domingo, 23 de setembro de 2018


No fim de semana em que conquistou sua nona pole na temporada e 18º na carreira, Jorge Martín fez um verdadeiro passeio pelas belas curvas de Aragão para vencer a sexta corrida na temporada e abrir 13 pontos de vantagem para Bezzecchi.

Abrindo desde a largada, o espanhol de 20 anos conseguiu logo se distanciar dos demais. Virando constantemente mais rápido desde os primeiros momentos Martín logo se distanciou do grande pelotão formado atrás por mais de dez motos. Seis voltas se passaram e a vantagem do #88 já batia incríveis 4s. A vantagem só aumentou com o passar das voltas, batendo os sete segundos e no fim ficando em 5.984s, a vantagem que Martín carregou na bandeira para garantir mais uma vitória.

Marco Bezzecchi. principal adversário de Martín no campeonato, saiu apenas da sexta colocação e logo teve que se arriscar para liderar o grupo. Alcançar Martín nunca foi uma opção real mas era necessário liderar o pelotão para assim minimizar os danos na disputa pelo campeonato, e foi exatamente isso que o italiano da KTM fez. Como não poderia deixar de ser, Bezzecchi passou por alguns sustos no meio da disputa com o grande pelotão, chegando a ser empurrado para fora da pista no terço final da prova e assim caindo para o fim do top10, mas logo se recuperando para cruzar a linha de chegada na segunda colocação. Enea Bastianini fechou o pódio, mesma posição onde largou. 

Terceiro colocado no campeonato, Fabio Di Giannantonio completou a prova na quarta colocação depois de se manter na briga pelo topo do pelotão durante grande parte da prova, mas nunca realmente fazendo frente para Bezzecchi. Marcos Ramírez completou o top5 para conquistar seu melhor resultado em quase dois meses. 

Dois pontos negativos na prova foram os desempenhos de Jaume Masiá e Arón Canet, ambos correndo em casa. Masiá saiu da primeira fila mas, ainda se recuperando de uma lesão no ombro esquerdo depois de forte queda no warm up, o piloto da KTM não conseguiu manter o bom desempenho da classificação e fechou a prova na nona colocação. Canet por sua vez já entrou no fim de semana com dificuldades físicas mas mesmo assim conquistou uma brava terceira fila na classificação. Os problemas físicos no entanto cobraram seus dividendos na prova com o piloto da Estrella Galicia 0,0 logo perdendo ritmo e posteriormente abandonando com muitas dores. 

No campeonato Jorge Martín aumentou para 13 pontos sua vantagem sobre Bezzecchi. Com a segunda colocação o italiano não apenas segurou o ímpeto e Martín como também aumentou para 28  pontos sua vantagem na vice liderança do campeonato em comparação com Di Giannantonio.