domingo, 22 de abril de 2018


O Circuito das Américas é como uma casa para Marc Márquez, e ele provou isso mais uma vez com uma vitória tranquila.

Em prova morna e carente de disputas, Márquez partiu da quarta colocação, depois de perder a  pole por ter bloqueado Maverick Viñales na classificação, para logo pular para o segundo posto, atrás apenas de Andrea Iannone. Ainda nas primeiras voltas Márquez pegou a liderança e não mais perdeu, cruzando a linha de chegada com 3.5s de vantagem para o segundo colocado, em mais uma vitória fácil do espanhol em Austin. Foi a sexta vitória de Marquez em seis anos de MotoGP no circuito Texano.

Na segunda colocação fechou Maverick Viñales. O espanhol da Yamaha fez seu melhor final de semana na temporada até aqui, sempre apresentando-se como principal concorrente de Márquez. O pódio foi completado por Andrea Inannone que, depois de ótima largada, conseguiu manter-se na segunda colocação durante grande parte da prova até ser ultrapassado por Viñales na segunda parte da corrida. O resultado do italiano marca seu primeiro pódio com a Suzuki e o primeiro da marca japonesa desde outubro de 2016.

Valentino Rossi completou a corrida na quarta colocação depois seguir Viñales durante grande parte da corrida. No final, ainda que tenha tentado, o sete vezes campeão do mundo acabou não alcançando a Suzuki de Iannone. Em corrida de recuperação, Andrea Dovizioso fechou o top5 da prova em um resultado para limitar danos, considerando o péssimo final de semana que o italiano vinha tendo até o início da corrida. 

Em prova sem sustos um calmo Johann Zarco fechou na sexta colocação, com Dani Pedrosa - ainda recuperando-se da cirurgia no pulso direito, conseguindo completar a etapa em uma heroica sétima colocação. Tito Rabat manteve o bom momento conquistado na Argentina e fechou a corrida na oitava posição, com Jack Miller e Aleix Espargaró - esse último em grande corrida de recuperação - fechando o top10.

Líder do campeonato até o início dessa etapa, o britânico Cal Crutchlow caiu ainda na metade da prova e teve seu resultado comprometido, completando a corrida apenas na 19º colocação.

No campeonato Andrea Dovizioso pulou para 46 pontos e assim assumiu a liderança, apenas um ponto a frente de Márquez. Viñales é o novo terceiro colocado com 41 pontos. Crutchlow agora é quarto, 8 pontos atrás de Dovi. 

A MotoGP retomará suas atividades em 06 de maio para o Grande Prêmio da Espanha, em Jerez.