segunda-feira, 5 de outubro de 2015


O campeonato 2015 do Mundial de Superbike foi definido com três provas de antecedência em Jerez, na Espanha, a favor do inglês Jonathan Rea, da Kawasaki. O campeonato que ele fez foi irretocável, com uma sequência impressionante de pódios, sendo na maioria das vezes vitórias. Apenas para cumprir tabela, os pilotos desembarcaram no último final de semana em Magny Cours, na França, e em vez de aliviar, Rea venceu as duas corridas do final de semana.

A pole da etapa foi de Leon Haslam, mas já na largada da primeira corrida ele foi superado por Rea e Chaz Davies foi junto, jogando Haslam para a terceira colocação. O destaque dos primeiros giros foi o inglês Tom Sykes, que largou apenas da nona colocação e na terceira volta já estava em segundo, atrás apenas de Rea. No giro seguinte ele deixou o companheiro de equipe para trás para assumir a ponta.

Michael Van Der Mark também fazia uma boa corrida. Passou por Sylvain Guintoli, Chaz Davies e Leon Haslam no meio da corrida para chegar a terceira colocação. Mas não conseguiu sustentar por muito tempo o bom ritmo e acabou superou por Guintoli e terminou na quarta colocação. Lá na frente Rea tentava recuperar a liderança e com três voltas para o fim Sykes cometeu um pequeno erro, alargou demais a curva e Rea aproveitou para passar e ganhar.

Rea tentou largar da mesma forma na segunda corrida, até conseguiu superar Haslam, mas tomou o troco ainda no primeiro giro e de quebra ainda foi superado por Chaz Davies. Sykes também entrou na disputa passando Rea. Nos giros seguintes Haslam sai da batalha ao cair para quarta colocação e Sykes assumiu a ponta ao deixar Davies para trás.

Rea tentou ir junto, mas o piloto da Ducati dificultou bastante a vida dele e com isto Sykes começou a disparar na frente. Só depois de algumas voltas o campeão conseguiu se livrar do rival e foi atrás do companheiro de equipe. Inacreditavelmente ele conseguiu tirar a diferença, assumiu a ponta e partiu para mais uma vitória. Davies também passou Sykes que terminou apenas na terceira colocação.

0 comentários:

Postar um comentário