domingo, 7 de janeiro de 2018

Desde 2001 que só a KTM é campeã do Dakar nas motos e por toda esta história, ela é tida como favorita por mais um ano. Mas neste segundo dia de Rally, primeiro de especial efetivamente falando, foi a Honda que deu as cartas. O espanhol Joan Barreda Bort foi o mais rápido com o tempo de 2h56min44s. E atrás dele, no segundo posto, não estava uma KTM, era a Yamanha de Adrien Van Beveren.

A primeira KTM apareceu apenas na terceira colocação, de Matthias Walkner, coajuvante da montadora na briga pelo título, já que Sam Sunderland e Toby Price são os grandes nomes. No entanto, eles terminaram o dia apenas na sétima e 10ª colocação. A Honda ainda conseguiu colocar outras duas motos no TOP5. A Husqvarna conseguiu uma sexta colocação com o chileno Pablo Quintanilla.

0 comentários:

Postar um comentário