segunda-feira, 2 de abril de 2018



Atual tricampão do Mundial de Superbike, Jonathan Rea finalmente falou abertamente sobre uma mudança para a MotoGP. 

Dono de 39 vitórias em 78 corridas nas últimas três temporadas, Rea e a Kawasaki são responsáveis por números impressionantes que chegam a brigar e, em alguns casos, até superar os maiores recordes históricos da categoria, colocando o norte irlandês de fato como um dos maiores nomes da história do certame. 

Rea, que já foi piloto de fábrica da Honda inclusive participando de duas corridas na MotoGP com a HRC substituindo Casey Stoner, vem há muito sendo especulado na categoria maior do mundial de moto velocidade mas o piloto de 31 anos não parece ver, a essa altura da carreira, uma mudança para a MotoGP como algo provável, conforme contou em entrevista ao site americano Motorsport.com.

"Eu acho que seria muito difícil mudar para lá, para ser honesto. Eu não sinto como se houvesse alguma possibilidade de mudar. Se fosse para a MotoGP, gostaria de estar com o melhor equipamento disponível. Eu sou três vezes campeão do Mundial de Superbike, não tenho mais nada a provar."

Ainda que não tenha fechado completamente as portas para uma mudança futura para a MotoGP, de onde já recebeu diversos elogios públicos, inclusive o atual bicampeão Marc Marquez, Rea deixou claro que "Quando as opções vêm do meu jeito, eles têm que preencher todos os requisitos, ou não estarei interessado. Não é algo apenas para estar lá."

A atual temporada do Mundial de Superbike marca o quarto ano da parceria Rea-Kawasaki e, ao que tudo indica, essa parceria deve continuar por mais dois anos, com uma extensão de contrato cada vez mais próxima.

Com quatro corridas (duas rodadas) disputadas até aqui nesta temporada 2018, Rea é o líder do campeonato com 69 pontos, uma vitória e um pódio.