sábado, 28 de julho de 2018



Washougal presenciou mais um show de Eli Tomac na temporada. Com vitórias nas duas baterias o piloto da Kawasaki conseguiu encaixar o segundo fim de semana perfeito para se firmar na liderança e parar o recente avanço de Marvin Musquin, seu principal adversário pelo título da temporada.

Corrida 1

Justin Bogle foi responsável pelo holeshot. O piloto da Suzuki assumiu a liderança e se manteve nela nos primeiros momentos. Inicialmente defendendo-se de seu companheiro Justin Hill no que era um 1-2 da Suzuki. Pouco mais atrás Tomac começou a encaixar voltas mais rápidas e ainda com 25 minutos para o fim da prova conseguiu realizar belo movimento em cima de Hill pela segunda colocação, logo começando uma nova perseguição para não mais do que três minutos depois ultrapassar também Bogle, essa pela liderança da prova. Liderança esta que Tomac não mais perdeu, cruzando a linha de chegada com facilidade para garantir a 12º vitória em baterias na temporada.

Após bom início Bogle logo começou a perder rendimento, segundo o mesmo por ainda se recuperar lesão sofrido em um dos braços, o que o obrigou a baixar o ritmo fazendo dele presa fácil para os principais competidores. Marvin Musquin, brigando pela ponta do campeonato, aproveitou o momento e com 22 minutos para o fim da prova passou Bogle para assumir a segunda colocação, colocação essa que não mais perderia.

Ken Roczen conseguiu fazer uma corrida regular e, com a ultrapassagem em cima de Hill, garantiu mais um pódio na temporada. Hill, em boa corrida, completou a prova em quarto, com Justin Barcia - que caiu ainda na primeira volta, completando o top5 depois de grande recuperação.

Corrida 2

Mais uma largada e mais um holeshot de Bogle, agora são seis nos últimos oito possíveis. Mas se na corrida um o piloto da Suzuki conseguiu segurar a ponta nas primeiras voltas, dessa vez não levou mais do que quatro curvas para Roczen, por fora, realizar lindo movimento e tomar a liderança. Bogle logo perdeu rendimento e, assim como aconteceu na corrida 1, foi perdendo posições e mais posições, enquanto Musquin e Tomac faziam o caminho exatamente contrário.

Depois de linda briga com Blake Bagget, Musquin conseguiu se estabilizar na terceira posição e,  com 21 minutos para o fim da corrida, ultrapassou Hill para ficar com a segunda colocação. Tomac, em quinto depois de praticamente ficar fora do top10 após má largada, conseguiu lindíssima ultrapassagem em cima de Barcia, adversário de longa data, para assumir a quarta colocação. Tomac logo ganhou uma posição quando Hill perdeu o controle de sua moto e foi de encontro a uma árvore em um lance absolutamente assustador. O piloto conseguiu retornar para a moto mas apenas para lentamente dirigir-se para fora da pista.

Depois de longa caminhada Tomac finalmente chegou e começou a pressionar Musquin para com apenas 4 minutos para o fim da prova realizar a ultrapassagem após briga acirrada. Com a segunda colocação Tomac já garantiria a vitória geral mas ele não estava satisfeito e continuou a andar mais rápido que os demais pilotos da frente, por fim alcançando Roczen com 3 voltas para o fim e realizando o movimento pela liderança faltando apenas duas voltas para a bandeirada. Roczen, que liderou praticamente toda a prova, teve que se contentar com a segunda colocação. Musquin completou o pódio com Barcia e Baggett no top5.

Com a vitória dupla Tomac chegou aos 401 pontos, agora 15 a frente de Musquin na liderança do campeonato. Roczen é terceiro com 330 pontos conquistados.