domingo, 5 de fevereiro de 2017


Quando Ken Roczen (Honda) caiu na terceira etapa em Anaheim, se lesionou e teve que abandonar a disputa pelo título, a sensação geral é que tinha acabado o campeonato e que poderiam entregar logo a taça para Ryan Dungey (KTM), pois apenas o piloto da Honda parecia ter condições de evitar mais um título de Dungey. No entanto, Eli Tomac (Kawasaki) vem se esforçando para provar o contrário. Depois de vencer na semana anterior em Glendale o piloto voltou a vencer em Oakland e colou em Dungey na tabela. Ele foi a 94 pontos contra 111 de Dungey.

O interessante neste final de semana é que nenhum dos dois se classificou para a corrida principal logo de cara. Os dois tiveram que passar pelas semifinais para conquistarem a vaga. Jason Anderson (Husqvarna) e Cooper Webb (Yamaha) foram os nomes das "heats". No início da corrida Vince Friese (Honda) fez o "holeshot", mas foi superado logo de cara por Dungey. Jason Anderson, Webb, Cole Seely (Honda) e Tomac também se livraram rapidamente de Friese. A primeira grande briga foi pela segunda colocação e Webb passou por Anderson. Seely não perdeu tempo e foi junto.

Tomac começou a se destacar com oito minutos de corrida, se livrando de Anderson pelo quarto posto. Ainda no mesmo giro ele passou por Seely e foi atrás de Webb. Com o "rookie" o trabalho não foi tão fácil. Ele passou e tomou o troco de forma espetacular. Mas faltou experiência para o Cooper e ele errou logo em seguida a grande manobra e Tomac foi embora. Dungey tinha cerca de 3 segundos de diferença e parecia ser o suficiente, mas Tomac entortou a munheca e foi atrás do rival. Com três minutos para o fim ele passou e partiu para a vitória.

Destaque para Webb que em sua quinta corrida na categoria chegou ao pódio pela primeira vez. Marvin Musquin (KTM), outra jovem promessa, não teve muita sorte na etapa. Ele teve problemas com a moto no meio da corrida, perdeu o ritmo momentaneamente e quando voltou ao normal, já havia perdido algumas posições. Malcolm Stewart, que andava no TOP 10, caiu na parte final e também despencou na tabela. Dean Wilson, que estreou na Husqvarna no lugar de Christophe Pourcel, terminou em 10º.

Segue abaixo o resultado final da corrida:

0 comentários:

Postar um comentário