sexta-feira, 6 de abril de 2018



Falando para a mídia presente na Argentina, onde neste final de semana será realizada a segunda a etapa da temporada 2018 da MotoGP, Davide Tardozzi - chefe da equipe italiana, afirmou que o acerto para renovação de contrato com Andrea Dovizioso agora esbarra apenas em pequenos detalhes.

"Nós já começamos a ter algumas negociações com o empresário de Andrea e estamos confiantes que terminaremos logo. Logo não exatamente significa um ou dois dias, mas nós estamos falando sobre detalhes."

Nas últimas semanas cresceram os rumos sobre possíveis negociações de Dovi com Suzuki e Honda. Perguntado porque ainda não havia acertado sua renovação de contrato com a equipe de Borgo Panigale Dovizioso afirmou que "você está perguntando à pessoa errada. A Ducati tem suas razões, então não sei como responder." "Todo mundo quer a coisa certa para eles." "Eu tenho minhas próprias idéias e visões."

Informações da mídia italiana dão conta de que a Ducati chegou a oferecer 6 milhões de euros por ano - cerca de 24 milhões de reais - para Dovizioso, o que representaria um aumento exponencial no acordo, considerando que o contrato atual, válido por 2017-2018, foi fechado em 2 milhões de euros por ano. 

LORENZO

Do outro lado da garagem, onde também existem rumores sobre renovação de contrato, Tardozzi afirma que as negociações com Jorge Lorenzo ainda não começaram. Mas o dirigente explica que o espanhol preferiu, nesse momento, manter-se mais focado nos resultados do que nas negociações e aproveitou para afirmar que está feliz com os pilotos.

"Como sempre dissemos, estamos felizes com o trabalho dos dois pilotos. Mesmo que as pessoas pensem que Jorge não está trabalhando bem com a Ducati, pensamos que o potencial de Jorge é muito, muito alto, e mantemos nossa confiança nele."

0 comentários:

Postar um comentário