domingo, 16 de maio de 2010

O italiano Michel Fabrizio da Ducati foi o grande vencedor da primeira prova da rodada dupla de Kyalami da Superbike. Largando na quarta colocação, o piloto pulou direto para a ponta da prova de onde não mais saiu, até o fim da prova, quando faturou a vitória. Atrás de Fabrizio aparecia o o espanhol Carlos Checa da equipe satélite da Ducati e o inglês James Toseland da Yamaha. Cal Crutchlow da Yamaha, que largou na pole, caiu para a oitava posição.

Após a terceira volta Fabrizio e Checa conseguiram escapar um pouco enquanto a briga pela terceira posição pegava fogo entre Toseland e Leon Haslam, da Suzuki. Um pouco mais atrás, o italiano Max Biaggi, vencedor das duas etapas de Monza, passou o inglês Jonathan Rea da Honda e assumiu sexta posição. Crutchlow acabou indo junto com o Biaggi e deixou o Rea para o oitavo posto.

O australiano Troy Corser, da BMW, que conseguiu o primeiro pódio da montadora na etapa passada em Monza, começou a esboçar uma reação na prova e na quarta volta ultrapassou o tcheco Jakub Smrz da Ducati e assumiu a nona posição. Na sétima volta foi a vez de Rea ser ultrapassado pelo Corser, na briga pelo oitavo posto.

Na oitava volta os companheiros de equipe, que brigavam pela quinta posição, trocaram de posição: Biaggi forçou e conseguiu a ultrapassagem em cima de Leon Camier e pulou para quinta posição e começou a perseguição a Leon Haslam. Na décima volta a situação entre os líderes era a seguinte: Fabrizio - 1.2s - Checa - 3.6 - Toseland.

No fim da 11ª volta Toseland cometeu um pequeno erro e foi ultrapassado pelo Haslam na briga pela terceira posição. Biaggi, que vinha atrás, encostou em Toseland e deram início a disputado pelo quarto lugar. A briga pegou fogo por duas voltas, com Biaggi passando e levando o "xis" até que Biaggi conseguiu sacramentar a ultrapassagem.

Depois da metade da prova, Corser perdeu as duas posições que havia ganhado no começo ao ser ultrapassado por Smrz e Rea e voltou para a 10ª posição. Faltando três voltas aconteceu uma briga curiosa: Camier, que estava sofrendo para passar Toseland, enfim conseguiu a ultrapassagem. O fato é que o Rea, que vinha atrás, aproveitou-se da briga e passou os dois de uma vez e pulou se sétimo para quinto.

No fim Michel Fabrizio venceu com facilidade, praticamente de ponta a ponta, já que na largada assumiu a ponta. Completaram o pódio da etapa o espanhol da Ducati privada, Carlos Checa e o inglês Leon Haslam da Suzuki.

Confira abaixo o resultado final da prova:

1 M. FABRIZIO ITA Ducati 1098R 24 1'38.170
2 C. CHECA ESP Ducati 1098R 24 1.098
3 L. HASLAM GBR Suzuki GSX-R1000 24 5.049
4 M. BIAGGI ITA Aprilia RSV4 Factory 24 6.974
5 J. REA GBR Honda Honda CBR1000RR 24 13.710
6 L. CAMIER GBR Aprilia RSV4 Factory 24 13.848
7 J. TOSELAND GBR Yamaha YZF R1 24 16.064
8 C. CRUTCHLOW GBR Yamaha YZF R1 24 16.231
9 J. SMRZ CZE Ducati 1098R 24 16.580
10 S. GUINTOLI FRA Suzuki GSX-R1000 24 23.100
11 L. SCASSA ITA Ducati 1098R 24 24.561
12 T. CORSER AUS BMW S1000 RR 24 25.504
13 S. MORAIS RSA Aprilia RSV4 Factory 24 27.073
14 R. XAUS ESP BMW S1000 RR 24 27.273
15 S. BYRNE GBR Ducati 1098R 24 30.692
16 T. SYKES GBR Kawasaki ZX 10R 24 34.008
17 N. HAGA JPN Ducati 1098R 24 35.948
18 C. VERMEULEN AUS Kawasaki ZX 10R 24 44.030
19 M. NEUKIRCHNER GER Honda Honda CBR1000RR 24 48.382

0 comentários:

Postar um comentário