sexta-feira, 6 de julho de 2018


O MXGP foi até a Indonésia onde fará duas etapas em seguidas. Na semana passada foi disputada a primeira em Pangkal Pinang. Na corrida 1 a vitória ficou tranquila nas mãos de Antonio Cairoli (KTM). Já na 2 Jeffrey Herlings (KTM) venceu, mas a disputa com Cairoli foi intensa no fim. Os dois chegaram a cair, mas o holandês levou a melhor. Seguem abaixo os relatos das corridas:

Corrida 1

Na largada Jeffrey Herlings fez o "holeshot" seguido de Antonio Cairoli e Gautier Paulin. Tim Gajser, que completou o primeiro giro em quinto, passou por Clement Desalle e Paulin para chegar a terceira colocação. Na volta dois Desalle também passou Paulin para ficar com o quarto posto. Na quatro Cairoli começou a pressionar Herlings pela liderança da prova. Não demorou muito e o italiano conseguiu a ultrapassagem.

Nagl, que estava em nono, teve problemas na volta 10 e ficou lento na pista. Lá na frente Febvre passou Paulin para ficar com a quinta colocação. Na 14 Desalle passou Gajser na disputa pelo terceiro posto. O piloto da Kawasaki foi então a caça de Herlings. Ele se aproximou bastante, mas não suficiente para fazer a ultrapassagem. A frente deles Cairoli confirmou a vitória.

Corrida 2

Na largada Cairoli fez o "holeshot" seguido de Gajser e Herlings. Mas ainda no primeiro giro Gajser deixou Cairoli para trás para liderar. Herlings foi junto e Cairoli caiu para terceiro. No início da volta dois Herlings deixou Gajser para trás assumindo o primeiro posto. Cairoli começou a pressionar Gajser e Herlings aproveitou para abrir.

Na volta três Cairoli passou por Gajser para assumir a vice-liderança. Na quatro, no entanto, Cairoli caiu e perdeu novamente a posição para Gajser. Voltou ainda em terceiro, sendo pressionado por Febvre. Mas daí foi Gajser que perdeu rendimento e foi superado tanto por Cairoli quanto por Febvre e caiu para quarto. Na nove Gajser conseguiu dar o troco em Febvre para voltar para terceiro.

A briga seguiu boa e na 11 Febvre deu o troco em Gajser. Na 15 Herlings caiu e perdeu a liderança para Cairoli. Só que no giro seguinte o italiano também caiu e Herlings recuperou a ponta. Daí não houve mais mudanças e Herlings confirmou a vitória seguido de Cairoli e Febvre. No campeonato Herlings foi a 533 pontos contra 521 de Cairoli e 407 de Desalle.