domingo, 8 de abril de 2012


A corrida da MotoGP no Qatar pode ser dividida em três fazes distintas: o início, quando estavam todos perto e muita coisa aconteceu, o meio onde a prova ficou extremamente chata, com nenhuma briga acontecendo e o fim, quando os desgastes de pneu fez todos se juntarem novamente e as brigas voltaram a acontecer. Neste cenário, quem se deu melhor foi Jorge Lorenzo, que poupou mais e venceu no fim.

Na largada, Jorge Lorenzo manteve a ponta seguido de Dani Pedrosa, que pulou da sétima para segunda colocação, e Casey Stoner em terceiro. Cal Crutchlow, que largou em terceiro, caiu para sétimo. Na segunda volta, Stoner conseguiu superar o Pedrosa e começou a pressionar Lorenzo pela ponta. Na volta seguinte, o australiano conseguiu passar o espanhol e pulou para a primeira colocação. Lá atrás, Valentino Rossi, com um Ducati sofrível, acabou escapando da pista e caiu da décima para 12ª colocação.

Daí para frente, morreu a prova, como já é de costume na MotoGP. Stoner abriu do Lorenzo, que por sua vez mantinha o Pedrosa numa distância confortável. Atrás deles, Andrea Dovizioso e Carl Crutchlow, agora companheiros da Tech 3, brigavam pela quarta colocação, mas se respeitando muito e daí, nada acontecia. Daí, nas últimas voltas, Lorenzo começou a sofrer com os pneus e foi ultrapassado pelo Pedrosa. Mas, o piloto da Yamaha conseguiu dar o troco e os dois foram para cima do Stoner.

Lorenzo conseguiu então passar o Stoner faltando três voltas para o fim e ficou na alça de mira do Pedrosa. Na volta seguinte, o espanhol superou o australiano companheiro de equipe e tentou ir a caça do Lorenzo. Lá atrás, Crutchlow enfim conseguiu passar o Dovizioso. Apesar de se aproximar muito do Lorenzo, não foi o suficiente para o Pedrosa tirar a vitória do piloto da Yamaha.

Confira abaixo o resultado final da corrida:


0 comentários:

Postar um comentário