terça-feira, 19 de junho de 2018


O MXGP voltou à Itália para a 11ª etapa da temporada e o nome do final de semana em Lombardia foi Antonio Cairoli (KTM). O italiano venceu as duas provas do final de semana e voltou a se posicionar muito bem no campeonato já que Jeffrey Herlings (KTM), líder do campeonato, ficou de fora da disputa devido a uma lesão sofrida durante um treinamento. Seguem abaixo os relatos das duas provas:

Corrida 1

Antonio Cairoli (KTM) fez o “holeshot” seguido de Romain Febvre (Yamaha). Na volta três Gautier Paulin (Husqvarna) passou Valentin Guillod (KTM) pela quinta colocação. Maximilian Nagl (KTM) foi junto e Guillod caiu para sétimo. Atrás deles Tim Gajser (KTM) deixou Glenn Coldenhoff (KTM) para trás para ficar com o oitavo posto.

Jeremy Seewer (Yamaha) foi junto e Coldenhoff caiu para 10ª colocação. Lá na frente Desalle passou Febvre para ficar com a segunda colocação na volta seis. Max Anstie (Husqvarna) foi junto e o piloto da Yamaha caiu para quarta colocação. Guillod perdeu rendimento no meio da corrida e foi superado tanto por Gajser quanto por Seewer e Coldenhoff e caiu para 10º.

Febvre caiu na oito e acabou perdendo a posição para Paulin e Nagl. Anstie foi para cima de Desalle no fim brigar pela segunda colocação, mas ele acabou caindo na pressão e o piloto da Kawasaki ficou com a posição. Lá na frente Cairoli confirmou a vitória.

Corrida 2

Kevin Strijbos (KTM) fez o “holeshot”, mas ainda na primeira volta foi superado por Cairoli. Cairoli caiu na volta dois e foi para a quarta colocação. Outro que teve problemas no início foi Coldenhoff, que estava em quarto no primeiro giro, mas despencou para nono. Strijbos assumiu a ponta seguido de Gajser.

Na três Gajser superou Strijbos para liderar e Cairoli, que já havia se livrado de Desalle e pulado para terceiro, foi junto para assumir a segunda colocação. Na cinco o italiano voltou ao primeiro posto. No giro seguinte Desalle caiu e perdeu várias posições. Simpson foi outro que foi ao chão.

Strijbos perdeu várias posições na segunda metade da corrida indo de terceiro para sétimo. Febvre, que andava em quarto, perdeu a posição para Anstie e Seewer na volta oito. Lá na frente Cairoli confirmou a vitória com muita tranquilidade, com 3,560 segundos de vantagem para Gajser.