domingo, 26 de fevereiro de 2017


Neste final de semana foi a vez de Atlanta receber o AMA Supercross para a oitava etapa da temporada. Ryan Dungey (KTM) foi o grande nome e conseguiu chegar a segunda vitória do ano. A primeira havia sido em Anaheim 2, a terceira etapa de 2017. O grande segredo da conquista em Atlanta foi a ótima largada do piloto da KTM. Ele fez o "holeshot" enquanto os principais rivais caíram para o meio do pelotão e tiveram que partir para prova de recuperação.

Eli Tomac (Kawasaki), vencedor de três etapas no ano, por exemplo, completou a primeira volta apenas na oitava colocação e teve que partir para a recuperação. Marvin Musquin (KTM), vice-líder do campeonato e vencedor de uma etapa, era o nono no início. Os dois conseguiram avançar bem. Tomac até deu uma emoção a mais na parte final, pois pulou para o segundo lugar com 6 minutos para o fim e foi a caça de Dungey. Conseguiu diminuir bastante a distância, mas não foi o suficiente para tirar de Dungey a vitória.

Chad Reed (Yamaha), que havia caído na última etapa em Minneapolis, caiu novamente em Atlanta quando andava na quinta colocação. Ele era pressionado tanto por Tomac quanto por Jason Anderson (Husqvarna) e parece ter sentido a pressão, pois foi ao chão sozinho. Outro que caiu foi Justin Bogle (Suzuki), mas devido a um contato de Musquin. Blake Baggett (KTM) foi um dos destaques, pois voltou ao pódio após cerca de dois anos fora do TOP3.

Segue abaixo o resultado final da corrida:

0 comentários:

Postar um comentário