Alvaro Bautista chega à nona vitória em nove corridas em Aragón - Moto-Velocidade

Breaking

sábado, 13 de abril de 2019

Alvaro Bautista chega à nona vitória em nove corridas em Aragón


A temporada do espanhol Alvaro Bautista da Ducati segue sensacional. No último final de semana correndo em casa, em Aragón, ele voltou a vencer a três provas do final de semana e desta forma chegou a espetacular marca de nove vitória em nove corridas. Segue abaixo o relato das provas:

Corrida 1

Na largada Alvaro Bautista manteve a ponta seguido de Tom Sykes e Alex Lowes. Markus Reiterberger tomou um tombo perigoso na largada, mas nada sofreu. No fim do primeiro giro Lowes superou Sykes para ficar com a segunda posição. Alessandro Delbianco e Leandro Mercado caíram no primeiro giro. Jonathan Rea, que largou em 10°, passou por Davies na três para assumir a quarta colocação.

Na cinco a sorte de campeão sorriu para Rea. Ele foi para cima de Sykes para assumir a terceira colocação e ao mesmo tempo Lowes escapou da pista. Com isto o piloto da Kawasaki ganhou duas posições e foi para segundo. Davies foi junto e pulou para terceiro. Os dois começaram então a brigar e alternaram de posição algumas vezes. Com isto Bautista abria mais e mais.

Alex Lowes acabou se juntando a Rea e Davis pela briga pela segunda colocação. Na 12 ele passou pelos dois e voltou a vice-liderança da corrida. A briga entre os três seguiu dura nos giros seguintes. Lowes acabou ficando para trás novamente e na 16 foi superado por Eugene Laverty e caiu para quinto. Laverty foi para cima de Davies, mas tocou na Ducati do rival e caiu. Lá na frente Bautista confirmou a vitória seguido de Rea e Davies.

Superpole

Na largada Alvaro Bautista manteve a ponta seguido de Sandro Cortese. Rinaldi e Van der Mark se envolveram num acidente na primeira curva. Na segunda volta Alex Lowes superou Cortese pela segunda colocação, mas tomou o troco curvas depois. Mas na três Jonathan Rea chegou na disputa, passou pelos dois e ficou ele com a vice-liderança. Na sequência da disputa, Cortese acabou engolido pelo pelotão, mas Lowes seguiu pressionando Rea pela posição.

Na seis ele conseguiu a ultrapassagem sobre o piloto da Kawasaki. Rea tentou voltar, mas errou e ficou sob o ataque de Chaz Davies. Mas os dois foram para cima de Lowes e na penúltima volta Rea conseguiu voltar para a segunda colocação. Daí até o fim não houve mais mudanças e Bautista confirmou mais uma vitória com Rea em segundo e Lowes em terceiro.

Corrida 2

Bautista, pela terceira vez no final de semana, manteve a ponta na largada seguido de Jonathan Rea e Chaz Davies. No fim do primeiro giro Davies deixou Rea para trás para ficar com a segunda colocação. Na cinco foi a vez de Alex Lowes passar por Rea e assumir o terceiro posto.

Na parte final da corrida Rea passou a ser pressionado por Leon Haslam e na 13 perdeu a posição para ele. Mas Rea conseguiu dar o troco duas voltas depois e foi para cima de Lowes e ganhou também a terceira colocação. Haslam foi junto e o piloto da Yamaha caiu para quinto. Daí para frente não houve mais mudanças e Bautista confirmou a vitória.