domingo, 25 de setembro de 2011


 E na primeira bateria do Mundial de Superbike em Ímola a vitória ficou com o inglês Jonathan Rea da Honda. Ele largo muito bem, mas cometeu um pequeno erro e perdeu algumas posições, mas não desistiu, "remou" tudo novamente e foi para cima dos rivais até voltar a primeira colocação e partir para a vitória. Foi muito pressionado no fim, mas suportou os ataques e confirmou a vitória.

Na largada, Rea superou o pole Carlos Checa, mas errou na primeira curva e foi superado pelo Tom Sykes que vinha atrás. Checa se aproveitou também e deu o troco no Rea, assumindo a segunda posição. Na segunda volta, o italiano Michel Fabrizio, que estava em sétimo, caiu e abandonou. No quarto giro, tanto Rea quanto Laverty deixaram o Checa para quarta colocação.

O inglês Jonathan Rea foi para cima do Sykes na briga pela liderança e na quarta volta colou e iniciou o ataque. Uma volta depois ele conseguiu a ultrapassagem e começou a abrir na ponta da corrida. Na briga pelo terceiro posto, Laverty acabou superado tanto pelo japonês Noriyuki Haga e pelo Checa. Na oitava, foi a vez do Leon Haslam, que estava em sexto, cair e abandonar. No mesmo momento, mais na frente, Haga superou o Sykes pela segunda colocação.

O japonês foi para cima do Rea e depois de algumas voltas encostou no rival e começou a pressão na briga pela vitória da prova. Enquanto isto, mais atrás, a briga pela terceira posição entre o Sykes e o Checa pegava fogo. Entrou a última volta e o japonês intensificou o ataque, mas não conseguiu a ultrapassagem e a vitória ficou com o Jonathan Rea. Na briga pelo terceiro posto, Checa conseguiu superar o Sykes nas últimas curvas e foi ao pódio.

Confira abaixo o resultado final da prova:

0 comentários:

Postar um comentário