domingo, 12 de agosto de 2018



Corrida 1

Um surpreendente Dylan Merriam conseguiu o holeshot. O piloto da moto 86 conseguiu aproveitar-se da condição da pista, que desde o início da prova foi um grande atoleiro, para não só alcançar mas também manter a liderança nos primeiros momentos, até que Marvin Musquin usou o poder de sua KTM para se impor e tomar a liderança para si ainda com grande parte da prova a ser disputada.

As condições da pista só pioraram conforme a corrida foi passando e com 19 minutos para o fim Eli Tomac, líder do campeonato, teve que se encaminhar até a área dos mecânicos para trocar seus óculos, umas vez que os que estava usando no momento já não funcionavam corretamente. 

Vale destacar que as condições de pista abriram espaço para que outros pilotos, além dos usuais líderes, conseguissem brigar dentro do top5. Além do já citado desempenho de Merriam no início prova Phil Nicoletti, Kailub Russel e Benny Bloss conseguirem brigar na frente. Nicoletti acabou sendo ultrapassado por Tomac com 11 minutos para o fim mas ainda assim conseguiu se manter no pódio, seu primeiro na temporada. 

A briga pela liderança, que parecia resolvida a favor de Musquin, mudou quando o francês teve o mesmo problema que Tomac no início da prova e, com problemas nos óculos, reduziu demais seu ritmo, eventualmente parando na área dos mecânicos para trocar o item de proteção. Com os problemas de Musquin, Tomac assumiu a liderança para conquistar mais uma vitória na temporada. Musquin cruzou em segundo, ainda que 25s depois de seu rival. Bloss e Blake Baggett completaram o top5. Ken Roczen e Justin Barcia caíram, mais de uma vez inclusive, durante a prova e não conseguiram acompanhar o ritmo dos líderes, terminando em sétimo e oitavo respectivamente.

Corrida 2

Com as condições de pista um pouco melhores Musquin conseguiu o holeshot mas apenas para uma rápida liderança, já que Nicoletti conseguiu ultrapassar o piloto da KTM para pegar a liderança. Com grande regularidade Nicoletti se manteve no topo na primeira parte da prova até errar sozinho e perder a ponta para Musquin com cerca de 23 minutos para o fim da prova. Enquanto Musquin abria na frente as coisas só pioravam para Nicoletti que foi posteriormente ultrapassado por Tomac, pela segunda colocação, e por Barcia, pela última posição no pódio. 

Musquin conseguiu manter a liderança até o fim para vencer bem e quebrar a sequência de vitórias de Tomac. Ainda que tenha perdido a sequência, a segunda colocação para Tomac representa uma limitação de danos, uma vez que não deixou Musquin descontar muitos pontos de uma só vez. 

Barcia, que de novo caiu nos primeiros giros, fechou o pódio após briga acalorada com seu companheiro de Yamaha Cooper Webb. No fim, depois que o dedo do meio foi mostrado de um lado e de outro, Webb perdeu a batalha interna e fechou na quinta colocação, com Nicoletti em quarto. 

Com os resultados Tomac manteve a liderança do campeonato com 448 pontos e manteve 15 pontos de vantagem para Musquin. Barcia assumiu a terceira colocação, com 363 pontos, 5 a frente de Roczen.