sexta-feira, 19 de julho de 2013


O norte-americano anunciou neste final de semana, em Laguna Seca, que não estará mais com a Ducati em 2014. Ele que chegou ao time em 2009, depois de correr pela Honda Repsol e ser campeão em 2006, encerra o ciclo com a montadora italiana. Hayden ainda não definiu o futuro, mas existem fortes rumores de que estaria indo para o Mundial de Superbike tentar a façanha de ser o único piloto campeão nas duas categorias.

A vaga aberta na Ducati serve para aumentar ainda mais as especulações em torno de uma possível transferência do inglês Cal Crutchclow para o time. Apesar dos ótimos resultados obtidos neste ano, Crutchlow corre hoje na Tech 3, uma equipe satélite da Yamaha. Apesar do time estar bem a frente da Ducati nestes últimos tempos, o inglês tem o desejo de poder sentar numa moto de fábrica e poder desenvolvê-la, levando à vitória.

0 comentários:

Postar um comentário