domingo, 4 de setembro de 2016


Com uma rodada de antecedência o esloveno Tim Gajser da Honda conquistou o título do Mundial de Motocross neste final de semana em Charlotte. Ele que subiu para a categoria neste ano com o status de campeão da MX2, chegou chegando. Bateu de frente com Antonio Cairoli, Romain Febvre, Maximilian Nagl e outros pratas da casa da categoria para faturar logo em seu ano de estreia o título da principal categoria. A etapa contou com estrelas americanas que acabaram se destacando nas duas corridas.

Na primeira Justin Barcia fez o "holeshot" no início seguido de Eli Tomac. Mas ainda no primeiro giro Tomac assumiu a ponta e foi embora. Na volta oito Jeremy Van Horebeek colou em Barcia e deu início a briga pela segunda colocação e levou junto Tim Gajser. No fim Tomac confirmou a vitória e com a quarta colocação Gajser confirmou o título da temporada.
                                                        
Já na segunda Maximilian Nagl fez o "holeshot", mas já na segunda curva foi superado por Gajser. Atrás dele Glenn Coldenhoff sofria para segurar Eli Tomac que imprimia uma forte pressão. Não demorou muito para o piloto da Kawasaki ficar com a posição. Gajser acabou cometendo um erro, caiu da moto e com isto Tomac tomou a ponta. No fim Tomac confirmou mais uma vitória com Gajser em segundo.

0 comentários:

Postar um comentário