domingo, 11 de abril de 2010

O líder do campeonato, o inglês Leon Haslam da Suzuki, voltou a vencer no mundial de Superbike e com isto ampliou a diferença para o segundo na tabela do campeonato. Ele que largou na quarta colocação, foi para cima dos rivais e na quarta volta assumiu a liderança para não mais perder e venceu a corrida, a segunda dele na temporada.

A prova começou a mil por hora. Cal Crutchlow, que largou na pole, saiu muito mal e perdeu várias posições. Troy Corser pulou na frente com a BMW, seguido de Carlos Checa, Max Biaggi, Leon Camier, Leon Haslam, James Toseland e Crutchlow. Mas ainda na primeira volta, o espanhol Checa passou Corser para assumir a liderança da prova.

Na segunda volta Biaggi errou a tomada de uma curva e acabou perdendo a terceira posição para Haslam. Mais a frente, o ídolo da torcida local, Carlos Checa, acabou caindo e abandonando a prova. Na quarta volta, mais uma mudança de liderança: o inglês Haslam deixou para trás o australiano Corser. Dois acidentes marcaram a sexta volta: Michel Fabrizio e Shane Byrne, ambos de Ducati, foram ao chão.

Na sétima volta, James Toseland, vindo da MotoGP para a Superbike para substituir o campeão Ben Spies, passou Biaggi e pulou para a terceira posição. Mais uma queda na volta 9 de um ponteiro, desta vez foi Leon Camier que foi ao chão. Toseland, num belo ritmo, passou também Corser, na nona volta, e pulou para a vice-liderança.

Daí a prova deu uma acalmada e enquanto Haslam abria lá na frente, a briga pela segunda posição pegava fogo e na volta 12 Biaggi passou novamente Toseland e recuperou a segunda posição, mas o italiano novamente errou abrindo muito a curva e levou o troco. Com isto Troy Corser que estava na quarta posição, se aproximou dos dois para a briga.

A disputa pela quinta posição também era emocionante entre o inglês Jonathan Rea e o japonês Noriyuki Haga e na volta 15 o japonês deu o bote por dentro para assumir a posição. Na volta 19 Biaggi foi novamente para cima de Toseland e fez a ultrapassagem. E Haga, que tinha deixado o Rea para trás, colou em Corser na briga pelo quarto posto. No fim da volta 19 ele chegou a fazer a ultrapassagem, de maneira bela, mas levou o troco logo em seguida.

No fim, Haslam venceu com tranquilidade, com 1.757 segundos de vantagem para Max Biaggi o segundo e 3.621 para Toseland, o terceiro. Confira abaixo o resultado completo da prova:

1 L Haslam GBR Suzuki GSX-R1000 1'37.418
2 M Biaggi ITA Aprilia RSV4 1000 F. 1.757
3 J Toseland GBR Yamaha YZF R1 3.621
4 T Corser AUS BMW S1000 RR 4.209
5 N Haga JPN Ducati 1098R 4.378
6 J Rea GBR Honda CBR1000RR 9.834
7 C Crutchlow GBR Yamaha YZF R1 10.466
8 L Lanzi ITA Ducati 1098R 16.080
9 S Guintoli FRA Suzuki GSX-R1000 18.382
10 J Smrz CZE Ducati 1098R 18.589
11 T Sykes GBR Kawasaki ZX 10R 22.903
12 R Xaus ESP BMW S1000 RR 25.203
13 M Neukirchner GER Honda CBR1000RR 25.676
14 L Scassa ITA Ducati 1098R 26.606
15 A Pitt AUS BMW S1000 RR 43.797
16 R Hayden USA Kawasaki ZX 10R 48.094
17 M Baiocco ITA Kawasaki ZX 10R 48.190
18 S Andrews GBR Kawasaki ZX 10R 52.863
19 V Iannuzzo ITA Honda CBR1000RR 11 Laps
20 L Camier GBR Aprilia RSV4 1000 F. 16 Laps
21 M Fabrizio ITA Ducati 1098R 18 Laps
22 S Byrne GBR Ducati 1098R 18 Laps
23 C Checa ESP Ducati 1098R 21 Laps
24 R Resch AUT BMW S1000 RR 21 Laps

0 comentários:

Postar um comentário