domingo, 20 de maio de 2012


Muita água em Le Mans para a corrida da Moto3 e a combinação de pista molhada com alta velocidade e pilotos jovens não poderia dar outra coisa que não chão para os protagonistas. Em certo momento, parecia ter uma maldição da primeira colocação, pois todos que assumiam a posição, caía em seguida. Quem sobreviveu ao caos, para fazer a festa da torcida local, foi o francês Louis Rossi, que largou na 15ª colocação e foi subindo nos erros dos rivais, até chegar a primeira colocação.

Na largada, Maverick Viñales sustentou a primeira colocação e logo na primeira curva Brad Binder e x caíram. Efren Vazquez, que se classificou em segundo no grid, teve problemas na volta de apresentação e nem largou. Ainda na primeira volta, Zulfahmi Khairuddin, que largou em décimo, passou Viñales e assumiu a primeira colocação. Na segunda volta, Alexis Masbou e Jonas Folger também caíram na escorregadia pista. Na volta seguinte, foi a vez de Romano Fenati, destaque da temporada, cair.

No início da quarta volta, mudança total na s primeiras colocações com Hector Faubel na primeira posição seguido de Luis Salom. O português Miguel Oliveira foi outro que passou Viñales na quinta volta. O inglês Danny Kent acabou indo ao chão na mesma volta e abandonou a prova. Viñales seguiu perdendo posições e o próximo da fila a deixar o espanhol para trás foi o tcheco Jakub Kornfeil. Salom, que estava em segundo, acabou passando na zebra na entrada da reta e perdeu velocidade, caindo para sexto. Com isto, Oliveira foi o novo piloto a pressionar Faubel na briga pela ponta.

No meio da corrida, Viñales recuperou a terceira posição ao superar Kornfeil e foi para cima do Oliveira e consequentemente do Faubel. No entanto, no fim da mesma volta, Faubel, que liderava, caiu e abandonou e junto dele, Kornfeil, que estava em quarto, também despencou. Oliveira assumiu a liderança com Viñales em segundo. Salom, na volta 13, fez companhia aos pilotos que abandonaram devido a uma queda. Faltando oito voltas para o fim, foi a vez do líder Miguel Oliveira cair e abandonar a prova. Com isto, Viñales voltou para a primeira colocação, mas a maldição do líder também o pegou e ele foi ao chão, deixando Louis Rossi no chão. Khairuddin, que chegou a andar na ponta, também caiu.

Já no fim da prova, quando faltavam três voltas, o alemão Sandro Cortese, líder do campeonato, caiu, mas conseguiu voltar, no entanto, perdendo algumas posições. No fim, Louis Rossi conseguiu quebrar a maldição da primeira posição e levou a moto até o fim, sem cair, conquistando a primeira vitória dele na carreira, em casa, em Le Mans. Alberto Moncayo terminou em segundo e Alex Rins em terceiro. Cortese ainda conseguiu terminar na sexta colocação, mantendo a liderança do campeonato.

Confira abaixo o resultado final da corrida:

0 comentários:

Postar um comentário