domingo, 22 de julho de 2018


CORRIDA 1

Precisando recuperar-se dos fracos resultados da última etapa, Tomac tratou de ir pra cima desde a largada. Para isso teve que ultrapassar seus principais concorrentes ao título. Em perseguição frenética conseguiu alcançar a segunda colocação ao ultrapassar o então líder do campeonato Marvin Musquin. Daí em diante precisou de calma para se adequar a degradação da pista e aos poucos ir descontando a vantagem imposta pelo líder da prova Ken Roczen. A ultrapassagem pela liderança aconteceu com 6 minutos para o fim da primeira corrida, com Tomac aproveitando grande oportunidade dada pelo alemão da Honda que perdeu muito terreno atrás de retardatários. Com a cara para o vento, Tomac desbloqueou todo o ritmo de sua Kawasaki e logo abriu 5s de vantagem para Roczen, cruzando a linha de chegada com tranquilidade. 

Roczen fechou na segunda colocação após liderar grande parte da corrida. Apesar de ter se enrolado com os retardatários, permitindo o movimento de Tomac, o alemão fez grande prova e quase repetiu a vitória conquistada em Red Bud, na última etapa. 

O pódio foi completado por Blake Baggett que aproveitou o erro bobo cometido por Musquin quando faltavam 16 minutos ainda a serem disputados e tomou a terceira colocação para não mais perder. Foi o terceiro pódio de Baggett no ano, igualando seu melhor resultado na temporada. Musquin fechou na quarta colocação e viu Tomac retomando a dianteira do campeonato. Justin Barcia fechou o top5 em mais uma boa etapa, a nona seguida terminando entre os cinco primeiros. 

CORRIDA 2

Um surpreendente Justin Bogle fez o holeshot mas apenas para liderar as primeiras curvas. Rapidamente o piloto da Suzuki foi ultrapassado por Musquin e Roczen. Tomac, mais uma vez na P6, repetiu o show apresentado na corrida 1 foi passo a passo conquistando cada posição necessária para mais uma bela vitória. O piloto da Kawasaki tratou de rapidamente ultrapassar Weston Peick, Baggett e Bogle para assumir a P3. Daí em diante partiu na perseguição dos líderes, alcançando Roczen e, depois de longa briga, finalmente completando a ultrapassagem pela segunda colocação com 11 minutos para o fim. 

O caminho até o líder Musquin era longo mas Tomac virava voltas muito mais rápidas. Finalmente alcançando o francês da KTM no fim da prova, Tomac enganou o adversário ao atacar uma das curvas mais rápidas do traçado por fora e, na saída desta, realizar um movimento arriscado para pegar a linha de dentro e acabar com a velocidade de Musquin, assumindo a liderança da prova com 3 voltas para o fim com esse que foi um dos, se não o, movimento mais bonito do ano. 

Musquin, recuperando-se da corrida 1, fechou na segunda colocação depois de perder a briga direta com Tomac, e Roczen fechou o pódio, seu quarto seguido e nono no total da temporada. Baggett fechou na P4 e Barcia, depois de ter andando em 11º nos momentos iniciais da bateria, completou na quinta colocação, mantendo seu ótimo retrospecto dentro do top5.

Com a vitória dupla na rodada Eli Tomac retoma a liderança chegando aos 351 pontos, sete a frente de Musquin. Barcia é terceiro com 296.

O AMA Pro Motocross 450 retomará suas atividades já no próximo fim de semana (28) em Washougal, Washington.