quarta-feira, 25 de julho de 2018



Como vinha indicando há semanas, a Kawasaki terá uma dupla de pilotos diferente em 2019. Leon Haslam assumirá a vaga que desde 2010 tem Tom Sykes como dono. 

Aos 35 anos Haslam retorna ao mundial para uma temporada completa depois de três anos. O britânico fez participações nas últimas temporadas mas apenas como wildcard em equipes que usam equipamento Kawasaki. Nesses três anos afastado do mundial Haslam esteve competindo na Superbike Britânica, sua categoria de formação, também correndo com motos Kawasaki, sendo vice-campeão em 2016 e terceiro colocado na temporada 2017, além de liderar a temporada atual com 6 vitórias em 12 corridas. 

No mundial Haslam tem 218 participações entre 2003 e 2018, conquistando cinco vitórias (três em 2010 e duas em 2015), e 39 pódios, passando por Ducati, Honda, Suzuki, BMW e Aprilia. 

Haslam assumirá a moto deixada por Sykes, que já havia confirmado na última semana que não continuaria com a marca japonesa para mais uma temporada. A parceria entre ambos começou ainda em 2010 e teve seu auge em 2013 com a conquista do título daquela temporada. Apesar de se manter entre os três primeiros colocados no campeonato desde 2012, nos últimos três anos Sykes esteve distante de Jonathan Rea, seu companheiro de equipe e atual tricampeão. Sendo os resultados numéricos positivos colocados na conta do equipamento, que há anos é superior ao das demais marcas, do que de fato na performance do britânico.