domingo, 24 de junho de 2018


A quinta etapa do AMA Motocross foi disputada neste domingo no Tennessee e mais uma vez as vitórias ficaram com Eli Tomac (Kawasaki) e Marvin Musquin (KTM), os dois únicos que venceram nesta temporada. Ken Roczen (Honda) fez o “holeshot” nas duas corridas, mas não conseguiu segurar a posição contra os dois rivais. Segue abaixo o relato das duas corrida:

Corrida 1

Ken Roczen fez o "holeshot" seguido de Eli Tomac. Marvin Musquin se envolveu num acidente nas primeiras curvas e perdeu várias posições. Na abertura da segunda volta Justin Barcia (Yamaha) passou Weston Peick (Suzuki) pela terceira colocação da corrida. Tomac começou a pressionar Roczen pela liderança na volta três. Na volta cinco ele fez a ultrapassagem e pulou para primeiro. Barcia foi junto e Roczen caiu para terceiro. Um pouco mais atrás, na briga pela quinta colocação, Blake Baggett (KTM) passou por Phil Nicoletti (Husqvarna).

No meio da prova foi a vez de Peick perder a posição para Baggett. Ele ainda conseguiu dar o troco e dificultar um pouco mais para o piloto da KTM, mas Baggett consolidou a ultrapassagem no giro seguinte. Nicoletti, que estava em sexto, caiu com 10 minutos para o fim e caiu para oitavo. Na parte final da corrida, Marvin Musquin passou Peick para entrar no TOP-5 numa bela prova de recuperação. Lá na frente não houve mais mudanças e Tomac confirmou a vitória seguido de Barcia e Roczen.

Corrida 2

Ken Roczen fez também o "holeshot" na segunda corrida seguido de Justin Barcia e Marvin Musquin. Eli Tomac não largou nada bem e caiu para o meio do pelotão. Ele completou a primeira volta apenas na 14ª colocação. Lá na frente, ainda na primeira volta, Barcia passou Roczen para liderar. Musquin foi junto e Roczen caiu para terceiro. Enquanto isto Tomac voava na prova de recuperação. Com 8 minutos de corrida já era o nono. Justin Hill (Suzuki) passou Benny Bloss (KTM) e entrou para o TOP-5 com cinco voltas de corrida.

Lá na frente Musquin deixou Barcia para trás para tomar a ponta na seis. A disputa lá na quinta colocação seguia interessante. Baggett e Tomac também passaram por Bloss. Daí Baggett deixou Hill para trás na seis e logo em seguida Tomac fez o mesmo. No meio da prova Tomac passou Baggett e entrou no TOP-5. Imediatamente ele foi para cima de Peick para chegar a quarta colocação. Com sete minutos para o fim foi a vez de Roczen ser superado por ele. No fim Musquin venceu seguido de Barcia e Tomac.