segunda-feira, 18 de junho de 2018


Depois de uma final de semana de folga os pilotos do AMA Motocross voltaram a ação no último final de semana em Hight Point na quarta etapa da temporada. Todos queriam parar Eli Tomac (Kawasaki), que vinha de seis vitórias em seis corridas. E Marvin Musquin (KTM) conseguiu, pelo menos na primeira das duas provas, já que na segunda não teve jeito e Tomac levou mais uma. Jason Anderson está fora do campeonato devido a uma lesão. O piloto passou por uma cirurgia. Segue abaixo o relato das duas baterias:

Corrida 1

Eli Tomac começou forte e marcou o “holeshot” numa largada tumultuada devido a um toque na primeira curva que levou ao chão Ken Roczen (Honda), Blake Baggett (KTM), Phillip Nicoletti (Husqvarna), Weston Peick (Suzuki), Broc Tickle (KTM) dentre outros. Lá na frente Justin Barcia (Yamaha) brigava contra Musquin pela segunda colocação. Barcia acabou jogando duro numa fechada de porta e o piloto da KTM chegou a passar em cima de umas faixas de publicidade, mas seguiu na cola do rival.

Com cerca de 10 minutos de corrida Musquin conseguiu a ultrapassagem e começou a caçada a Tomac. Baggett e Roczen se destacaram dentre os que caíram e deram início a uma super recuperação. No meio da corrida já estavam no TOP-10. Lá na frente Musquin chegou em Tomac e depois de uma boa batalha, conseguiu passar e partiu para a vitória. Tomac fechou em segundo com Barcia em terceiro. Justin Hill (Suzuki) conseguiu um ótimo quarto posto a frente de Baggett, que chegou em quinto, e Roczen, o sétimo.

Corrida 2


Roczen fez o “holeshot” seguido de Musquin e Tomac, os três grandes da categoria. O primeiro giro foi bem movimentado com eles próximos. Tomac chegou a passar os dois e liderar por algumas curvas, mas Roczen conseguiu retomar. Os dois conseguiram distanciar de Musquin Na segunda volta o piloto da Kawasaki conseguiu superar o da Honda novamente e daí sustentou a posição e foi embora.

Com 10 minutos de corrida começou a briga pela segunda posição e não demorou muito para Musquin também deixar Roczen para trás. O piloto da KTM repetiu o que fez na primeira corrida e deu início a caça de Tomac. Atrás deles, na disputa pelo quarto posto, Barcia caiu sozinho e Peick tomou a posição para ele. Musquin chegou em Tomac nas voltas finais e deu-se início a uma disputa espetacular, mas ao contrário da primeira prova, Tomac segurou a posição e venceu, a sétima dele na temporada.