domingo, 16 de agosto de 2015


Depois de três provas longe do alto do pódio, o espanhol Jorge Lorenzo voltou a vencer neste domingo (16) em Brno, na República Tcheca. Com o resultado o piloto da Yamaha empatou com Valentino Rossi na liderança do campeonato. Agora os dois tem 211 pontos, mas Lorenzo leva a melhor no critério de desempate por ter cinco vitórias contra três do italiano.

Lorenzo dominou todo o final de semana. Largou da pole e manteve a posição no início seguido de perto por Marc Marquez. No primeiro momento parecia que que estamos vendo um reprise da prova de Indianapolis, quando os dois andaram juntos durante toda a prova, mas no fim o espanhol da Honda deu o bote em Lorenzo e ficou com a vitória.

Mas na República Tcheca Lorenzo mandou ver na mão direita e depois da quinta volta Marquez começou a perder terreno e não conseguiu mais seguir o rival tão de perto. No fim Lorenzo venceu com quase cinco segundos de vantagem. Após vencer quatro provas seguidas na temporada, o piloto da moto #99 ficou três corridas longe da vitória, sendo que duas delas nem chegou a brigar pela ponta.

O resultado também foi positivo para Marquez. Foi a terceira corrida seguida que ele diminuiu a desvantagem dele para o líder do campeonato. Como Rossi terminou em terceiro, foram quatros pontos retirados por Marquez. O italiano Andrea Iannone terminou na quarta colocação, mesma posição que ocupa no campeonato e se destaca como melhor piloto fora o trio fantástico.

Confira abaixo o resultado final da corrida:

1
99Jorge LORENZOSPA
Yamaha
42'53.042
2
93Marc MARQUEZSPA
Honda
+4.462
3
46Valentino ROSSIITA
Yamaha
+10.397
4
29Andrea IANNONEITA
Ducati
+13.071
5
26Dani PEDROSASPA
Honda
+15.650
6
4Andrea DOVIZIOSOITA
Ducati
+15.725
7
38Bradley SMITHGBR
Yamaha
+21.821
8
44Pol ESPARGAROSPA
Yamaha
+23.240
9
41Aleix ESPARGAROSPA
Suzuki
+43.784
10
9Danilo PETRUCCIITA
Ducati
+45.261
11
68Yonny HERNANDEZCOL
Ducati
+49.973
12
45Scott REDDINGGBR
Honda
+50.174
13
19Alvaro BAUTISTASPA
Aprilia
+54.437
14
6Stefan BRADLGER
Aprilia
+54.624
15
76Loris BAZFRA
Yamaha Forward
+1'00.316
16
8Hector BARBERASPA
Ducati
+1'01.595
17
69Nicky HAYDENUSA
Honda
+1'02.388
18
63Mike DI MEGLIOFRA
Ducati
+1'05.944
19
43Jack MILLERAUS
Honda
+1'11.407
20
71Claudio CORTIITA
Yamaha Forward
+1'50.033
21
17Karel ABRAHAMCZE
Honda
+2'02.655
Not Classified


25Maverick VIÑALESSPA
Suzuki
7 Laps


35Cal CRUTCHLOWGBR
Honda
8 Laps


50Eugene LAVERTYIRL
Honda
18 Laps


15Alex DE ANGELISRSM
ART
19 Laps

O francês Johann Zarco nada de braçada no campeonato da Moto2. O piloto lidera o campeonato com 224 pontos contra apenas 145 do segundo colocado, o atual campeão Esteve Rabat. E neste domingo (16) em Brno, República Tcheca, Zarco venceu mais uma, a quarta dele na temporada. É a quinta prova seguida em que a diferente dele para Rabat só aumenta.

O começo não foi muito promissor para o francês. Ele largou da pole, mas foi superado tanto por Rabat quanto por Thomas Luthi e caiu para terceira colocação. Mas a a recuperação foi rápida. Ainda na primeira volta tanto Luthi quanto ele deixaram Rabat para trás. Na segunda volta foi a vez de Luthi ser ultrapassado por Zarco e daí para frente ninguém mais parou o francês que partiu para a vitória.

Uma briga bem interessante que aconteceu na corrida foi entre Alex Rins e Alex Marquez. Os dois foram companheiros de equipe em 2014 na Moto3 e disputaram o título. Subiram juntos para Moto2, mas não haviam se encontrado ainda na pista, já que Marquez estava com um desempenho bem ruim. Primeiramente brigavam pela quarta colocação, mas deixaram Luthi para trás e a disputa passou a ser pelo terceiro posto. Rins levou a melhor e fechou o pódio ao lado de Rabat e Zarco.

Confira abaixo o resultado final da corrida:

1
5Johann ZARCOFRA
Kalex
41'02.500
2
1Tito RABATSPA
Kalex
+1.421
3
40Alex RINSSPA
Kalex
+1.785
4
73Alex MARQUEZSPA
Kalex
+4.393
5
22Sam LOWESGBR
Speed Up
+7.844
6
94Jonas FOLGERGER
Kalex
+8.056
7
12Thomas LUTHISWI
Kalex
+9.882
8
11Sandro CORTESEGER
Kalex
+10.074
9
39Luis SALOMSPA
Kalex
+11.921
10
21Franco MORBIDELLIITA
Kalex
+12.479
11
3Simone CORSIITA
Kalex
+17.694
12
30Takaaki NAKAGAMIJPN
Kalex
+17.763
13
77Dominique AEGERTERSWI
Kalex
+18.352
14
55Hafizh SYAHRINMAL
Kalex
+18.522
15
36Mika KALLIOFIN
Kalex
+19.377
16
19Xavier SIMEONBEL
Kalex
+20.811
17
49Axel PONSSPA
Kalex
+21.272
18
60Julian SIMONSPA
Speed Up
+22.119
19
23Marcel SCHROTTERGER
Tech 3
+25.946
20
4Randy KRUMMENACHERSWI
Kalex
+26.586
21
95Anthony WESTAUS
Speed Up
+39.425
22
57Edgar PONSSPA
Kalex
+44.290
23
25Azlan SHAHMAL
Kalex
+44.657
24
88Ricard CARDUSSPA
Suter
+44.747
25
10Thitipong WAROKORNTHA
Kalex
+46.960
26
2Jesko RAFFINSWI
Kalex
+53.547
Not Classified


97Xavi VIERGESPA
Tech 3
4 Laps


7Lorenzo BALDASSARRIITA
Kalex
8 Laps


66Florian ALTGER
Suter
8 Laps


96Louis ROSSIFRA
Tech 3
9 Laps


70Robin MULHAUSERSWI
Kalex
17 Laps

Dia de estreia no alto do pódio em Brno, na República Tcheca, na etapa da Moto3. O italiano Niccolò Antonelli, que andou tantas vezes na frente ao longo do ano, enfim, conseguiu manter o bom desempenho até a bandeirada final. Foi uma típica corrida da categoria, com cerca de 10 pilotos compondo o pelotão principal, com alternância de posições curva a curva e com a decisão ficando mesmo para a última volta.

Mas o começo não foi legal. Dois acidente envolvendo vários pilotos na primeira volta causaram uma paralisação com bandeira vermelha. No primeiro estava envolvidos Jules Danilo, Philipp Oetil, Tatsuki Suzuki e Niklas Ajo. Já no segundo, o mais sério, Lorenzo Dalla Porta, Andrea Locatelli, Hiroki Ono e Gabriel Rodrigo. Este último necessitou de atendimento médico a beira da pista e a prova foi interrompida.

Nas duas largadas o espanhol Jorge Navarro pulou da terceira colocação para a ponta, mas em ambas foi rapidamente superado. O líder do campeonato Danny Kent chegou a assumir a ponta nos primeiros giros, mas não conseguiu desgarrar dos rivais. Já o francês Fabio Quartararo caiu novamente e não terminou bem a corrida. Romano Fenati e Miguel Oliveira também brigaram duro pela vitória, mas não conseguiram segurar Antonelli no fim.

Confira abaixo o resultado final da corrida:

12523Niccolò ANTONELLIITA
Honda
25'56.866
22033Enea BASTIANINIITA
Honda
+0.152
31641Brad BINDERRSA
KTM
+0.376
4137Efren VAZQUEZSPA
Honda
+0.540
5119Jorge NAVARROSPA
Honda
+0.560
6105Romano FENATIITA
KTM
+0.821
7952Danny KENTGBR
Honda
+1.179
8844Miguel OLIVEIRAPOR
KTM
+1.188
9784Jakub KORNFEILCZE
KTM
+1.420
10617John MCPHEEGBR
Honda
+3.385
11588Jorge MARTINSPA
Mahindra
+5.751
12421Francesco BAGNAIAITA
Mahindra
+5.846
13316Andrea MIGNOITA
KTM
+5.910
14258Juanfran GUEVARASPA
Mahindra
+6.173
15165Philipp OETTLGER
KTM
+6.268
16
40Darryn BINDERRSA
Mahindra
+7.648
17
2Remy GARDNERAUS
Mahindra
+7.702
18
11Livio LOIBEL
Honda
+8.207
19
48Lorenzo DALLA PORTAITA
Husqvarna
+14.302
20
24Tatsuki SUZUKIJPN
Mahindra
+16.013
21
12Matteo FERRARIITA
Mahindra
+16.127
22
63Zulfahmi KHAIRUDDINMAL
KTM
+16.742
23
6Maria HERRERASPA
Husqvarna
+16.927
24
29Stefano MANZIITA
Mahindra
+18.967
25
19Alessandro TONUCCIITA
Mahindra
+31.460
26
98Karel HANIKACZE
KTM
+37.086
27
95Jules DANILOFRA
Honda
+1'01.665
Not Classified


86Kevin HANUSGER
Honda
3 Laps


10Alexis MASBOUFRA
Honda
4 Laps


20Fabio QUARTARAROFRA
Honda
5 Laps


32Isaac VIÑALESSPA
KTM
11 Laps
Not Starting


97Maximilian KAPPLERGER
FTR Honda
0 Lap


76Hiroki ONOJPN
Honda
0 Lap


55Andrea LOCATELLIITA
Honda
0 Lap


91Gabriel RODRIGOARG
KTM
0 Lap


31Niklas AJOFIN
KTM
0 Lap

domingo, 9 de agosto de 2015


Muitos deram como impossível o tricampeonato de Marc Marquez, principalmente depois da série de maus resultados como as quedas na Itália e na Espanha, mas o espanhol venceu as duas últimas provas, na Alemanha e nos Estados Unidos e está agora apenas 56 pontos atrás de Valentino Rossi, líder do campeonato, com ainda oito provas para o fim da temporada.

Foi uma prova muito dura entre Honda e Yamaha. Jorge Lorenzo assumiu a ponta no início da corrida, mas Marquez não o deixou ir embora e acompanhou o espanhol nos giros seguintes. Valentino Rossi, que largou em oitavo, logo chegou a quarta colocação e começou a pressionar Dani Pedrosa pelo terceiro posto. Era Honda pressionando Yamaha pela vitória e Yamaha lutando contra Honda pela terceira colocação.

Com 10 para o fim começaram algumas mudanças! Rossi deixou Pedrosa para trás e pulou para terceiro. Cinco voltas depois, no entanto, o espanhol deu o troco no italiano, mas Valentino retomou a posição no giro seguinte. Com três voltas para o encerramento foi a vez de Marquez dar o bote em Lorenzo para assumir a ponta. Na abertura da última volta  Pedrosa passou novamente Rossi, mas o italiano recuperou novamente a posição e terminou em terceiro.

Confira abaixo o resultado final da corrida:

1
93Marc MARQUEZSPA
Honda
41'55.371
2
99Jorge LORENZOSPA
Yamaha
+0.688
3
46Valentino ROSSIITA
Yamaha
+5.966
4
26Dani PEDROSASPA
Honda
+6.147
5
29Andrea IANNONEITA
Ducati
+21.528
6
38Bradley SMITHGBR
Yamaha
+21.751
7
44Pol ESPARGAROSPA
Yamaha
+30.378
8
35Cal CRUTCHLOWGBR
Honda
+31.607
9
4Andrea DOVIZIOSOITA
Ducati
+32.821
10
9Danilo PETRUCCIITA
Ducati
+34.517
11
25Maverick VIÑALESSPA
Suzuki
+39.010
12
68Yonny HERNANDEZCOL
Ducati
+41.815
13
45Scott REDDINGGBR
Honda
+50.209
14
41Aleix ESPARGAROSPA
Suzuki
+1'00.465
15
8Hector BARBERASPA
Ducati
+1'04.147
16
69Nicky HAYDENUSA
Honda
+1'05.066
17
63Mike DI MEGLIOFRA
Ducati
+1'06.941
18
19Alvaro BAUTISTASPA
Aprilia
+1'13.862
19
50Eugene LAVERTYIRL
Honda
+1'18.706
20
6Stefan BRADLGER
Aprilia
+1'19.730
21
15Alex DE ANGELISRSM
ART
+1'19.882
22
24Toni ELIASSPA
Honda
+1'19.934
Not Classified


43Jack MILLERAUS
Honda
20 Laps

A temporada 2014 da Moto3 foi muito disputada e três pilotos se destacaram principalmente. Alex Marquez, que foi campeão, Jack Miller, que com a boa temporada, saltou direto em 2015 para a MotoGP e Alex Rins, que venceu algumas provas, mas no fim ficou meio desapercebido em comparação com os dois rivais. Mas o mundo da voltas e em 2015 Rins é o melhor dos três. Marquez parece não ter se adaptado a Moto2 e Jack Miller só faz cair na MotoGP.

O auge de Rins aconteceu neste domingo (9) em Indianapolis. O espanhol venceu a primeira dele na categoria depois de tanto bater na trave. Ele largou da pole, mas foi logo superado por Tito Rabat e Hafizh Syahrin. Johann Zarco, Dominique Aegerter, Sam Lowes e Azlan Shah se juntaram a briga pela ponta e Rins chegou a cair para a quinta colocação e teve que partir para a recuperação.

A principio parecia que Zarco venceria mais uma, já que ele assumiu a ponta na quinta volta. Mas no oitavo giro ele foi superado por Aegerter. Na 12 foi a vez de Rins deixar Zarco para trás na briga pela vice-liderança e no giro seguinte Rins chegou a ponta. Os três deram início a uma briga intensa pela vitória. Com seis voltas para o fim Zarco voltou para primeira posição, mas levou o troco de Rins na penúltima volta que partiu pra vitória.

Confira abaixo o resultado final da corrida:

12540Alex RINSSPA
Kalex
41'18.866
2205Johann ZARCOFRA
Kalex
+0.482
31621Franco MORBIDELLIITA
Kalex
+0.888
41377Dominique AEGERTERSWI
Kalex
+1.719
5111Tito RABATSPA
Kalex
+2.963
61012Thomas LUTHISWI
Kalex
+3.478
7949Axel PONSSPA
Kalex
+5.064
8819Xavier SIMEONBEL
Kalex
+7.562
9730Takaaki NAKAGAMIJPN
Kalex
+9.316
10673Alex MARQUEZSPA
Kalex
+9.801
11525Azlan SHAHMAL
Kalex
+9.899
12494Jonas FOLGERGER
Kalex
+10.108
13395Anthony WESTAUS
Speed Up
+17.106
14223Marcel SCHROTTERGER
Tech 3
+25.187
15170Robin MULHAUSERSWI
Kalex
+32.587
16
39Luis SALOMSPA
Kalex
+37.611
17
2Jesko RAFFINSWI
Kalex
+38.889
18
10Thitipong WAROKORNTHA
Kalex
+49.094
19
66Florian ALTGER
Suter
+59.167
Not Classified


55Hafizh SYAHRINMAL
Kalex
1 Lap


22Sam LOWESGBR
Speed Up
5 Laps


97Xavier VIERGESPA
Tech 3
5 Laps


4Randy KRUMMENACHERSWI
Kalex
7 Laps


96Louis ROSSIFRA
Tech 3
10 Laps


15Ratthapark WILAIROTTHA
Suter
11 Laps


36Mika KALLIOFIN
Kalex
14 Laps


11Sandro CORTESEGER
Kalex
15 Laps


60Julian SIMONSPA
Speed Up
19 Laps

A prova da Moto3 neste domingo (9) em Indianapolis foi marcada pela imprevisibilidade. Começando com o tempo, pois depois de dois dias de sol e pista seca, o domingo começou chuvoso. Na hora da largada a pista ainda estava bem úmida e a maioria absoluta dos pilotos optaram pelos pneus de chuva, mas tiveram alguns poucos que arriscaram sair de slicks e estes se deram muito bem. Um deles foi Livio Loi, que largou apenas da 26ª colocação e venceu a corrida.

E foi um pódio todo inédito, pois na segunda e terceira colocações também tiveram dois estreantes por lá. John McPhee, que largou com os pneus de chuva, percebeu o equívoco antes de todo mundo e no fim da volta de apresentação já se encaminhou aos pits e terminou em segundo. Em terceiro ficou Philipp Oetil, que largou da última colocação do grid e por não ter muito o que perder, também saiu com os slicks e se deu muito bem.

O motivo dos resultados surpreendentes é que ao contrário dos carros, onde as trocas de pneus acontecem rapidamente, com as motos a história é diferente. A perda total na área dos pits é muito grande e mesmo com motos superiores, pilotos como Danny Kent, Miguel Oliveira, Fabio Quartararo e outros não conseguiram se recuperar e brigar pela vitória depois de fazerem as trocas. Dos ponteiros no campeonato quem se deu melhor foi Romano Fenati, que terminou em quarto.

Confira abaixo o resultado final da corrida:

12511Livio LOIBEL
Honda
40'50.747
22017John MCPHEEGBR
Honda
+38.860
31665Philipp OETTLGER
KTM
+57.781
4135Romano FENATIITA
KTM
+1'15.296
51132Isaac VIÑALESSPA
KTM
+1'19.814
61033Enea BASTIANINIITA
Honda
+1'23.801
7923Niccolò ANTONELLIITA
Honda
+1'24.586
8841Brad BINDERRSA
KTM
+1'24.659
979Jorge NAVARROSPA
Honda
+1'25.292
10688Jorge MARTINSPA
Mahindra
+1'35.105
11520Fabio QUARTARAROFRA
Honda
+1'35.784
12498Karel HANIKACZE
KTM
+1'35.801
13355Andrea LOCATELLIITA
Honda
+1'35.913
14295Jules DANILOFRA
Honda
+1'36.059
15144Miguel OLIVEIRAPOR
KTM
+1'43.203
16
19Alessandro TONUCCIITA
Mahindra
+1'49.006
17
2Remy GARDNERAUS
Mahindra
1 Lap
18
58Juanfran GUEVARASPA
Mahindra
1 Lap
19
29Stefano MANZIITA
Mahindra
1 Lap
20
16Andrea MIGNOITA
KTM
1 Lap
21
52Danny KENTGBR
Honda
1 Lap
22
84Jakub KORNFEILCZE
KTM
1 Lap
23
24Tatsuki SUZUKIJPN
Mahindra
1 Lap
24
6Maria HERRERASPA
Husqvarna
1 Lap
25
63Zulfahmi KHAIRUDDINMAL
KTM
1 Lap
26
76Hiroki ONOJPN
Honda
1 Lap
27
40Darryn BINDERRSA
Mahindra
1 Lap
28
48Lorenzo DALLA PORTAITA
Husqvarna
1 Lap
29
12Matteo FERRARIITA
Mahindra
1 Lap
30
31Niklas AJOFIN
KTM
1 Lap
31
91Gabriel RODRIGOARG
KTM
1 Lap
32
10Alexis MASBOUFRA
Honda
1 Lap
Not Classified


7Efren VAZQUEZSPA
Honda
8 Laps


21Francesco BAGNAIAITA
Mahindra
12 Laps

quinta-feira, 6 de agosto de 2015


O alemão Shaun Simpson foi o nome da etapa belga do MXGP. O piloto da KTM venceu as duas corridas do final de semana e marcou os 50 pontos em disputa. Mas como o começo de temporada dele não não foi legal, ele subiu apenas para o sexto posto no campeonato. Romain Febvre segue na liderança da disputa ao título com 547 pontos e com as ausências de Maximilian Nagl e Antonio Cairoli por contusão, é o grande favorito a conquista.

Febvre fez o "holeshot" nas duas corridas, mas a pista de areia da Bélgica não era bem o estilo dele e ele não conseguiu segurar por muito tempo a ponta em ambas as provas. Na primeira foi superado por Shaun Simpson ainda no primeiro giro, mas conseguiu acompanhar o rival até que na volta cinco cometeu um erro e caiu, perdendo a vice-liderança para Gautier Paulin.

Na segunda prova foi Paulin que passou Febvre no começo pela liderança e Shaun Simpson foi junto. Com cerca de 15 minutos, metade da prova, Simpson conseguiu superar também Paulin na disputa pela ponta. Simpson ainda deu um susto em todos da equipe ao cair perto do fim, mas se levantou rapidamente e manteve a ponta. Daí para frente foi só acelerar e no fim ele terminou com 6,005 segundos de vantagem para Paulin.

O MXGP retorna a ação agora só no dia 23 de agosto em Mantova, na Itália.

domingo, 2 de agosto de 2015


O norte-americano Patrick Jacobsen vem provando que fez muito bem ao trocar de equipe três etapas atrás no Mundial de Supersport. O piloto deixou a Kawasaki do time Intermoto Ponyexpres e se juntou a Core Motorsport Thailand que corre de Honda. Após isto ele conseguiu um terceiro lugar em Portugal, um segundo na Itália e venceu neste domingo (2) na Malásia.

Jacobsen largou da pole, mas foi superado por Jules Cluzel na primeira curva. Kenan Sofuoğlu até tentou passar os dois, mas espalhou na primeira curva e perdeu algumas posições. No fim da primeira volta Jacobsen deu o troco em Cluzel e retomou a ponta. Os dois no entanto não se desgrudaram durante toda a corrida e na última volta Cluzel partiu para o tudo ou nada, passou o rival na última curva, mas levou o "xis" e terminou 91 milésimos atrás do oponente.

Sofuoğlu mostrou que não é por acaso que é líder do campeonato e se recuperou rapidamente. Na terceira volta ele já estava superando Lorenzo Zanetti pela terceira colocação. Mas o italiano da MV Agusta não o deixou escapar e o acompanhou durante toda a prova. No último giro Zanetti usou toda a reserva que tinha e superou o turco na última curva e foi ao pódio na terceira colocação.

Confira abaixo o resultado final da corrida:

1. Patrick Jacobsen USA CORE'' Motorsport Thailand CBR600RR 14 Laps
2. Jules Cluzel FRA MV Agusta Reparto Corse F3 675 +0.091s
3. Lorenzo Zanetti ITA MV Agusta Reparto Corse F3 675 +3.387s
4. Kenan Sofuoglu TUR Kawasaki Puccetti Racing ZX-6R +3.456s
5. Kyle Smith GBR PATA Honda World Supersport Team CBR600RR +9.507s
6. Roberto Rolfo ITA Team Lorini CBR600RR +15.835s
7. Martin Cardenas COL CIA Landlords Insurance Honda CBR600RR +16.281s
8. Gino Rea GBR CIA Landlords Insurance Honda CBR600RR +16.298s
9. Christian Gamarino ITA Team Go Eleven ZX-6R +19.628s
10. Alex Baldolini ITA Race Department ATK#25 F3 675 +20.959s
11. Dominic Schmitter SUI Team Go Eleven ZX-6R +32.332s
12. Fabio Menghi ITA VFT Racing YZF R6 +32.397s
13. Kevin Wahr GER SMS Racing CBR600RR +32.487s
14. Aiden Wagner AUS CIA Landlords Insurance Honda CBR600RR +32.890s
15. Marcos Ramirez ESP Team Lorini CBR600RR +39.394s
16. Marco Faccani ITA San Carlo Puccetti Racing ZX-6R +40.426s
17. Ratthapark Wilairot THA CIA Landlords Insurance Honda CBR600RR +40.659s
18. Nacho Calero ESP Orelac Racing Team CBR600RR +1m 09.545s

O Mundial de Superbike foi até a Malásia neste final de semana para quarta última etapa da temporada. Como foi um ano extremamente dominante do inglês Jonathan Rea, havia até chances matemáticas de ele já sair de lá como campeão. E isto só não aconteceu por 91 milésimos. Depois de vencer a primeira prova, o piloto da Kawasaki precisava chegar a frente de Chaz Davies na segunda e os dois tocaram carenagem na última curva e Davies levou por apenas 91 milésimos, levando a decisão para Jerez.

A primeira corrida começou com amplo domínio de Tom Sykes, outro postulante ao título, que largou da pole e se mandou na frente enquanto Davies e Rea ficaram brigando pelo segundo posto. Mas com cinco voltas para o fim Sykes começou a perder rendimento. Aparentemente o para-lamas da moto começou a raspar o pneu. Desta forma ele foi superado pelos dois rivais. Na última volta Rea foi com tudo para cima de Davies e na última curva fez a ultrapassagem para vencer. O italiano Max Biaggi também passou por Sykes e foi ao pódio.

A segunda prova começou conturbada. Biaggi pulou melhor que todos e assumiu a liderança, mas na primeira curva foi tocado por Sykes e caiu. O piloto da Kawasaki também perdeu várias posições e teve que partir para a recuperação. Mas como 11 voltas para o fim ele caiu e perdeu tudo o que já havia recuperado. Com Sykes fora da zona de pontuação, bastava a Rea passar Davies para conquistar o título por antecipação. E ele foi pra cima, os dois chegaram a se tocar na última curva e rasgaram a reta lado a lado com Davies levando a vantagem por 91 milésimos.

A categoria entra agora no merecido descanso de verão e retorna as atividades apenas no dia 20 de Setembro em Jerez, na Espanha, e Rea precisa de muito pouco para se sagrar campeão. Ele que nas 20 corridas do ano conseguiu 20 pódios, sendo 12 vitórias, seis segundos lugares e dois terceiros, precisa apenas marcar seis pontinhos, considerando que Davies vença todas.

Confira abaixo como ficou a classificação final do campeonato:


1 Jonathan REA (GBR), 452
2 Chaz DAVIES (GBR), 308
3 Tom SYKES (GBR), 295
4 Leon HASLAM (GBR), 259
5 Jordi TORRES (ESP), 186
6 Sylvain GUINTOLI (FRA), 162
7 Michael VD MARK (NED), 125
8 Davide GIUGLIANO (ITA), 119
9 Alex LOWES (GBR), 112
10 Matteo BAIOCCO (ITA), 107

segunda-feira, 27 de julho de 2015


Depois de Curitiba, Cascavel e Goiânia, no último final de semana foi a vez de Campo Grande receber os pilotos do Moto1000GP para mais uma etapa do campeonato. E o francês Matthieu Lussiana, que venceu as duas primeiras, mas viu o argentino Diego Pierluigi levar no circuito goiano, voltou ao ponto mais alto do pódio. Mas foi por muito pouco! Lussiana cruzou a linha de chegada apenas 37 milésimos a frente de Pierluigi.

Pelo início da prova, tudo indicava que Lussiana teria um domingo perfeito, sem sustos e sem dificuldade. Depois de largar da pole, o piloto da BMW Motorrad Petronas Racing se mandou na frente e deixou os rivais brigando pela segunda colocação. Mas daí ele começou a enfrentar problemas com os pneus na parte final e permitiu a aproximação do rival. Chegou a perder a liderança, mas numa manobra sensacional na penúltima volta, retomou a ponta e venceu.

Quem também começou muito bem, mas ficou pelo caminho na segunda metade foi o brasileiro Wesley Gutierrez. Ele largou apenas na quinta colocação, mas fechou a primeira volta na segunda colocação. Mas depois perdeu terreno e acabou terminando de onde largou, a sexta colocação. Como o argentino Sebastian Porto não se recuperou do acidente de Goiânia, ele foi substituído na etapa sul-mato-grossense por Luciano Ribodino.

Com os resultados da última etapa Matthieu Lussiana chegou aos 101 pontos no campeonato seguido de Diego Pierluigi com 73, Miguel Praia com 60 e Wesley Gutierrez com 51. A categoria volta a ação no final de semana do dia 30 de agosto em Curitiba. Confira abaixo o resultado final da etapa de Campo Grande.

1º) Matthieu Lussiana (FRA/BMW), BMW Motorrad Petronas Racing, 23min10s806
2º) Diego Pierluigi (ARG/Kawasaki), JC Racing Team, a 0s037
3º) Luciano Ribodino (ARG/BMW), BMW Motorrad Petronas Racing, a 2s686
4º) Miguel Praia (POR/Honda), Center Moto Racing Team, a 5s254
5º) Wesley Gutierrez (PR/Kawasaki), Motonil Motors-PDV Brasil, a 14s097
6º) Sebastiano Zerbo (ITA/Kawasaki), Target Race Superbike Team, a 42s109
7º) Philippe Thiriet (MG/Kawasaki), Motonil Motors-PDV Brasil, a 52s429
8º) Diego Pretel (SP/Ducati), classe Evo, DRT, a 55s731
9º) Nick Iatauro (SP/Suzuki), classe Evo, Team Suzuki-PRT, a 58s963
10º) Victor Moura (PR/BMW), classe Evo, M2B Racing, a 1 volta
11º) Marcos Salles (PR/Honda), classe Evo, MS Racing Team, a 1 volta