quinta-feira, 7 de março de 2019

 https://d2d0b2rxqzh1q5.cloudfront.net/sv/2.183/dir/673/image/6739add0a8c24cf859cc2137c8d53b91.jpg

Na conferência de imprensa do GP do Catar, a ser disputado no domingo (10), alguns dos principais nomes do certame expressaram publicamente o desejo de que o início da prova seja adiantado em uma hora.

Segundo Valentino Rossi, Marc Marquez, Andrea Dovizioso e outros pilotos presentes na conferência, a largada às 19h locais, assim como aconteceu no ano passado, ajudará a lidar com as situações de queda abrupta de temperatura e aumento da umidade que deixam mais complicadas as condições de aderência do asfalto de Losail.

Jorge Lorenzo, que sofreu queda nos testes exatamente neste horário quando tentava simular um stint de corrida, foi o primeiro a trazer o assunto à tona, fazendo o apelo a Comissão de Segurança para que mais uma vez adiante o início da prova.

Concordando com a tese de Lorenzo, Marquez afirmou "No ano passado, nós corremos às sete (19h) e foi muito bom. A umidade estava boa, então eu prefiro correr às sete também. É menos arriscado e com certeza seria melhor" concluiu.

Vinãles também concordou com os companheiros de grid ao afirmar que "Temos que discutir na Comissão, mas às sete o risco é muito menor e com certeza a aderência na pista será muito melhor".