segunda-feira, 13 de julho de 2009

A crise continua fazendo vítimas na MotoGP! Agora foi a vez do grupo Francisco Hernando se retirar das pistas. O motivo alegado: A crise Mundial! Em anuncio à impressa foi dito que o grupo decidiu concentrar os investimentos "focando todos os esforços nos seus projetos de promoção e construção".
Com isto o espanhol Sete Gibernau ficou a pé. Ele que havia se aposentado em 2006 e decidiu voltar nesta temporada, se disse chocado com a notícia. Com isto o grid da categoria passa a contar agora apenas com 17 motos.

3 comentários:

  1. Uma pena.
    Mas ainda temos Il Dotore, e já compensa tudo.

    ResponderExcluir
  2. Uma pena mesmo a equipe ter saído e o Gibernau que já estava caindo bastante, agora levou a rasteira de vez.

    Tomara que ele consiga voltar e tenhamos mais equipes, né?

    ResponderExcluir
  3. Esse "Poçero" é uma "figura".Aqui era tido como herói pq ia construir nao sei quantas casa e as venderia por um valor irrisório pra "ajudar" as pessoas...

    A menos de 1 mês anunciou o abandono do projeto.

    A retirada da equipe estava clara...

    ResponderExcluir