domingo, 23 de janeiro de 2011


Na última segunda-feira a Ducati colocou suas motos na pista de Jerez de la Frontera para testes com seus pilotos reservas Vittoriano Guareschi e Franco Battaini, isso porque enquanto os testes oficiais (marcados para fevereiro) não começam nem Valentino Rossi, tampouco Nick Hayden podem ir para pista com as GP11.

Neste primeiro dia de testes, a Ducati teve algumas dificuldades durante o dia. A pista amanheceu bastante úmida, deixando-a pouco emborrachada e quando finalmente ficou seca a equipe teve que ceder lugar para a F3, que também tinha testes marcados. Quando a equipe de Rossi e Hayden voltou a treinar, a pista já estava bastante suja.

Ainda assim a Ducati considerou o dia “produtivo” e a equipe pode entender melhor a moto a ser usada na temporada 2011 da MotoGP e regular possíveis acertos para os seus pilotos (a ser finalizados em Sepang, no próximo mês).

Neste primeiro dia, Guareschi ficou responsável pelo trabalho com o chassi da moto (em vários aspectos de setup incluindo posição do assento da moto), enquanto Battaini ficou com a parte eletrônica.

Já no dia seguinte, na terça (18), Guareschi continuou com o chassi, mas com especial atenção para a suspensão. Battaini testou o controle de tração e os dois pilotos consideram mais um bom dia testes com ótimos resultados.

O terceiro e último dia de testes aconteceu na quarta-feira e deixou as Desmosedici prontas para Valentino Rossi e Nick Hayden terminarem os ajustes em Sepang. Tanto Vittoriano, quanto Franco deixaram a equipe com duas configurações de motos para o próximo mês.

No balanço geral das 151 voltas que os dois pilotos deram somente na quarta-feira em Jerez o saldo, segundo a equipe, foi bastante positivo.

0 comentários:

Postar um comentário