sábado, 25 de agosto de 2018


Após 16 anos no paddock do mundial de motovelocidade, Álvaro Bautista partirá para um novo desafio em 2019. 

A confirmação da mudança para a Ducati no Mundial de Superbike, onde será companheiro de Chaz Davies, apresenta-se como grande oportunidade para Bautista que se viu sem assento para permanecer na MotoGP, uma vez que a Angel Nieto Ducati, onde ele corre atualmente, deixará o certame ao fim desta temporada. 

Na superbike Bautista substituirá Marco Melandri que está com a equipe italiana desde 2017, sendo quarto colocado no seu primeiro ano com a equipe e quinto colocado na temporada atual, conquistando três vitórias nesses dois anos. 

No mundial de motovelocidade Bautista tem um título na 125 cc em 2006 e um vice campeonato em 2008 na 250 cc, sempre de Aprilia. A transição para a MotoGP aconteceu em 2010 onde em oito temporadas completas conquistou 3 pódios e uma pole passando por Rizla Suzuki, Gressini Honda-Aprilia, Aspar e Angel Nieto Ducati. Na atual temporada Bautista ocupa a 13º colocação no campeonato fazendo um bom trabalho com o equipamento limitado que tem nas mãos. 

Com a chegada de Bautista na Ducati agora as duas principais forças do mundial tem confirmadas suas duplas para a próxima temporada, com a Kawasaki tendo anunciado meses atrás que Leon Haslam substituirá Tom Sykes nas motos verdes.