segunda-feira, 6 de março de 2017

Eli Tomac é o maior vencedor da temporada, com quatro vitórias. Mas um péssimo resultado em Arlington ainda o deixa distante da liderança do campeonato. Isto porque o regulamento da categoria é muito cruel com quem ganha, pois são apenas três pontos de vantagem para cima do segundo colocado. Então, por mais que tenha vencido, o resultado ruim acaba pesando muito mais. Para piorar para o piloto da Kawasaki, Ryn Dungey (KTM), principal rival da disputa, é muito constante, tem oito pódios em nove corridas.

Como a largada costuma ser crucial no resultado final, Tomac se deu melhor para cima de Dungey. Ele passou a linha do "holeshot" em terceiro e até o fim da primeira volta já havia se livrado de Broc Tickle (Suzuki) e Blake Baggett (KTM) para liderar. Já Dungey completou o primeiro giro em oitavo e teve que remar bastante para se recuperar. Cole Seely (Honda) deu muito trabalho nesta recuperação de Dungey. Ele só conseguiu chegar a segunda colocação quando restavam apenas cinco minutos de corrida e estava 15 segundos atrás de Tomac.

Outro fatos que marcaram a corrida foram: as quedas de Vince Friese (Honda) e Jason Anderson (Husqvarna) no primeiro giro; Marvin Musquin (KTM), que está na briga pelo título na terceira colocação, não foi bem, terminou na 13ª colocação e ficou bem longo de Dungey e Tomac; Tickle, que terminou em terceiro, conquistou o primeiro pódio dele na categoria e era só sorrisos no fim; Trey Canard (KTM) caiu durante a qualificação e não participou da etapa. O campeonato ficou com Dungey com 196 pontos, Tomac com 172 e Musquin com 157.

Segue abaixo o resultado final da corrida:

0 comentários:

Postar um comentário