domingo, 17 de março de 2019


Depois de vencer a três provas na etapa de abertura do campeonato em Phillip Island o espanhol Álvaro Bautista repetiu o feito na Tailândia e está com seis vitórias em seis corridas. Jonathan Rea se aproximou bastante dela desta vez, chegou a brigar pelo liderança, mas Bautista levou a melhor no fim e venceu todas. Segue abaixo o relato:

Corrida 1

Na largada Alvaro Bautista manteve a ponta, mas depois da primeira curva foi superado por Jonathan Rea. Alex Lowes, que havia sido superado por Tom Sykes, recuperou a posição na volta dois. Na três Bautista passou por Rea e tomou o troco e eles acabaram se tocando e com isto Lowes conseguiu passar pelo espanhol da Ducati.

Na quatro Eugene Laverty caiu e abandonou quando ocupava a 10ª colocação. Bautista se recuperou rápido e no giro seguinte conseguiu dar o troco em Lowes e voltar a segunda colocação. Sykes começou a perder posições na cinco e foi superado tanto por Leon Haslam quanto para Marco Melandri e Sandro Cortese. Na nove a briga foi lá na frente com Bautista deixando Rea para trás para liderar.

Chaz Davies caiu na mesma volta e voltou no fim do pelotão. Na 12 Melandri deixou Haslam para trás na briga pela quinta colocação. Nos últimos giros a briga pela quinta colocação movimentou a corrida entre Melandri e Haslam. O piloto da Kawasaki passou o da Yamaha, mas o italiano não desistiu e ficou tentando dar o troco. Lá na frente nada mudou e Bautista confirmou a vitória seguido de Rea e Lowes.

Superpole

Rea largou melhor e tomou a ponta, mas tomou o troco de Bautista logo em seguida. Mas na curva dois o espanhol alongou a curva e perdeu novamente a posição para o inglês. Porém mais uma vez o piloto da Ducati se recuperou rapidamente para ficar com a ponta. A briga do fim da corrida 1 se repetiu no início da corrida 2 entre Haslam e Melandri pela quarta colocação.

Michael Van der Mark se intrometeu na briga, passou por Melandri e começou a pressionar Haslam. No giro seguinte Sandro Cortese também deixou Melandri para trás. Na seis Van der Mark passou por Haslam para chegar a quarta colocação. Com quatro voltas para o fim a bandeira vermelha foi acionada devido a um acidente com Leon Camier e a prova foi encerrada com outra vitória de Bautista.

Corrida 2

Na largada Bautista manteve a ponta seguido de Rea e Lowes. Na três Leandro Mercado caiu e abandonou a corrida. Na pista Van der Mark e Melandri disputavam a quinta colocação e se tocaram e com isto Davies passou os dois pra ficar com a posição. Na quatro foi a vez de Sykes abandonar, com problemas na moto.

Melandri forçou para cima de Davies no mesmo giro e o piloto da Ducati teve que recolher para evitar o choque e com isto despencou para oitavo. Van der Mark, que estava logo atrás dos dois, foi para cima de Melandri e ganhou a posição e no giro seguinte passou também por Haslam e pulou para quinto. Davies acabou abandonando a prova depois de alguns giros. Daí para o fim não houve mais mudanças e Bautista confirmou a vitória.