quarta-feira, 13 de agosto de 2014


Só deu o japonês Ryuichi Kiyonari no último final de semana da Superbike Inglesa em  Oulton Park. Na primeira corrida ele largou apenas na 10ª colocação e numa super prova de recuperação, chegou a ponta e venceu a corrida. Na segunda, largando da frente, a vida dele foi um pouco mais facilitada, mas também teve trabalho, pois teve que brigar com os dois líderes do campeonato até a bandeirada final. Abaixo o relato das duas corridas:

Corrida 1

Na largada, Shane Byrne manteve a ponta com Josh Brookes colado nele. Os dois chegaram trocar de posição no meio da volta inicial, mas Byrne deu o troco e recuperou a liderança. Chris Walker, que largou na sexta colocação, pulou muito bem para terceiro no início. No segundo giro Dan Linfoot passou por Walker e recuperou o terceiro posto, posição original no grid. Walker perdeu várias posições nos giros seguintes.

Brookes voltou a passar Byrne na terceira volta e novamente levou o troco em seguida. Atrás deles, na briga pela quarta colocação, a briga também era intensa entre Tommy Bridewell e Ryuichi Kiyonari. Os dois alternaram de posição algumas vezes até que o japonês levou a melhor. No sétimo giro Kiyonari foi para cima de Linfoot e assumiu a terceira colocação. Um pouco mais atrás, Chris Walker caiu e abandonou a prova.

Michael Rutter foi outro que surfou no chão e foi embora mais cedo pra casa na volta 8. De volta ao pelotão diateiro, Linfoot perdeu também a quarta colocação para Bridewell. E Kiyonari seguiu avançando e no fim da volta nove passou Brookes e pulou para o segundo posto. Na volta seguinte foi a vez de Byrne perder o primeiro posto para o japonês. No fim, Kiyonari confirmou a vitória para a BMW.

Corrida 2

Josh Brookes pulou na ponta na largada deixando Ryuichi Kiyonari em segundo. Ainda nos giros iniciais, Peter Hickman caiu e teve que abandonar a prova. Diferentemente da primeira corrida, em que havia um pelotão compacto na briga pela vitória, na segundo os três primeiros, Brookes, Kiyonari e Shane Byrne desgarraram dos demais pilotos e monopolizou a disputa pelo primeiro posto entre eles.

Na volta oito Kiyonari passou por Brookes e recuperou a liderança. Os três continuaram grudados, mas sem nenhum deles tentar efetivamente a largada para cima do outro. Até que na última volta Brookes partiu para o tudo ou nada para cima de Kiyonari, mas o japonês manteve a posição e venceu por apenas 167 milésimos de vantagem. Shane Byrne completou o pódio na terceira colocação.

0 comentários:

Postar um comentário