sábado, 17 de março de 2018


Johann Zarco continua sua impressionante caminhada na MotoGP. Na tarde deste sábado, noite em Losail, o francês da Tech3 conseguiu sua terceira pole no certame.

Brigando no grupo da frente desde os primeiros treinos livres, inclusive liderando o terceiro, Zarco se manteve firme durante a primeira parte da classificação para, quando realmente contava, conseguir crescer e ficar com a pole. A volta em 1min53.680s quebra o recorde da pista de Losail, recorde este que pertencia a Jorge Lorenzo e que durante 10 anos foi imbatível.

Completando a primeira fila teremos Marc Marquez, que vinha em volta muito rápida mas foi atrapalhado por Alex Rins e acabou perdendo os décimos finais para ir buscar o tempo de Zarco, e Danilo Petrucci, que conseguiu se sobrepor as duas motos da equipe de fábrica da Ducati para garantir uma boa terceira colocação.

Aparecendo muito bem na parte final da classificação, Cal Crutchlow abre a segunda fila na quarta colocação. Ao lado do britânico da Honda alinhará Andrea Dovizioso, que deixou a sessão desapontado depois de liderar três dos quatro treinos livres disputados além ter sido o primeiro a quebrar o recorda da pista, mas que no final acabou não encaixando a volta perfeita para brigar pela pole. Um impressionante Alex Rins, com a sua novíssima Suzuki GSX-RR, fecha a segunda fila na sexta colocação.

A terceira fila será toda formada por pilotos de fábrica, com Dani Pedrosa abrindo na sétima colocação, Valentino Rossi compondo o meio e Jorge Lorenzo fechando. Desempenho um tanto quanto decepcionante por parte desses pilotos que acabaram vendo competidores de equipes privadas conseguindo classificar na frente. Jack Miller, que foi o primeiro colocado no Q1, Andrea Iannone com a segunda moto da Suzuki e Maverick Vinales, que vem em um final de semana extremamente decepcionante até aqui inclusive precisando passar pelo Q1 para chegar na parte decisiva da classificação, formam a quarta fila.

A classificação foi decepcionante ainda para a KTM. A fabricante austríaca viu seus dois pilotos - Bradley Smith e Pol Espargaró - caírem durante a sessão, fechando na P20 e P22, respectivamente.

Com volta em 1min55.169s, que foi suficiente para garantir a 14º colocação, Franco Morbidelli foi o melhor entre os estreantes.

0 comentários:

Postar um comentário