sábado, 28 de abril de 2018

A etapa de Foxborough da Monster Supercross pegou fogo nas últimas voltas. Marvin Musquin (KTM), que havia liderado praticamente toda a corrida, foi superado por Eli Tomac (Kawasaki) no zerar do cronômetro. Mas ele não estava afim de deixar a vitória escorrer pelos dedos e partiu para o tudo ou nada. Mas ele jogou duro demais contra Tomac, eles se tocaram e ele jogou o rival no chão para vencer.

O “holeshot”, no entanto, não ficou nem com um e nem com outro. Christian Craig (Honda) partiu melhor e tomou a ponta. Mas ainda no primeiro giro ele foi ao chão e deu adeus as chances de um bom resultado. Musquin pulou então para primeiro seguido de Tomac e Jason Anderson (Husqvarna), líder do campeonato. Justin Barcia (Yamaha), uma das sensações da temporada, escapou da pista e perdeu várias posições.

Vince Friese (Honda) fazia uma prova consistente na quarta colocação, mas na segunda metade perdeu rendimento, foi sendo superado volta a volta pelos oponentes e terminou apenas na 12ª colocação. Daí vieram as voltas finais e o enrosco de Musquin com Tomac. Os dois chegaram a discutir depois da prova, mas não deu em nada e o piloto da KTM levou a vitória.

Segue abaixo o resultado final da etapa:

1 25 Marvin Musquin KTM 23 voltas
2 3 Eli Tomac Kawasaki 25.557
3 21 Jason Anderson Husqvarna 32.48
4 4 Blake Baggett KTM 37.507
5 15 Dean Wilson Husqvarna 42.959
6 34 Weston Peick Suzuki 52.255
7 27 Malcolm Stewart Suzuki 55.338
8 10 Justin Brayton Honda 22 voltas
9 51 Justin Barcia Yamaha 1.573
10 22 Chad Reed Husqvarna 3.693
11 32 Christian Craig Honda 12.476
12 55 Vince Friese Honda 19.062
13 69 Tyler Bowers Kawasaki 45.53
14 60 Benny Bloss KTM 49.338
15 201 Cedric Soubeyras Suzuki 53.139
16 48 Henry Miller Suzuki 21 voltas
17 73 Brandon Scharer Yamaha 22.52
18 91 Alex Ray Yamaha 20 voltas
19 447 Deven Raper Kawasaki 44.894
20 80 Aj Catanzaro Kawasaki 19 voltas
21 181 Dustin Pipes Suzuki 18 voltas
22 39 Kyle Cunningham Suzuki 15 voltas