quarta-feira, 17 de julho de 2013



Depois de três vitória seguidas de Luis Salom (Itália, Espanha e Holanda), a dúvida na Moto3 era se alguém colocaria fim ao domínio do espanhol. E Alex Rins conseguiu, com uma ultrapassagem na última volta, evitar a quarta vitória seguida. Os dois juntos com Maverik Viñales garantiram a emoção da prova.

Na largada, Alex Rins manteve a ponta seguido de Miller, que pulou bem da quinta para a segunda colocação. O português Miguel Oliveira, que largou em terceiro, acabou espalhando na primeira curva e caiu para a nona colocação. Maverik Viñales, que largou em sexto, evoluiu rápido e na terceira volta já estava em segundo, a caça de Rins. Na volta seguinte, lá atrás, Eric Granado foi acertado por Kevin Hanus, que caiu e deslizou pela pista. No entanto, Luis Salom também estava na briga e algumas voltas depois, deu o troco no Viñales por este segundo posto.

Os dois, juntos com o Rins na liderança, formaram um pelotão único na briga pela vitória. Na volta 12, Viñales atacou o Rins para assumir pela primeira vez a liderança da corrida. Porém, o troco não tardou a acontecer e Rins retomou a posição na volta seguinte. Faltando quatro voltas para o fim, Salom passou os dois a frente dele e assumiu a liderança da corrida. Na última volta, no entanto, Rins foi para cima e deu o troco e os três cruzaram a linha de chegada juntos com o Rins na frente, Salom em segundo e o Viñales em terceiro.

0 comentários:

Postar um comentário