segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015



A etapa de San Diego foi marcada por um duelo particular entre Trey Canard e Ken Roczen. Os dois já haviam se enfrentado em Oakland e na ocasião Roczen caiu e Canard venceu. Neste final de semana não houve tombos, mas sim uma briga direta entre eles. Roczen marcou o "Holeshot", mas foi superado por Canard na quarta volta. No entanto, ele não largou o "osso" e ficou colado no rival durante toda a prova, mas não conseguiu a ultrapassagem.

Mas, como tradicionalmente fazemos, vamos explicar como é que cada piloto se classificou para a corrida principal. Na HEAT 1 a vitória ficou com Eli Tomac, que superou David Millsaps na penúltima volta da corrida para vencer. Andrew Short marcou o "Holeshot", mas ele foi ultrapassado rapidamente por Millsaps e Tomac. Daí para frente ele conseguiu manter o terceiro posto e se classificou. A quarta e última vaga foi para Phillip Nicoletti.

A HEAT 2 estava repleta de grandes nomes, mas foi uma corrida bem xoxa. Cole Seely marcou o "Holeshot" e partiu para a vitória, de ponta a ponta. Atrás dele, também não houve mudanças da largada até a bandeirada final. E olhem só os nomes: Ken Roczen foi o segundo, Trey Canard o terceiro e Ryan Dungey o quarto.

Os que não conseguiram garantir a vaga na primeira chance, partiram para as semifinais. A SEMI 1 teve um final emocionante. Killian Rusk venceu Broc Tickle por apenas 23 centésimos. Rusk marcou o "Holeshot", mas ainda na primeira volta foi superado por Ronnie Stewart. No terceiro giro, no entanto, Rusk deu o troco e Tickle foi junto e os dois começaram a brigar pela vitória. A corrida teve um lance interessante. Jason Clermont deu um salto muito "longo", acertou Blake Baggett que acabou caindo. Brett Metcalfe, Ronnie Stewart e Kyle Partridge foram os outros classificados.

Na SEMI 2 a vitória ficou com Chad Reed. Mas a forma com que ele chegou lá foi meio polêmica. Joshua Grant marcou o "Holeshot" e começou a ser pressionado por Reed, que tocou nele numa disputa pela ponta e o fez cair. Grant não conseguiu se recuperar e não conseguiu a classificação. Os outros classificados foram Jacob Weimer, Mike Alessi, Jason Anderson e Kyle Chisholm.

E para aqueles que continuaram sem uma vaga na grande final, veio a repescagem com mais quatro vagas. Joshua Grant marcou novamente o "Holeshot", mas ao contrário da corrida anterior, não deu chances ao azar e pisou fundo rumo a vitória. Jimmy Albertson, Nicholas Wey e Blake Baggett foram os outros felizardos que carimbaram o passaporte para a grande corrida.

Tiram a grande disputa pela ponta entre Trey Canard e Ken Roczen, já descrita lá em cima, os destaques da prova ficaram por conta dos tombos de Eli Tomac e David Millsaps, que estava na terceira colocação. Com o resultado a classificação do campeonato ficou assim: Ryan Dungey chegou aos 127 pontos contra 118 de Ken Roczen, 109 de Trey Canard e 100 de Eli Tomac, os quatro pilotos com vitória na temporada.

Confira abaixo o resultado final da corrida:


0 comentários:

Postar um comentário