domingo, 28 de fevereiro de 2016


A segunda corrida da etapa do Mundial de Superbike em Phillip Island teve o mesmo vencedor da primeira, o inglês Jonathan Rea (Kawazaki). O atual campeão do mundo não teve novamente vida fácil. Teve que brigar do início ao fim, mas recebeu mais uma vez a bandeira quadriculada na primeira colocação. E ele já conseguiu dar uma pequena desgarrada no campeonato, pois Chaz Davies (Ducati), que havia sido segundo no sábado, não terminou bem no domingo.

A prova começou com o pole Tom Sykes (Kawazaki) sustentando a liderança com Rea em segundo e Davide Giugliano (Ducati) em terceiro. Alex Lowes (Yamaha), que caiu no sábado, teve problemas logo na primeira volta no domingo e ficou lento pela pista. A moto dele até recuperou o ritmo segundos depois, mas o prejuízo já havia sido enorme. Na volta 10 Sykes cometeu um pequeno erro numa curva, espalhou e foi suficiente para perder três posições.

Michael Van der Mark (Honda) começou então a se destacar. Herdou a posição de Sykes, passou Giugliano e Rea para chegar a liderança da corrida. Com quatro voltas para o fim, no entanto, Rea conseguiu dar o bote no holandês e levou junto Davies. O piloto da Ducati, que perdeu por pouco no sábado, estava afim de mudar a história e atacou Rea no penúltimo giro. Mas arriscou muito, perdeu a moto numa curva e caiu. Ele ainda conseguiu se levantar, mas terminou em 10º.

Quem apareceu bem na segunda corrida foi o norte-americano Nicky Hayden, campeão da MotoGP em 2006, a bordo da Honda. Ele estava em sétimo no meio da prova, mas durante uma disputa entre Giugliano e Sykes, em que eles acabaram se tocando, ele pulou para quinto. Com a queda de Davies no fim herdou o quarto posto. No fim ele ainda disputou metro a metro a última posição no pódio, mas por 39 milésimos, terminou mesmo na quarta colocação.

O Mundial de Superbike retorna a ação no final de semana do dia 13 de Março na Tailândia. No campeonato Jonathan Rea já foi aos 50 pontos contra 36 de Michael Van der Mark, 29 de Davide Giugliano, 26 de Chaz Davies e 21 de Sylvain Guintoli. Entre as montadoras a Kawazaki tem os mesmos 50 pontos contra 36 de Ducati e Honda que estão empatadas na segunda colocação.

Confira abaixo o resultado final da corrida:

1 1 REA Jonathan Kawasaki ZX-10R LEAD

2 60 VAN DER MARK Michael Honda CBR1000RR SP +0.831
3 34 GIUGLIANO Davide Ducati 1199 Panigale R +1.472

4 69 HAYDEN Nicky Honda CBR1000RR SP +1.511
5 50 GUINTOLI Sylvain Yamaha YZF R1 +2.439
6 66 SYKES Tom Kawasaki ZX-10R +3.320
7 81 TORRES Jordi BMW S1000 RR +13.744
8 21 REITERBERGER Markus BMW S1000 RR +15.084
9 25 BROOKES Joshua BMW S1000 RR +15.106

10 7 DAVIES Chaz Ducati 1199 Panigale R +16.276

11 17 ABRAHAM Karel BMW S1000 RR +30.147
12 40 RAMOS Román Kawasaki ZX-10R +30.251

13 15 DE ANGELIS Alex Aprilia RSV4 RF +30.437

14 22 LOWES Alex Yamaha YZF R1 +39.946
15 20 BARRIER Sylvain Kawasaki ZX-10R +53.515

16 9 SCHMITTER Dominic Kawasaki ZX-10R +58.450
17 11 AL SULAITI Saeed Kawasaki ZX-10R +61.836

18 56 SEBESTYÉN Péter Yamaha YZF R1 +90.672
19 10 TÓTH Imre Yamaha YZF R1 1 LAP
RT 46 JONES Mike Ducati 1199 Panigale R 11 LAPS
RT 2 CAMIER Leon MV Agusta 1000 F4 15 LAPS
RT 32 SAVADORI Lorenzo Aprilia RSV4 RF 20 LAPS

0 comentários:

Postar um comentário