vitória. Gajser conseguiu, no entanto, segurar o avanço do rival e venceu a corrida.

segunda-feira, 8 de agosto de 2016


Já pensou como seria se pegasse um grande campeão de motovelocidade e o colocasse numa pista de motocross para ver como ele se sairia com os saltos, as canaletas e a lama? Ou se tirasse um piloto de rali, acostumado com navegação e com o cascalho e o colocasse num autódromo para andar em torno de 250 km/h nas longas retas? Pois foi exatamente isto que a Honda fez no Desafio Crossover, uma websérie criada pela montadora para demonstrar as situações em que seus produtos podem ser utilizados.

Você já pode conferir os dois primeiros episódios desta série no velocidade.org. No primeiro os pilotos da motovelocidade José Luiz Cachorrão, Diego Faustino e Maico Teixeira desafiaram Hector Assunção, tricampeão brasileiro de motocross, a encarar a CBR 1000RR no autódromo Velo Città. No segundo foi a vez da turma do motocross, Hector Assunção e João Pedro Ribeiro, desafiarem Faustino a mostrar o talento numa pista cheia de obstáculos e lama a bordo da CRF 250R, uma 4 tempos ideal para o tipo de terreno na pista off-road no interior de São Paulo.

Aqui no Moto-Velocidade vocês poderão acompanhar os dois episódios seguintes. No terceiro Gregório Caselani, multicampeão Brasileiro de Rali, teve que deixar a poeira de lado e também encarou o autódromo Velo Città.

)

Já no quarto episódio João Pedro Ribeiro, piloto de Motrocross, e que deu muitas risadas no segundo episódio, com as dificuldades de Faustino, sofreu nas mãos de Jean Azevedo numa trilha pela Serra da Canastra.



Não perca a continuidade da série no canal da Honda, que mostrará um pouco mais destes pilotos sendo postos a prova em modalidades que não estão acostumados. Além da curiosidade em si das experiências, a produção do Desafio Crossover caprichou nas imagens e nas tomadas de câmeras, que é um show à parte. Estar pronto para o que der e vier é uma característica de quem pilota uma Honda, e isto fica bem claro na websérie.

domingo, 7 de agosto de 2016


A Superbike Inglesa foi até Brands Hatch neste final de semana e o líder do campeonato Shane Byrne venceu as duas corridas, se aproximando ainda mais do tetracampeonato. E as duas vinham com outros pilotos protagonizando, mas Byrne cresceu nos últimos giros em ambas para vencer. Desta forma ele foi aos 231 pontos no campeonato contra 206 de Leon Haslam e 175 de Jason O'Halloran.

Corrida 1


Luke Mossey manteve a ponta na largada seguido de Leon Haslam e Tommy Bridewell. Na segunda volta Bridewell passou por Haslam para assumir a segunda posição. A briga entre os dois continuou dura nos giros seguintes e com isto Mossey aproveitou para abrir na liderança. Na quarta volta Jakub Smrž caiu e abandonou a corrida.

Batida forte na volta oito nos colchões de ar envolvendo Filip Backlund. O safety-car foi acionado. Os pilotos voltaram a ação na volta 10 e Mossey manteve a ponta, mas no meio da volta ele foi superado por Bridewell. No giro seguinte Haslam também passou por Mossey que caiu para terceiro. Não parou por aí o mal momento do piloto da moto #12 que também foi superado por Shane Byrne.

Na 15 Haslam foi para cima de Bridewell brigar pela ponta, mas espalhou na curva e perdeu a posição para Shane Byrne. Na 16 Byrne passou Bridewell para assumir a primeira colocação. Haslam foi junto e Bridewell caiu para terceiro. Na última volta Bridewell caiu e abandonou a corrida. Byrne confirmou a vitória seguido de Haslam e Mossey.

Corrida 2

Jason O'Halloran tracionou melhor na largada e assumiu a ponta seguido de Haslam. No giro seguinte Mossey passou Haslam pela segunda colocação. Na terceira volta Jack Kennedy caiu e abandonou a corrida. Haslam seguiu perdendo posições e na quinta volta já estava em oitavo. Na volta seis foi a vez de Josh Wainwright cair e dar adeus a corrida.

Bridewell, com problemas na Suzuki, ficou lento na pista na oitava volta. Quem começou a aparecer muito bem na corrida foi Glenn Irwin, que passou por James Ellison e Mossey para chegar a segunda colocação. Depois da metade da corrida Haslam superou O'Halloran e levou Byrne junto. No fim o piloto da Ducati assumiu a liderança da corrida e venceu a prova seguido de Haslam e O'Halloran.