quinta-feira, 31 de maio de 2018



Michael van der Mark completou o fim de semana em Donington da melhor forma possível, com vitória também na segunda corrida da rodada. Depois de vencer a primeira prova do fim de semana de forma muito inteligente, o piloto da Yamaha mais uma vez conseguiu esperar o momento certo para pegar a liderança e não mais perder.

Com grid invertido, Van der Mark saiu apenas da nona colocação mais logo pulou para sexto e na primeira parte da corrida se manteve na terceira colocação assistindo a batalha ferrenha entre seu companheiro de Yamaha, Alex Lowes, e Jonathan Rea que trocaram de posição diversas vezes durante a briga. Com cinco voltas para o fim da prova Van der Mark se livrou de Lowes e com um movimento forte realizou a ultrapassagem em cima de Rea para pegar a liderança e controlar a corrida até a bandeira final.

Rea, que durante grande parte da prova parecia o grande candidado a vitória, teve de se contentar não apenas em perder a vitória mas também a segunda colocação já que um impressionante Toprak Razgatlioglu, em seu ano de estreia, fez uma corrida perfeita para se manter entre os cinco primeiros durante toda a corrida e, na segunda parte, ganhar posições importantes que o colocaram na segunda colocação.

Alex Lowes, o piloto que mais liderou voltas na corrida, ficou apenas com a quarta colocação. Depois de perder muito ritmo na parte final da prova o britânico foi presa fácil para Rea e Razgatlioglu, mas ainda conseguiu segurar, nas curvas finais, Chaz Davies - que acabou como a melhor Ducati na corrida. O fim de semana da marca de Borgo Panigale foi um verdadeiro desastre com todos os seus pilotos sem nenhum ritmo em Donington, com Davies sendo apenas o único piloto das motos vermelhas dentro do top10 na prova. Marco Melandri foi apenas 11º, com Xavi Forés abandonando e Michael Ruben Rinaldi nem sequer largando.

Antes dominante em Donington, Tom Sykes fez mais uma prova mediana para fechar na sexta colocação, com Lorenzo Savadori, que liderou a corrida no inicio depois de largar na primeira fila ao se aproveitar da regra do grid invertido, fechando na sétima colocação. Leon Camier, na sua segunda corrida depois de o retorno, Jordi Torres e Loris Baz completaram o top10.

Apesar de não ter vencido no fim de semana, Rea aumentou ainda mais sua vantagem na liderança do campeonato graças ao pífio desempenho de Davies e Ducati. O tricampeão chegou aos 245 pontos, 64 a mais que Davies. Com as duas vitórias Van der Mark descontou a vantagem de Lowes e agora aparece empatado com seu companheiro de Yamaha na terceira colocação com 163 pontos cada.