domingo, 8 de janeiro de 2017


Depois de uma longa espera, enfim, começou a temporada 2017 do AMA Supercross. O formato é praticamente o mesmo, a única diferença é que em vez de número de voltas as corridas vão por tempo na regressiva. Após o zerar do cronômetro os pilotos tem que dar mais uma volta. Nas danças das cadeiras a mais significativa foi a saída de Ken Roczen da Suzuki para a Honda.

Anaheim, como sempre, marcou a abertura da temporada neste final de semana. Foi ótimo pode ver as grandes estrelas novamente em ação: Ryan Dungey, o próprio Roczen, Eli Tomac, Jason Anderson, Trey Canard. Os jovens destemidos mostrando todo o talento: Marvin Musquin e Cooper Webb, atual campeão da 250cc que subiu neste ano para a 450cc.

 De casa nova Roczen começou mandando ver. Se classificou para a corrida principal vencendo a Heat 2 e praticamente de ponta a ponta venceu o evento. Ele marcou o “holeshot” e seguiu na ponta de onde não mais saiu. Eli Tomac até tentou no início acompanhar o ritmo do piloto da Honda, mas não conseguiu.

No meio da prova acabou o fôlego de Tomac e ele começou a ser superado. Primeiro para o atual campeão Ryan Dungey, depois para Marvin Musquin e por fim por Jason Anderson. Num ritmo impressionante Roczen venceu com mais de 16 segundos a frente de Dungey. Musquin completou o pódio com a terceira colocação.

Segue abaixo o resultado final da corrida:

2 comentários:

  1. Top... para quem não consegue acompanhar ao vivo , essa cobertura é show

    ResponderExcluir
  2. Top... para quem não consegue acompanhar ao vivo , essa cobertura é show

    ResponderExcluir