domingo, 2 de outubro de 2011


Aconteceu de tudo na etapa do Japão da MotoGP. Quando todos pensavam que partíamos para mais uma vitória fácil do australiano Casey Stoner, ele cometeu um erro e deixou de bandeja a vitória para o companheiro Dani Pedrosa. Além disto, tivemos vários erros, vários acidente e também várias punições, que movimentaram bastante a prova.

Na largada, Casey Stoner conseguiu sustentar a primeira colocação com Dani Pedrosa em segundo. Mais atrás, Valentino Rossi e Ben Spies acabaram se enroscando com o italiano indo ao chão e o norte-americano só passando reto pela brita. A terceira Honda, de Andrea Dovizioso, foi para cima de Pedrosa e assumiu a segunda colocação na terceira volta. Na mesma volta, Cal Crutchlow também passou reto pela brita.

Saiu então o anúncio de punições para Dovizionso, Marco Simoncelli e Crutchlow por terem queimado a largada. Na quinta volta, Stoner acabou passando reto numa curva e voltou para pista na sétima colocação. Com isto, Pedrosa assumiu a ponta da prova com Jorge Lorenzo na segunda colocação. Stoner, tentando se recuperar, iniciou uma batalha com Nicky Hayden pela quarta colocação.

Lá atrás, Dovizioso e Simoncelli partiram para prova de recuperação. Na décima volta, Stoner passou o piloto da Ducati e foi para cima de Alvaro Bautista pelo terceiro posto. Hayden, tentando dar o troco, forçou a barra e também foi passear fora da pista. Algumas voltas depois, foi a vez de Bautista ser superado pelo australiano da Honda e perdeu a última posição no pódio e duas voltas depois, o piloto da Suzuki foi ao chão.

E na prova acidentada, na volta 18 foi a vez de Tony Elias dar adeus a corrida. No fim da etapa, Simoncelli foi com tudo para cima de Dovizioso na briga direta por uma vaga na Honda em 2012, mas Dovizioso conseguiu se sustentar na frente. Mas, Simoncelli não desistiu e atacou novamente na última volta, conseguindo a ultrapassagem. Lá na frente, Pedrosa confirmou a vitória.

Confira abaixo o resultado final da prova:

0 comentários:

Postar um comentário