sábado, 12 de maio de 2018



Desde os treinos livres havia uma clara indicação de que as motos da Kawasaki estavam em outro nível. A previsão foi confirmada na classificação, com Rea e Sykes conquistando um intocável 1-2 para a marca de Kobe. A corrida nada mais foi do que um grande replay da classificação, com Rea abrindo na frente do pelotão desde a largada para vencer a corrida 1 da etapa de Imola com facilidade. 

A vitória conquistada com 3.7s de vantagem para Sykes foi a quarta da temporada para Rea, além de marcar a quinta visita seguida ao pódio. Sykes não foi ameaçado pela segunda colocação em nenhum momento da corrida e fez uma prova solitária, fechando na segunda colocação. Completando o pódio aparece Marco Melandri que, correndo em casa, conseguiu ser o melhor das Ducatis. A marca de Bolonha emplacou 4 motos andando juntas atrás das Kawasaki, com Melandri no final saindo como vencedor da briga interna que também contou com Chaz Davies, quarto colocado na corrida após recuperar-se de uma quase queda no início da prova, Xavi Forés - quinto colocado - e um impressionante Michael Ruben Rinaldi que em mais uma boa corrida com a equipe júnior da Ducati fechou a prova na sétima colocação. 

Em boa corrida de recuperação Michael Van der Mark conseguiu ficar com a sexta colocação depois de largar da P12. O holandês conseguiu o melhor desempenho possível para uma Yamaha que desde a sexta-feira sofreu muito no histórico circuito italiano. 

Correndo em casa Lorenzo Savadori completou a corrida na oitava colocação, seu melhor resultado na temporada. Leon Haslam, retornando ao mundial, fechou na nona colocação com uma das Kawasaki da equipe Puccetti e Alex Lowes fechou o top10 na segunda Yamaha. 

Rea agora alcança 184 pontos na temporada, 42 a mais que o vice líder Chaz Davies. Melandri é terceiro com 131 pontos.

As atividades em Imola continuam no domingo com a segunda corrida do fim de semana agendada para às 08h.