domingo, 26 de maio de 2013



A quinta etapa da temporada 2013 do Mundial de Superbike em Donington Park foi toda dominada pelo inglês Tom Sykes. O piloto da Kawasaki largou na pole e em ambas as provas conseguiu sustentar a ponta e daí para frente, disparou na frente e venceu com muita tranquilidade. Com este resultado ele pulou para segunda colocação do campeonato e está agora apenas quatro pontos atrás do líder, Sylvain Guintoli.

Corrida 1

Tom Sykes sustentou a primeira colocação na largada seguido de Jonathan Rea, que pulou bem da quarta para a segunda colocação. Na quarta volta, Leon Camier acabou indo ao chão e abandonou a corrida. Os cinco primeiros colocados acabaram formando um pelotão único e abriram uma boa vantagem para os demais pilotos já na quinta volta da corrida.

No sexto giro, Marco Melandri passou por Eugene Laverty na disputa pela quarta colocação. O irlandês tentou dar o troco, mas passou do ponto e acabou dando uma passada na brita e perdeu também o posto para Chaz Davies. Algumas voltas depois, no entanto, Laverty conseguiu o troco, pelo menos para cima do Davies, já que o Melandri já havia disparado na frente.

Na volta 14, Sylvain Guintoli passou Jonathan Rea pela segunda colocação e tentou buscar o Sykes na liderança, que já estava mais de dois segundos a frente. No giro seguinte, Melandri fez o mesmo e jogou Rea para o quarto posto. O italiano apertou então a mão direita e buscou Guintoli em duas voltas e passou de passagem, assumindo a segunda colocação.

Quem fez um belo fim de corrida foi Loris Baz, que conseguiu algumas ultrapassagens até chegar a quinta colocação. A última vítima dele foi Laverty, mas antes já tinha ido Davide Giugliano, Jules Cluzel e Chaz Davies. No fim, Tom Sykes garantiu a vitória com muita tranquilidade, de ponta a ponta, com mais de dois segundos de vantagem para Melandri.

Corrida 2

A segunda prova também começou com Tom Sykes mantendo a ponta seguido de Eugene Laverty. Na quinta volta, o irlandês acabou perdendo esta posição para Sylvian Guintoli, que tentou ir atrás do Sykes, para brigar pela primeira colocação. Leon Camier, que caiu na primeira volta, foi novamente ao chão e despencou na tabela de classificação.

O inglês Jonathan Rea não estava mesmo no dia dele. Despencou nas primeiras voltas de segundo para oitavo e depois da décima volta perdeu mais duas posições, para Jules Cluzel e Niccolò Canepa. Na volta 17, Marco Melandri conseguiu deixar Davide Giugliano para trás e começou a pressionar o Laverty pela terceira colocação da corrida.

E faltando cinco voltas para o fim, ele conseguiu a ultrapassagem e Laverty caiu para quarta colocação. O irlandês, no entanto, não desistiu da batalha, foi para cima e conseguiu dar o troco no italiano. Giugliano ainda teve tempo de também superar Melandri, que acabou mesmo na quinta colocação. Lá na frente, Sykes garantiu mais uma vitória, com muita tranquilidade.

0 comentários:

Postar um comentário