segunda-feira, 4 de junho de 2018


Em corrida eletrizante da Moto2 em Mugello, Miguel Oliveira escalou o grid para com grandes ultrapassagens e a queda dos líderes, vencer a primeira no ano. A vitória é também a primeira da KTM e de um piloto não italiano na temporada. 

Largando apenas da 11º colocação, Oliveira arriscou muito na largada. Após conseguir boa saída, o português se colocou em posição de grande risco nas primeiras curvas, mas conseguiu realizar os movimentos com precisão e logo pulou para a quarta colocação. Continuando seu avanço, Oliveira chegou a rapidamente liderar a prova mas depois foi ultrapassado por Mattia Pasini que foi o líder durante grande parte da prova até ir para o chão com cerca de seis voltas para o fim. Oliveira passou a brigar para se manter na liderança mas com dificuldades já que um impressionante Lorenzo Baldassarri, que passou grande parte da prova no fim do top5, se aproximava com tudo. Crescendo demais no fim, Baldassarri foi o que mais liderou na parte final da corrida mas acabou sucumbindo a um cirúrgico Oliveira que, assim como já havia feito no início da prova, soube o momento certo para se arriscar e realizar o movimento perfeito para pegar a liderança na última volta e não mais perder. 

Baldassarri fechou a prova na segunda colocação seguido de perto por Joan Mir, que encaixou mais um grande desempenho para conquistar seu segundo pódio na temporada. O líder do campeonato, Francesco Bagnaia, completou na quarta colocação depois de liderar a prova nos giros iniciais. O italiano segurou o ritmo no meio da prova mas, com o fim se aproximando, voltou a tirar tudo de sua Kalex para rapidamente retornar ao pelotão da frente e brigar pelo pódio, perdendo no fim a terceira colocação para Mir. 

Sem ritmo para seguir os líderes, Alex Marquez fechou a prova na quinta colocação, igualando seu pior resultado na temporada em corridas em que completou todas as provas. Brad Binder correu quase que sozinho durante toda a prova para fechar na sexta colocação e igualar seu melhor resultado no ano.

Correndo em casa, Luca Marini, Andrea Locatelli e Simone Corsi completaram o top10, com o espanhol Xavi Vierge fechando na nona colocação após brigar na segunda parte da prova com o esquadrão italiano.

O brasileiro Eric Granado, que correu ainda se recuperando de lesão no ombro, fez prova constante e, se aproveitando de erros dos adversários, conseguiu seu melhor resultado da temporada ao completar a corrida na 19º colocação.

No campeonato, Bagnaia ainda lidera, mas agora com 13 pontos de vantagem para Oliveira. Baldassarri é o terceiro com 84 pontos, 27 a menos que o líder.