sexta-feira, 4 de março de 2016


O AMA Supercross foi até Atlanta no último final de semana para a oitava etapa da temporada e Ryan Dungey venceu mais uma, a quinta vitória dele no ano. Mas ao contrário das outras onde foi praticamente com "os pés nas costas", desta vez Dungey passou apertado e teve que contar com um retardatário trapalhão no fim para levar. Mas antes dos detalhes da final, vamos as classificatórias.

Na "Heat1" o "holeshot" ficou om Eli Tomac (Kawasaki), mas ainda no primeiro giro ele foi superado tanto por Mike Alessi (Honda) quanto por Justin Brayton (KTM). Alessi, no entanto, não conseguiu se manter por muito tempo na ponta. A situação no meio da corrida era Brayton, James Stewart (Suzuki), Tomac, Trey Canard (Honda) e Dungey. Na última volta, porém, Stewart e Canard caíram e se classificaram Brayton, Tomac, Dungey e Chad Reed (Yamaha).

Já na "Heat2" foi Marvin Musquin (KTM) que ficou com o "holeshot". Foi uma largada bem conturbada, com três quedas ainda no primeiro giro de William Hahn (Kawasaki), Andrew Short (KTM) e Phillip Nicoletti (Yamaha). Musquin não se manteve por muito tempo na ponta e foi superado por Ken Roczen (Suzuki), Cole Seely (Honda) e David Millsaps (KTM). Millsaps não ficou por muito tempo em terceiro e levou o troco de Musquin e também foi superado por Janson Anderson (Husqvarna). No giros finais Seely tentou passar Roczen, mas não conseguiu. Anderson, no entanto, passou Musquin pela terceira posição.

"Semi1", "Semi2" e "LCQ" foram menos movimentadas, com poucas disputas. Na primeira deu Mike Alessi (Honda), que fez o "holeshot". Também se classificaram Weston Peick (Yamaha), Thomas Hahn (Yamaha), Nicholas Schmidt (Suzuki) e Christophe Pourcel (Husqvarna). Na segunda foi David Millsaps que fez o "holeshot" e ficou com a vitória. Trey Canard (Honda), James Stewart (Suzuki), Justin Bogle (Honda) e Vince Friese (Honda). Na repescagem Jacob Weimer (suzuki) fez o "holeshot" e venceu e também se classificaram AJ Catanzaro (Kawasaki), Heath Harrison (Kawasaki) e Kyle Cunnigham (Suzuki).

Na corrida principal Justin Brayton fez o "holeshot", mas perdeu a posição para Marvin Musquin ainda no início. Ryan Dungey não largou tão em, mas se recuperou rápido e logo estava em segundo pressionando Musquin. Mas o jovem piloto da KTM suportou bem a pressão do bicampeão e sustentou a ponta. Eles começaram a pegar retardatário na segunda metade, mas Musquin se lidava bem com eles. Até que na última volta James Stewart cruzou o caminho deles. Recebeu bandeira azul, mas não abriu e pior, atrapalhou Musquin que quase caiu. Conseguiu se manter em cima da moto, mas perder a vitória para Dungey.

Confira abaixo o resultado final da corrida:


0 comentários:

Postar um comentário