quarta-feira, 12 de setembro de 2012


O piloto Eric Granado chegaria  hoje à Itália para o GP de San Marino, no circuito de Misano, mais uma etapa do mundial de Moto2. Teria embarcado ontem à noite mas horas antes, ao  passar pelo exame final que o liberaria para essa prova em condição excepcional, dentro do prazo do tratamento da lesão que tem no ombro, lhe foi  negada a participação.

Embora seja uma lesão moderada, mas agravada em treinos e corridas, até sobre ação de infiltração, o tratamento que vem aplicado no Brasil pela equipe do Dr. Marcelo Baboghluian, do Instituto Marazul, ficaria comprometido com essa participação no GP de domingo,  embora fosse uma possibilidade aventada semanas atrás. 

O atestado médico afirma que  o piloto apresenta lesão muscular em região de músculo deltóide. Ficará afastado de atividade física para membros superiores por 4 semanas. Será reavaliado em 25 de setembro para possível treino físico. Durante este período será submetido a tratamento fisioterápico. Ele não apresenta nenhuma lesão intrarticular, não devendo ser submetido a infiltração em nenhuma hipótese. Assim, fica em pauta a possibilidade de Eric não correr também na próxima etapa do mundial, o GP de Aragón, dia 30 de setembro, e aí voltando então no GP  do Japão, dia 14 de outubro.

Conformado, e sabendo não ter mesmo condição e pilotar as potentes motos do mundial de Moto2, Eric Granado contatou a equipe, desejando boa sorte ao seu colega francês Johann Zarco, que está prestes a figurar entre os top10 da categoria no mundial, com a MotoBI da equipe JiR Team Mobil. Granado poderá cumprir, durante o tratamento no Brasil, atividades promocionais dos patrocinadores, encaixando-as entre as sessões de fisioterapia.

0 comentários:

Postar um comentário